Grampos

– A foto mostra o resultado de uma ação do Saae-VR no Jardim Normândia, à Rua Senador Alfredo Ellis Junior. Ficou assim, aberto, cheio de m... vazando, pelo menos durante um mês. Sem contar que a equipe da autarquia destruiu o jardim que existia no local. Parece porcaria de gestão. E é. 

Amigo da criança (I) – O prefeito Samuca Silva recebeu na quarta, 1°, o prêmio da Fundação Abrinq ‘Prefeito Amigo da  Criança’. A premiação reconhece os governantes locais que se dedicaram e cumpriram todas as etapas propostas ao longo da gestão, alcançando as metas estipuladas pela Fundação. “É um legado que deixaremos para nossa cidade” comemorou, destacando que seu governo criou políticas públicas para a proteção das crianças e dos adolescentes.

Amigo da criança (II) – De um total de 125 prefeitos reconhecidos pela Fundação Abrinq, através das boas práticas que adotaram ao longo dos últimos anos, apenas dois foram do estado do Rio. “É muito gratificante (prêmio). Cuidar das crianças e adolescentes deve ser prioridade de governo”, justificou, lembrando que Volta Redonda promoveu a redução de 2,1 pontos na taxa de distorção idade-série no Ensino Fundamental, anos iniciais, da rede pública  municipal. De 18,5, em 2016, para 16,4, em 2019. “Além disso, aumentamos 263,9% os recursos destinados ao Fundo Municipal dos Direitos da  Criança e do Adolescente”, acrescentou Samuca.

Toque de recolher – A prefeitura de Valença radicalizou no combate à Covid-19. Por decreto, determinou toque de recolher no distrito de Barão de Juparanã no período das 20 às 4 horas. “Está proibida a circulação das pessoas nas ruas nesse horário”, alertou, aproveitando para suspender as atividades não essenciais no distrito por 15 dias a contar de quinta, 3.  

Pré-candidato – O radialista Renan Cury anunciou ontem, sexta, 4, dia em que estava completando 30 anos, que é pré-candidato a vereador em Volta Redonda. Ele começou a carreira no rádio em 2010 e, desde 2011, faz parte da equipe de produção do programa Dário de Paula. Candidato pelo Solidariedade, Renan garantiu que nunca quis ser político. “Mas cheguei à conclusão que o mal só vence quando as pessoas de bem se omitem”, justificou. “Desafio topado, vamos à luta em busca de uma cidade melhor”, completou. 

 

Água (I) – Ainda como parte do acordo, a direção do Saae-VR está ampliando o sistema de abastecimento de água potável para a região do Roma. O grupo imobiliário entrou com o dinheiro – R$ 800 mil – e a autarquia vai cuidar das obras às margens da Rodovia dos Metalúrgicos. Aí é que mora o perigo. Para quem não se lembra, coube ao Saae a maior parcela dos transtornos gerados na região do Belvedere com as obras da família Campos Pereira.

Água (II) – A foto mostra o resultado de uma ação do Saae-VR no Jardim Normândia, à Rua Senador Alfredo Ellis Junior. Ficou assim, aberto, cheio de m… vazando, pelo menos durante um mês. Sem contar que a equipe da autarquia destruiu o jardim que existia no local. Parece porcaria de gestão. E é. 

Água (III) – Para piorar a situação, os moradores do Jardim Normândia ficaram sem água pelo menos durante três dias, furto de um vazamento em uma das ruas. O vazamento, inclusive, podia ser visto a olho nu. Só não viu quem é cego, ou quem não conhece a cidade por ser de uma cidade vizinha, como é o caso de Zeca, presidente do Saae. 

Aviso – O comércio de Volta Redonda será reaberto na segunda, 7. Se for, né? 

Feira – As barracas de gêneros alimentícios da Feira Livre deste final de semana poderão funcionar das 6 às 14 horas. Na de domingo passado, na 60, tinha camelôs vendendo bugigangas, feirante vendendo produtos do lar e podia-se comprar até passarinhos expostos em gaiolas entre uma barraca e outra. 

Doação – A secretaria de Ação Comunitária de Volta Redonda (Smac) está recebendo doações de agasalhos para posterior distribuição à população em situação de rua. Quem quiser colaborar pode levar os agasalhos à sede da pasta na Rua Antônio Barreiros, 194, bairro Nossa Senhora das Graças, de segunda a sexta, das 8 às 17 horas. Cobertores, meias e todo tipo de roupas de frio também serão aceitos. 

O retorno – Pouca gente percebeu, mas quem estava todo serelepe no lançamento da pré-candidatura de Márcia Cury era o empresário Mauro Campos Pereira, ex-assessor especial de Samuca Silva. Tadinha dela.

