Grampos

Mui espertos – Na terça, 25, a Guarda Municipal de Volta Redonda flagrou um casal extraindo areia em um riacho que corta a área do Zoológico, na Vila. Os espertos, que chegaram a construir uma espécie de deque (ver foto) para retirar a areia, usando baldes (de tintas, usados), foram levados para a 93a DP.

Vai sair caro – A exoneração do vereador Halison Vitorino do cargo de diretor administrativo do Hospital São João Batista saiu no VR Em Destaque (Decreto 16.687), com data de 19 de maio. Ou seja, ocupou o cargo por exatos 9 dias, afinal, oficialmente, virou diretor do HSJB no dia 10 de maio. Ah, conforme a publicação, Halison pediu demissão, o que não deve livrar a sua cara caso seu suplente, Guilherme Sipe, insista em pedir a sua cadeira no Parlamento da cidade do aço. E Sipe não deixou por menos: gostou da cadeirinha da Casa de Leis.

De novo – Parece piada, mas a secretaria de Saúde de Volta Redonda remarcou pela terceira vez consecutiva a licitação das 4 mil cirurgias de cataratas que o prefeito Neto tinha prometido, inicialmente, para o dia 25 de maio. Depois, passou para 2 de junho. Agora, se Ele ajudar, será feita no dia 10 de junho, às 14h30min.

Lixo – As três cooperativas de catadores de materiais recicláveis de Volta Redonda, formadas por pessoas de baixa renda, estão com tudo e não estão prosas. Ganharam um contrato, sem licitação, no valor anual da ordem de R$ 1 milhão e 80 mil, para recolher 1.728 toneladas/ano de lixo reciclável nas ruas da cidade do aço.

Multados – Através dos editais 061, 062, e 063/21, a prefeitura de Volta Redonda deu prazo de 30 dias, a contar de 24 de maio, para que o Flamengo, campeão carioca de 2021, o Vasco e o Botafogo recorram de multas que a eles foram aplicadas ainda no governo Samuca. Se quiserem pagar a multa, sem recorrer, terão um desconto de 60%. Valor das multas: R$ 30 mil para cada um.

Taxa de bombeiros – Além de cobrar uma taxa que todos odeiam pagar por entenderem que é obrigação do Estado, o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio anda penalizando ao extremo quem atrasa o pagamento da famigerada taxa de incêndio. Leitor do aQui, por exemplo, não recebeu o boleto bancário no endereço certo e a conta de R$ 167,04, com vencimento para 19 de março, virou R$ 202,47 para ser quitada no próximo dia 31, segunda. Ou seja, R$ 35,43 a mais de juros e multa, o que equivale a 21,21% de reajuste em apenas dois meses. Tá pior que os bancos, que esfolam seus clientes.


Força-tarefa (I) – No período de 20 a 23 de maio, a força-tarefa da prefeitura de Volta Redonda interditou três estabelecimentos comerciais. Os agentes colocaram fim até a uma festa clandestina. E na noite de sábado, 22, lacraram as portas da boate Auê. Não foi a primeira vez, e pelo visto, não será a última, pois há pouco o bar-boate já tinha sido interditado pelo mesmo motivo.

Força-tarefa (II) – Ainda na noite de sábado, 22, a força-tarefa dispersou uma aglomeração (mais uma!) na Pracinha da Colina e encerrou uma festa clandestina no Eucaliptal. Detalhe: na Colina, depois que os agentes foram embora, os jovens voltaram a se reunir, com seus isoporzinhos. Ficaram até por volta das 4 da matina. Segundo uma fonte do aQui, a farra pode acabar. É que a prefeitura vai trocar as câmeras de vigilância que existem ao redor da praça e que estão ‘fora de combate’. Que troque logo para que novas mortes pela Covid-19 sejam evitadas.

