Grampos

FBG – Novas ‘bombas’ podem explodir no pátio da Fundação Beatriz Gama.

Delegado – A 93ª DP tem novo titular. É Wellington Pereira Vieira, que estava em Barra do Piraí. Espera-se que passe a morar em Volta Redonda, pois o ex-titular, Franquis Nepomuceno, vivia se ausentando da cidade do aço e era quase impossível fazer o registro de uma ocorrência na delegacia. E tem mais. Que facilite o trabalho da imprensa…

Pórticos – O vereador Fernando Martins quer que o prefeito Samuca mande instalar pórticos limitadores de altura antes de viadutos e pontes existentes na cidade do aço. Não é nada, não é nada, não é nada mesmo. Deveria pedir é a construção de novas pontes e viadutos, não é mesmo?

Água (I) – Parece incoerência, mas foi só chover em Volta Redonda que a população de muitos bairros ficou sem água para beber. Para piorar, o 115 do Saae-VR anda mudo, principalmente, à noite, depois das 18 horas. Querem saber mais? A autarquia, que já foi a menina dos olhos do ex-prefeito Neto, tem cerca de 50 pedidos de carros-pipa para atender. Estão todos ‘represados’ em uma gaveta de um dos gerentes operacionais do órgão. Detalhe: que é ligado a um vereador evangélico, também ligado a uma empresa de ônibus que vive dando dores de cabeça ao prefeito Samuca Silva.

Água (II) – Será que o tal gerente operacional é parente da Márcia, assessora do prefeito Crivela? Para quem não sabe, o nome da assessora virou piada na internet após ser indicada por Crivela a líderes religiosos e fiéis de igrejas evangélicas para a marcação de cirurgias na cidade maravilhosa. Cirurgia aqui não é o caso, é carro-pipa mesmo.  Ele é um danadinho…

Água (III) – Um conselho ao presidente do Saae-VR, José Geraldo: não vá até a região do Jardim Belmonte. Se for, que leve seguranças, pois os moradores da região estão fulos com ele. Motivo: estão sem água há quase sete dias. Ou melhor, desde domingo passado. 

Santa Rita (I) – Por culpa do Saae, e enquanto o verão não chega, Samuca passou a ser cobrado nas redes sociais. No Instagram, por exemplo, uma internauta reclamou da falta de água no bairro Santa Rita do Zarur, principalmente nos morros. “Estamos sem água há cinco dias”, postou, dizendo que tinha pedido um carropipa, e não tinha sido atendida. “Enfrentamos esse problema há anos. No calor, já ficamos 15 dias sem água”, desabafou, batendo até nos vereadores “que não tomam providências”.

Santa Rita (II) – Para acalmar a internauta, Samuca disse que o Saae estava tentando resolver o problema e pediu o número do protocolo do pedido da pipa. “Vou enviar o protocolo da solicitação do caminhão-pipa para a equipe. Abraço”, escreveu. Ela respondeu: “1603788”. Será que foi atendida pelo gerente operacional evangélico?

Beira-Rio – Na noite de terça, 8, uma equipe do Saae esteve – deve ser a milésima vez – tentando consertar um vazamento na tubulação da Avenida Beira-Rio. O serviço terminou por volta das 23 horas e todos foram dormir, satisfeitos com o dever cumprido. Não deveriam. Na manhã de quarta, 9, a água voltou a ser desperdiçada.  

Quem avisa amigo é – Ou o prefeito Samuca Silva manda jogar água nos corredores do Saae-VR para fazer uma boa limpeza nas salas ou caberá a ele, como chefe do Poder Executivo, assumir a crise da falta de água generalizada que vai explodir no verão de Volta Redonda.

Verão – Quem mora no bairro São Sebastião, região do São Luiz, por exemplo, e que está animado com a colocação de uma rede de abastecimento de água para as casas da localidade, pode tirar o cavalinho da chuva. A falta de água só será resolvida (se for) a longo prazo. Nunca antes ou durante o verão. Quem viver verá!

