Vencendo desafios

Hospital Santa Cecília comemora seu primeiro aniversário

Há um ano, o Grupo ICC (Instituto do Câncer do Ceará) assumiu a administração do antigo Hospital da CSN, em Volta Redonda, que estava sob controle do polêmico grupo Vita, e o rebatizou de Hospital Santa Cecília. Devia estar pedindo proteção da santa. E está conseguindo, pois a desconfiança que tomou conta da família metalúrgica quando da troca de administradores já está no fim. Nos últimos 365 dias, por exemplo, o HSC realizou mais de 100 mil consultas, fez cerca de 3 mil cirurgias, 60 mil atendimentos de Pronto Atendimento, com seis mil internações e mais de dois mil atendimentos pelo SUS. E o melhor de tudo: realizou 500 partos.
Para celebrar a data, a direção do hospital organizou uma programação interna com os colaboradores, restrita e reduzida por conta da pandemia. Diretora do Hospital Santa Cecília, Júlia Vieira fez um balanço dos primeiros 365 dias da unidade hospitalar que atende, principalmente, aos metalúrgicos da CSN e suas famílias. Segundo ela, o grande desafio do grupo foi assumir o Hospital, em meio a uma pandemia. “Nós chegamos já trabalhando e não tivemos o tempo necessário para nos apresentarmos à cidade e à população. Por isso, nosso grande desafio foi conquistar essa confiança. Felizmente, com diálogo e transparência, as pessoas conseguiram entender o trabalho do grupo e a nossa vontade de dar certo”, afirma.
Para conseguir atingir os resultados, Júlia explica que foi indispensável a parceria com o corpo clínico e com os colaboradores. “Entendemos desde o princípio que seria fundamental garantir aos profissionais a melhor qualidade do trabalho e segurança. Por isso, além de assegurar a empregabilidade, aumentamos o nosso quadro com a reativação de vários serviços e empregamos atualmente mais de 600 funcionários e mais de 250 médicos”, afirmou.
Ela citou ainda vários investimentos feitos nos últimos meses, incluindo a reforma e a aquisição de equipamentos, como o mamógrafo Fujifilm Amulet Innovality; o microscópio Carl Zeiss Tivato 700 de última geração; aparelho de ultrassom, Sistema de Gestão Tasy – Philips Healthcare, Broncoscópio Karl Storz, CR (Digitalizador) Carestream.
Retorno da imagem de Santa Cecília
Um momento religioso marcou a comemoração do aniversário do HSC: o retorno da imagem de Santa Cecília. Nos primeiros dias da nova administração, um morador, vizinho ao Hospital, procurou a direção e contou que, há anos, existia uma capela e nela ficava uma imagem de Santa Cecília. E reivindicou a possibilidade de não só a capela, como também a imagem, retornar para o local.
A imagem tinha sido devolvida para a Igreja de Santa Cecília, uma das mais tradicionais da cidade do aço. Após contato, a administração do hospital reconstruiu a capelinha e a imagem voltou ao seu lugar de origem. O padre Silvio Rafael Juliano e o bispo D. Luiz Henrique da Silva Brito benzeram a imagem e os participantes que acompanharam o momento histórico.
Cápsula do tempo
Na próxima segunda, 7, Dia Nacional da Liberdade da Imprensa, os colaboradores do Hospital Santa Cecília vão depositar em uma cápsula mensagens e registros de como imaginam o HSC daqui a 20 anos. A cápsula do tempo será enterrada nas proximidades do hospital, em um jardim próximo de onde há um ano, na inauguração, uma árvore foi plantada.

Deixe uma resposta