Dinheiro (I) – Tá precisando de até R$ 21 mil? E com taxa de juro nada extorsiva, como os bancos cobram? Se é o seu caso, não perca tempo. O Banco da Cidadania, órgão da prefeitura de Volta Redonda, está oferecendo empréstimos a empreendedores, microempreendedores – formais (MEIs) ou informais – e donos de pequenas empresas que comprovem realizar alguma atividade produtiva na cidade do aço. Os créditos são de até R$ 21 mil, com taxa de juros a partir de 0,25% ao mês, com 12 meses de carência e dois anos para quitação. “É um financiamento que vai de R$ 300 até R$ 21 mil”, destaca o prefeito Neto.

Dinheiro (II) – O empréstimo pode ser feito para capital de giro, investimentos em inovação, turismo, sustentabilidade, máquinas e equipamentos, franquias e expansão do negócio. Para solicitá-lo, o empreendedor deve ter inscrição no estado do Rio, faturamento anual de até R$ 360 mil e não possuir restrições no Serasa. A concessão de crédito será realizada mediante cadastro, a ser feito no Banco da Cidadania, que fica na Rua Antônio Barreiros, 194, bairro Nossa Senhora das Graças, e que funciona de segunda a sexta, das 8 às 17 horas.

Mudou – A secretaria de Saúde de Volta Redonda oficializou no VR Em Destaque que mudou sua sede para a Rua São João Batista, nº 35, em Niterói. Será que vai fazer diferença?

Chorume – A Central de Tratamento de Resíduos de Barra Mansa, que recebe todo o resíduo sólido produzido em Volta Redonda, não tem mais do que reclamar. Vai receber, fruto de uma quebra de ordem cronológica de pagamento, mais de R$ 1 milhão que o Palácio 17 de Julho lhe devia. O pedido foi feito por José Jerônimo, secretário de Infraestrutura. Tá podendo, o rapaz, pois os demais secretários não conseguem tal feito. O Processo Administrativo é o de nº 8433/2018.

Ônibus – Usuários das linhas da Sul Fluminense e até da Elite reclamam da falta de ônibus na linha Santo Agostinho. “Quase não está tendo ônibus, e o pouco que tem aparece lotado”, disse um deles em e-mail à redação. “Ficamos de 40 minutos a 1 hora no ponto esperando pelo ônibus”, acrescentou.

Futevôlei (I) – Essa até o baixinho Romário, senador da República, vai gostar. Já está em vigor a Lei Municipal Nº 5.792, que prevê a criação de um programa de incentivo à prática desportiva de Futevôlei nas praças e demais espaços públicos de Volta Redonda que possam ser utilizados para o desenvolvimento desse tipo de atividade.

Futevôlei (II) – As aulas de futevôlei serão ministradas por profissionais de Educação Física habilitados para a função. E a prefeitura deverá viabilizar a construção de quadras apropriadas em áreas públicas, podendo firmar parcerias com clubes e escolinhas da cidade do aço que adotem a prática deste desporto como modalidade.

Federal – O ex-superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Silva Saraiva, foi transferido para Volta Redonda, onde ficará subordinado ao delegado Pedro Paulo Simão da Rocha. Alexandre ganhou notoriedade após uma polêmica envolvendo o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. A impressão que se tem é que ele foi ‘promovido’ sendo transferido para a cidade do aço.

Política (I) – A criação de uma nova secretaria para atender a uma exigência do pastor-vereador Washington Uchôa, segundo Neto, não vai inchar a folha de pagamento do Palácio 17 de Julho. “Nós não estamos criando cargo nenhum”, disparou, garantindo que, para preencher os cargos necessários ao funcionamento da nova pasta, ele vai buscar assessores em outras secretarias. “Nós estamos tirando (assessores) de outras secretarias, senão daqui a pouco muita gente, querendo aparecer, vai começar a falar besteira, né?”, argumentou, se esquecendo que a nova pasta ainda depende de regulamentação.