Era Digital – O Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro promove na próxima quarta, 16, um encontro de administradores para debater, com estudantes e profissionais do setor, as tendências e oportunidades para a categoria na Era Digital. A programação é gratuita e as inscrições podem ser feitas pelo link https://cra-rj.adm.br/encad-de-volta-redonda/. O evento será em uma unidade móvel que ficará estacionada na Praça Sávio Gama, no Aterrado, a partir das 12 horas, oferecendo, entre outras, alguns procedimentos, como emissão da carteira profissional, transferência de registro, emissão de segunda via de cart

À venda (I) – A prefeitura de Volta Redonda está colocando à venda mais um lote no Parque Empresarial João Pessoa Fagundes, às margens da Rodovia dos Metalúrgicos. A concorrência pública, do tipo maior oferta, será realizada no dia 29 de outubro, às 9 horas, no Palácio 17 de Julho. A medida faz parte das decisões do Comitê de Gestão de Crise Financeira, criado no último dia 3, para evitar colapso financeiro e garantir os serviços municipais.

À venda (II) – O terreno oferecido tem área de 14.267,03 m² e a avaliação é de R$ 1.641.136,46. Os interessados em vistoriar o terreno devem agendar a visita pelo telefone (24) 3339-9132, em dias úteis, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. O prefeito Samuca Silva afirmou que, além de gerar receita, o dinheiro da venda do lote também vai gerar impostos e empregos. “A geração de empregos é uma prioridade da gestão municipal”, afirmou Samuca.

Violência – A secretaria de Esporte e Lazer de Volta Redonda vai oferecer neste sábado, 12, na Arena Esportiva, durante a realização do Festival das CriançasMaratoninha Cultural, uma oficina de técnicas de prevenção e enfrentamento à violência contra meninas e mulheres com a professora Luciana Lima, do projeto ‘Eu Me Amo, Eu Me Protejo’. A ideia é apresentar técnicas e dicas na prevenção e enfrentamento à violência, com orientações teóricas exemplificando e identificando essas situações. Poderão participar meninas acima de 15 anos. Fica a sugestão: que a oficina seja realizada para as meninas internadas na Fundação Beatriz Gama.

Cidade inteligente (I)- Uma equipe da prefeitura de Volta Redonda esteve visitando o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) do Estado do Rio de Janeiro, que foi criado em 2013, para controlar e monitorar grandes eventos, como a Jornada Mundial da Juventude, a Copa do Mundo, as Olimpíadas e o Rock in Rio, entre outras. Hoje, a central administra o ‘190’ da região metropolitana do Rio de Janeiro.

Cidade inteligente (II) – Ao falar sobre a visita, o prefeito Samuca Silva lembrou que Volta Redonda foi selecionada pelo programa Pró-cidades, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), para ser contemplada com o financiamento de mais de R$ 40 milhões para torná-la uma cidade inteligente (smart city). “Com esse financiamento, esperamos fazer de Volta Redonda uma cidade ainda melhor para se viver, com mais segurança, mais iluminada e com sistemas integrados na saúde e educação”, justificou. Segundo ele, além da troca de toda iluminação pública, estão previstas a ampliação do projeto Cerca Inteligente (Câmeras de OCR) em mais pontos da cidade e a instalação de câmeras com reconhecimento facial, projetos que visam aumentar a segurança pública no município. 

Cidade inteligente (III) – Procurada para falar a respeito do financiamento de R$ 40 milhões, a prefeitura de Volta Redonda, até o fechamento desta edição, não tinha se pronunciado. Afinal, o valor faz parte do pedido de R$ 80 milhões que o Palácio 17 de Julho estaria contraindo com um bancão do governo Federal.  

Segurança presente (I) – O governo do Estado poderá implantar o programa ‘Segurança Presente’ em todos os municípios fluminenses. A determinação é do Projeto de Lei 48/19, do deputado Rosenverg Reis (MDB), que foi aprovado, em segunda discussão, pela Assembleia Legislativa, na terça, 8. A norma foi encaminhada ao governador Wilson Witzel, que terá até 15 dias úteis para decidir pela sanção ou veto. “Vivemos diariamente com olhar desconfiado, entrando em lojas para atender ao telefone, evitando alguns lugares à noite, ou então, até mesmo o simples ato de se sentar no banco de uma praça. Hábitos que se tornaram preocupantes no nosso dia a dia, tendo em vista a ausência de segurança nas ruas”, justificou Rosenverg.

