Rodrigo espera por ‘Bairro Seguro’ e PPC

Na quinta, 19, o prefeito Rodrigo Drable participou do I Fórum Municipal de Segurança Pública, realizado no Parque da Saudade para debater temas que afetam o sistema de segurança da cidade, como a importância da implantação de uma companhia independente da Polícia Militar. Desde que foi criada a 2ª Companhia de Barra Mansa sempre foi dependente do Batalhão do Aço, localizado em Volta Redonda e várias vezes os prefeitos, como Drable, não comungaram das mesmas ideias impostas pelos comandantes do 28º.
Só que o tema não foi discutido abertamente.
“Nós decidimos fazer esse debate em um modelo onde todos pudessem apresentar de forma mais profunda suas visões, propostas e soluções para essas demandas relacionadas a melhoria da segurança no município. É essencial ouvirmos a sociedade civil e integrarmos com os órgãos da segurança pública, para que todos pensem juntos sobre o que será melhor. Nosso intuito é atender os munícipes da melhor forma possível, deixando-os seguros”, comentou Drable, prometendo investir mais no aparelhamento da GM. “O que queremos é o programa Bairro Seguro e PPC para a Região Leste”, disparou.
A comandante do 28º BPM, Andreia Campos, parece ter entendido o recado. “Tão importante quanto reduzir os índices de criminalidade, é trazer a sensação de segurança para a população de Barra Mansa. Gostaria de ressaltar a possibilidade de criação de um PPC (Posto de Policiamento Comunitário) na Região Leste, pois é um programa reconhecido pela eficiência. Além disso, para ajudar os jovens e as crianças a seguirem o caminho contrário da criminalidade, nós temos o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), que atende 11 escolas do município, cerca de 630 crianças. Nós estamos dispostos a trabalhar bastante para que alcancemos essa sensação de segurança e paz”, pontuou.
O Posto de Policiamento Comunitário, segundo ela, contará com uma viatura e quatro policiais 24 horas por dia, dispostos a atender qualquer demanda da população onde o PPC estiver instalado. Ano final do encontro ficou decidido que as demandas serão levadas ao Comando da PM e ao governador do Estado, via Marcelo Cabeleireiro.

Deixe um comentário