Creche – O prefeito Samuca Silva, em cerimônia simbólica por conta da Covid-19, entregou a nova creche em tempo integral da cidade, com capacidade para 100 alunos, e que fica na Avenida Sávio de Almeida Gama, no Retiro. O investimento foi de  R$1.419.046,53. Na cidade, em 2017, havia 13 turmas; com a nova inauguração, já são 64 turmas, beneficiando 1482 crianças.

Justiça (I) – Como o aQui noticiou, com exclusividade, o juiz da 6ª Vara Cível de Volta Redonda, André Aiex, indeferiu o pedido do prefeito Samuca Silva de permitir o funcionamento das academias e das igrejas e templos de qualquer culto ou religião, com a presença física de fiéis. A decisão, que ainda está em vigor, foi publicada na noite de segunda, 29.  

Justiça (II) Na sua decisão, o juiz justifica a negativa por estar acompanhando o noticiário da mídia e por ter sido informado pelo próprio prefeito Samuca Silva de que o comércio de Volta Redonda voltaria a ser fechado por mais 7 dias a partir de segunda, 29. E ainda pelo fato de o Hospital Regional não estar recebendo mais pacientes com a Covid-19 por falta de pagamentos do governo do Estado à OS que administra a unidade, localizada no Roma. 

Números Em pouco mais de três meses de operação, o cinturão de segurança já abordou mais de 570 mil veículos que entram em Volta Redonda. De acordo com a GM, 3.200 foram autuados, sendo que 60% das multas foram relativas à falta do uso do cinto de segurança, 20% são de motoristas falando ao celular, 10% pela falta da Carteira Nacional de Habilitação e os outros 10% por outras infrações. Só não revelou quantos motoristas mandou de volta para casa…  

Em ação – A força-tarefa da prefeitura de Volta Redonda teve trabalho na segunda, 29, para fiscalizar o novo fechamento do comércio na cidade do aço. Em Niterói, foram fiscalizados uma loja de móveis, outra de ar condicionado e até um lava a jato. No Conforto, os fiscais foram até uma loja de conveniência que estaria funcionando com superlotação de clientes.    

Na periferia  No Santo Agostinho, a fiscalização foi em uma loja de doces, outra de móveis e em uma academia que, na maior cara de pau, estavam abertas. Já no Retiro a fiscalização foi realizada em uma loja de departamento e outra de cosméticos, ambas funcionando em ‘meia porta’. Malandrinhos, né?

Marmitex   De segunda a sexta, o Restaurante Popular, localizado no Aterrado, voltou a fornecer almoço em marmitex por conta da restrição ao funcionamento do comércio não essencial , que foi decretado pela prefeitura de Volta Redonda a partir de segunda, 29. Tudo na base de R$ 3,50, sendo que o desjejum ficou suspenso. Conforme release enviado pelo Palácio 17 de Julho, a venda do marmitex ia até ontem, sexta, o que criou uma dúvida: o rango volta a ser servido normalmente na segunda ou só na terça, quando as lojas poderão reabrir?  

Vai vendo (I) – Na manhã de sábado, 27, por volta das 6 horas, o posto de fiscalização da Guarda Municipal de Volta Redonda montado no Jardim Amália, nas proximidades da antiga boate Porão, não tinha nenhum GM em ação. Será que não trabalham à noite? 

Vai vendo (II) – Em tempo, por volta das 7 horas, ou seja, uma hora depois, uma viatura da GM chegou e dela desembarcaram dois GMs.   

Vai vendo (III) – A determinação, prevista em decreto assinado pelo prefeito Samuca Silva, de que os supermercados devem abrir das 7 às 8 horas para atender os idosos do grupo de risco não está sendo cumprida por todas as redes. O mercadinho da Colina, por exemplo, no sábado, 20, só começou a atender os idosos às 8 horas.

Na praça – Na pracinha da ETPC, no final de semana, foram disputadas algumas boas ‘peladas’. Detalhe: nenhum craque estava usando máscara de proteção individual. Nem no campo, muito menos na rua antes e depois das partidas.              

Viajando – Nos bastidores do Palácio 17 de Julho há quem esteja ‘viajando na maionese’. Ou não. Entre os pessimistas, a tese que prevalece é que o ex-prefeito não será candidato. E que, por conta disso, está prestes a topar lançar seu irmão, Munir Francisco, como vice de Márcia Cury. Os otimistas, por sua vez, entendem que Munir sairá como candidato a prefeito. 

A conferir – A chapa Márcia/Munir estaria sendo costurada pelo deputado federal Antônio Furtado só para derrotar Samuca. Por falar no delegado, o parlamentar tem apanhado direto nas redes sociais por conta de um projeto de lei que quer aprovar em Brasília. O de obrigar as empresas, públicas e privadas, a contratarem 20% do efetivo à população de baixa renda. Ou seja, quer garantir, na marra, emprego para quem ganha até 3 salários mínimos. 

Deixe uma resposta