Segurança presente (II) – O PL de Rosenberg joga por terra a jogada do deputado federal Antônio Furtado (PSL), que queria ser o pai da ideia de lançar o projeto, com apoio de Witzel, na cidade do aço.

Praça Japão (I) – Desde quinta, 10, até prova em contrário, os voltarredondenses estão podendo frequentar, tranquilamente, a Praça Japão, localizada nas imediações da Igreja Santa Cecília, na Vila. É que a Guarda Municipal instalou no local um gabinete móvel para oferecer segurança aos fiéis e frequentadores da pracinha. Até então, a praça só era usada por usuários de drogas, etc.  

Praça Japão (II) – O prefeito Samuca Silva garantiu que a ação foi pensada junto com o núcleo estratégico de inteligência da secretaria de Segurança Pública e com a Guarda Municipal. “Essa é a primeira vez que o poder público ocupa esse espaço, que há tanto tempo vinha sendo esquecido e usado para diversos fins. Acreditamos que, assim, levaremos mais segurança e conseguiremos dar a destinação que a praça merece, com um ambiente monitorado e adequado para uso familiar e de lazer”, comentou.

Praça Japão (III) – O engraçado é que a própria GM diz que a praça já seria monitorada por câmeras do Ciosp.  

Escritura fácil (I) – Equipes do Comitê de Gestão de Crise Financeira, criado pelo prefeito Samuca Silva, querem criar duas frentes de trabalho: uma para reduzir despesas; outra para aumentar receitas. Tudo a curto prazo. Dentre as ações está a implantação do programa Escritura Fácil, que permite a emissão de IPTU para quem conseguir o certificado de posse do imóvel que ocupa. “Além de ser um processo muito aguardado por quem hoje tem posse de imóvel e que não tem essa garantia, o município está buscando uma forma de reconhecer o possuidor como uma das etapas do ‘Escritura Fácil’. Vai ser uma grande ação que vamos anunciar nos próximos dias, pois ainda está em fase de planejamento”, explicou Samuca Silva.

Escritura fácil (II) – Outra ação – para aumentar a receita – passa pela venda dos imóveis que são da prefeitura e atualmente estão sendo utilizados por terceiros, seja por concessão ou autorização de uso. E ainda o leilão de cerca de 80 veículos da frota municipal.

Igrejas – Representantes da prefeitura de Volta Redonda se reuniram na quinta, 10, com o Conselho de Pastores da cidade do aço para debater a regularização das igrejas, entre outros assuntos, como as demandas dos líderes evangélicos. Samuca não esteve presente, mas foi representado pelo secretário do Gabinete de Estratégia Governamental, Nelson Gonçalves. Foi a primeira reunião de trabalho de Nelsinho, ex-deputado estadual. “Temos que dialogar e ouvir as demandas não só das nossas igrejas, mas também das comunidades”, destacou. A próxima reunião já está marcada: será na quinta, 17.

Praças – A prefeitura de Volta Redonda vai entregar, ainda em outubro, mais três áreas revitalizadas na cidade. São praças, quadras poliesportivas e campo de futebol para quem mora no Jardim Ponte Alta, Água Limpa e Fazendinha. O investimento é da ordem de R$ 175 mil.

Creche integral (I) – O governo Samuca pretende construir mais uma creche de tempo integral para atender cerca de 100 famílias do Retiro. Vale lembrar que, em fevereiro, a prefeitura inaugurou o Cmei (Centro Municipal de Educação Infantil Maria dos Santos Ribeiro Hygino) da Vila Rica, que atende 200 crianças de seis meses a 3 anos, e que funciona com duas turmas de berçário, três de Maternal I, três de Maternal II e duas de Maternal III. “Nosso objetivo é garantir que as famílias possam trabalhar e deixar seus filhos em segurança. Estamos construindo uma nova unidade de tempo integral que vai beneficiar mais famílias. Essas ações colaboram com o crescimento da cidade e com a melhoria da qualidade de vida e a educação do município”, comparou Samuca. Estão sendo investidos cerca de R$ 1,4 milhão na construção da unidade.

