Grampos

Luto – O cardiologista Hiroshi Matsuda, na foto, morreu na noite de quinta, 2, no Hospital Unimed, onde estava internado, após ter contraído a Covid-19. Detalhe: ele tinha tomado as duas doses da vacina contra a doença, mas seu quadro se complicou. Ele chegou a ser intubado, mas não resistiu. Marta Teixeira, sua esposa, também contraiu a Covid-19 e chegou a ficar na UTI da mesma unidade hospitalar. Ela também teria tomado as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Festa – O prefeito Neto pode até reclamar da falta de dinheiro nos cofres do Palácio 17 de Julho. Mas, pelo menos no final do ano, ele pretende gastar uma grana para deixar a cidade do aço mais bonita. É que ele quer fazer uma decoração de Natal por toda Volta Redonda. “Para melhorar a autoestima”, justifica.

Rio – Na próxima sexta, 10, o prefeito Neto vai descer a Serra das Araras para um encontro com o governador Cláudio Castro. Irá acompanhado do vereador Renan Cury e do deputado federal Dr. Luizinho.

Bola cheia – Munir Francisco, irmão de Neto e secretário de Ação Comunitária, reinaugurou mais dois Cras (Centro de Referência da Assistência Social) em Volta Redonda: na quinta, 2, no Jardim Belmonte, e ontem, sexta, 3, na Candelária. O próximo a ser reaberto será o Cras do Padre Jósimo. “Quando assumimos, dos 35 Cras que deixamos em 2016, nenhum estava funcionando. Todos estarão abertos até o final do ano”, prometeu Munir.

Sugestão – O vereador Rodrigo Furtado apresentou na sessão de segunda, 30, da Câmara de Volta Redonda, dois requerimentos ao prefeito Neto. Quer que o Executivo use parte da verba de quase R$ 40 milhões arrecadados com a venda da gestão da folha de pagamento ao banco Itaú para manter o ensino médio nas escolas da Fevre e para o pagamento dos ex-comissionados do governo Samuca.
Candidato – Por falar em Furtado, o vereador disse que está esperando uma posição do seu partido, o PSC, para saber se será ou não candidato no pleito eleitoral de 2022.

Animal – O vereador Renan Cury (SD) quer que as pessoas em situação de rua atendidas no albergue municipal possam entrar no local com seus animais de estimação. Atualmente, os cachorrinhos precisam ficar do lado de fora. Não é fofo?

Minério – O prefeito Neto enviou à Câmara o Projeto de Lei 053/2021 para permitir que o município a se associe à Amig – Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil. O motivo é… não sabemos. Em seu site, a Amig explica que dentre suas missões está a defesa dos interesses e direitos dos municípios mineradores no desenvolvimento sustentável.

Troca – A 90a Delegacia de Polícia Civil em Barra Mansa tem um novo delegado: trata-se de Michel Floroschk, que já foi delegado adjunto em Volta Redonda. Ele estava como delegado titular em Resende, na 89ª DP. Ronaldo Aparecido, que estava à frente da delegacia barra-mansense há dez anos, vai para Resende. Vai a contragosto, e conseguiu apoio do prefeito Rodrigo Drable e de grupos empresariais da cidade. Já vimos esse filme, e deu no que deu…

Bagunça (I) – Apesar de todos os alertas, a Guarda Municipal de Volta Redonda e a Polícia Militar seguem fechando os olhos para aglomerações, algazarras e som alto na Praça da Colina. Pelo menos agora, a Câmara resolveu agir. Coube a Renan Cury se assustar e postar em seu Facebook um vídeo do local com centenas de jovens durante a madrugada. Por isso, o parlamentar fez um requerimento à Guarda Municipal, para que a corporação faça uma base no local de forma permanente aos finais de semana.

Bagunça (II) – No verão passado, durante o mandato do ex-prefeito Samuca Silva, somente uma medida foi capaz de evitar as aglomerações na Praça da Colina: a proibição de utilização do local pelos bares.

Bagunça (III) – Quem esteve na Praça da Colina no sábado, 28, viu a força-tarefa da prefeitura passando pelo local por volta de 1 da madrugada. Detalhe: os agentes apenas vistoriaram se os bares já haviam encerrado seus funcionamentos. Sobre aglomeração, nada foi feito.
Droga – O vereador Ednilson Vampirinho (PRB) vai representar os parlamentares no Conselho Municipal de Políticas Públicas para Drogas e Álcool.

Ausências – Não houve sessão na Câmara de Volta Redonda na quinta, 2. Motivo: não havia quórum, pois apenas 10 parlamentares deram as caras na Casa. O mínimo são 11.

Parlamento (I) – A Assembleia Legislativa do Estado do Rio lançou a 13ª edição do Parlamento Juvenil. O projeto é uma parceria entre a Casa e a secretaria de Estado de Educação (Seeduc), que tem como objetivo incentivar jovens de escolas estaduais a experimentar a atividade política e conhecer o processo legislativo. As inscrições para concorrer ao PJ poderão ser realizadas a partir de segunda, 6, até o dia 17 de outubro pelo site https://www.par
lamentojuvenil.rj.gov.br/.

Parlamento (II) – Para se inscrever e concorrer à eleição como candidato ao Parlamento Juvenil em cada município do estado do Rio, é necessário ser aluno do 1º ou 2º ano do ensino médio da rede pública estadual, e ter entre 15 e 18 anos completos. Os inscritos concorrerão em dois turnos de uma eleição – primeiro, entre os candidatos de sua própria escola e, depois, de forma on-line, entre os candidatos eleitos em cada escola do seu município. Cada um dos municípios poderá ser representado por um parlamentar juvenil, exceto a capital, que é dividida em três zonas e, portanto, contará com três representantes.

Manifestação – Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro não devem fazer qualquer manifestação em 7 de setembro em Volta Redonda. É que o grupo ‘Vem pra direita-VR’ está convidando seus apoiadores para estarem na Avenida Paulista, no Dia da Independência, onde o presidente estará. Em vídeo divulgado nas redes sociais, empresários da cidade fazem o convite para os bolsonaristas estarem em São Paulo. Entre eles, os empresários Maurinho Campos, Osmar Fernandes e Bruno Marini.

Guerra (I) – A inteligência da Polícia Civil em Volta Redonda espera um acirramento dos confrontos entre traficantes da cidade. É que as facções Terceiro Comando e Comando Vermelho voltaram a trocar farpas após a morte de Naldo, assassinado no Conforto na terça, 31. Ele seria do Comando Vermelho.

Guerra (II) – A Polícia Militar, entretanto, já vem apertando o cerco ao tráfico de drogas no Santa Cruz. Na noite de quinta, 2, 1,6 mil papelotes de cocaína foram apreendidos no Residencial Ingá I. Segundo a PM, todo o material foi abandonado por suspeitos de tráfico, que fugiram por área de mata após notarem a presença da PM. Os agentes fizeram buscas, mas não localizaram nenhum suspeito.

Sem luz – A Rua Isabel Ventura, no Retiro, vive na maior escuridão há mais de um mês e os moradores já não querem nem reclamar mais. Dizem que isso não adianta, pois o setor de iluminação pública só quer saber de trocar lâmpadas nas áreas ‘preferenciais’ da cidade. É mole?

Deixe uma resposta