Barra Mansa – O deputado estadual Gustavo Tutuca (MDB), que espera sair pré-candidato a prefeito em Volta Redonda, divulgou que intermediou um convênio entre o DER (Departamento de Estradas e Rodagens) e a prefeitura de Barra Mansa. Pelo acordo, o DER vai fornecer asfalto e manilhas, entre outros, para que o governo Rodrigo Drable (DEM) possa realizar algumas obras no município.

Procissão (I) – Hoje, sábado, 12,acontece em Barra Mansa a 59º Procissão Fluvial em homenagem a Nossa Senhora Aparecida. São esperados centenas de fiéis ao evento, que começará às 14 horas, com término previsto para as 20 horas, passando pelos bairros Vila Maria, Vila Nova, Roberto Silveira e Centro.

Procissão (II) – A procissão será às margens do Rio Paraíba, na altura do Roberto Silveira e vai até a Avenida Getúlio Vargas, popularmente conhecida como Beira-Rio. Antes, porém, a imagem da padroeira do Brasil sai em carreata pelo Centro de Barra Mansa, até a Igreja que leva o mesmo nome da Santa, no bairro Vila Maria.

Eles merecem – Os servidores do setor imobiliário da prefeitura de Volta Redonda merecem nota 5 pelo atendimento ao público. E mais uma nota 5 por resolverem os problemas comuns  à pasta. Na soma, merecem nota 10.

Polo Metalmecânico (I) – Na terça, 15, o governador Wilson Witzel deverá assinar decreto que prevê a concessão de incentivo fiscal para as empresas que vão se instalar no Polo Metalmecânico de Volta Redonda. A assinatura acontece exatamente um ano depois do anúncio da criação do polo. A cerimônia será no Palácio Guanabara e terá a presença de representantes da CSN e do prefeito Samuca Silva.

Polo Metalmecânico (II) – Na prática, o governo do Estado ainda não divulgou como se dará a política de incentivos fiscais para as empresas do polo. O que se sabe é que houve a simplificação dos tributos, mas não há, por enquanto, informações sobre carência e percentuais.

Política – A opinião de alguns vereadores com a notícia de que o Polo Metalmecânico sairá do papel foi de que Samuca tem tudo para chegar como favorito nas eleições de 2020. Motivo: a abertura de quatro mil novas vagas de emprego na cidade do aço. Detalhe: empregos qualificados. Tem mais. Há quem garanta que mais de sete mil empregos serão gerados de forma indireta.

Sinal – Quem conhece o jogo político diz que a assinatura dos incentivos ao Polo Metalmecânico pode ser sinal de uma parceria entre Witzel e Samuca. Quem viver verá!

Partidos – O ex-prefeito Neto anda empenhado em montar duas nominatas de partidos diferentes para eleger dois vereadores em 2020. Neném (PSB) e Vander Temponi seriam os protegidos do grupo. Dizem que a tarefa não será fácil.

Homenagem – O prefeito Samuca Silva foi homenageado na noite de ontem, sexta, 11, na Câmara de Vereadores, em alusão ao Dia do Contador.

CDL – O leitor deve se lembrar do grampo, publicado na edição passada, dando conta que o presidente da CDL-VR, Gilson Castro, se posicionou abertamente pela volta do ex-prefeito Neto. Pois bem. O assunto virou ‘tema proibido’ na entidade. Diretores temem que o governo Samuca, sempre parceiro das entidades comerciais, comece a jogar “duro” com a CDL-VR.

Desligamento – Cumprindo promessa de acabar com os RPAs, a prefeitura de Volta Redonda já desligou cerca de 300 funcionários que recebiam por esse modelo. Serão substituídos por concursados.

Emprego – A CSN deu início à contratação de mais 68 trabalhadores para a UPV. Interessados têm até o dia 8 de novembro para acessar o site da empresa e cadastrar currículos. Há vagas para mecânico, eletricista industrial, eletricista de auto e operador de máquinas.

Deixe uma resposta