Política (II) – Vale lembrar que Neto chegou a anunciar a ida do vereador-pastor para a Coordenadoria da Pessoa com Deficiência. Na época, em entrevista exclusiva ao aQui, o parlamentar disse que só iria deixar a Câmara se a coordenadoria fosse uma secretaria. Ele tinha razão. Oficialmente, nem a coordenadoria existia (ver foto), como não existe até hoje. A solução passou a ser a criação da nova pasta, com velhos cargos ou novos cargos.

No portalvr.com dá para verificar que, oficialmente, o Palácio só tem três coordenadorias: Juventude, Prevenção às Drogas e Proteção e Defesa Civil.

Saúde – O prefeito Neto enviou à Câmara de Volta Redonda um projeto para criar a Fundação Estatal de Saúde. Trata-se da criação de uma fundação dotada com personalidade jurídica própria para gerir a saúde do município, inclusive contratando pessoal. Será a nova ‘Cruz Vermelha de Volta Redonda’, que chegou a ter mais de dois mil funcionários…

Rotativo – A promessa de acabar com o VR Parking, feita por Neto nas eleições, não será cumprida. O projeto, inclusive, será ampliado. É que Neto conseguiu aprovar na Câmara, por unanimidade, a ampliação do sistema de estacionamento rotativo para o Bela Vista. Na Rua 19-A será adotado a Zona Azul, com preço de R$ 2,50 a hora.

Unidade – O médico Márcio Antônio Arbex, clínico geral, é o novo responsável técnico pelo Hospital do Retiro. A direção administrativa, claro, segue nas mãos de Márcia Cury.

Projeto – Essa é para Carlos Sarkis, assessor legislativo de Neto: os vereadores estão reclamando que as mensagens do prefeito estão chegando à Casa apenas horas antes das sessões. Há quem já pense em ir ao MP. Calma, gente.

Vaga (I) – Suplente de vereador, Guilherme Sipe (PP) sentiu o gostinho de ser um parlamentar por 10 dias, quando substituiu Hálison Vitorino, que virou diretor administrativo do Hospital São João Batista. O rapaz tomou gosto pela cadeira e entrou com um requerimento pedindo a Neném, presidente da Câmara, para ficar definitivamente. Segundo ele, a Lei Orgânica só permite que um vereador se licencie para assumir uma secretaria ou direção geral de autarquia. E Hálison saiu apenas para ser um diretor administrativo. Sipe, se não for acolhido, deve recorrer à Justiça comum.

Vaga (II) – Em uma coisa, Sipe tem razão: Hálison não foi diretor geral do São João Batista. O cargo nem existia no organograma do Serviço Autônomo Hospitalar. Tanto que Neto tratou logo de enviar, na terça, 25, um projeto para criar o cargo – que será ocupado por Sebastião Faria. Ah, o projeto foi aprovado e Hálison ficou a ver navios.

Vaga (III) – Apesar de tudo, Hálison se diz tranquilo e se apega ao inciso 3 do artigo 74 do Regimento Interno da Casa, que diz que o vereador pode se licenciar para desempenhar “missões temporárias de interesse do município”.

Taxa – O prefeito Neto publicou o Decreto 16.683, que regulamenta o Fundo Especial de Iluminação Pública. Ou seja, o fundo que vai receber os recursos arrecadados com a taxa de iluminação pública. Até aí, tudo bem. Só que um artigo ligou a luz amarela entre os vereadores. É o que diz que os recursos desse fundo especial “poderão ser aplicados pela secretaria Municipal de Fazenda em fundos de investimentos, exclusivos ou não, que possuam aportes do Município de Volta Redonda”. Pela lei aprovada na Câmara, os recursos só poderiam ser usados para custeio da iluminação pública.

Beira-Rio – Em entrevista ao radialista-vereador Betinho Albertassi na manhã de terça, 25, o prefeito Neto anunciou que o Saae-VR vai trocar a tubulação da Avenida Beira-Rio, onde o governo Samuca (leia-se Zeca, ex-presidente da autarquia) nada fez durante os últimos quatro anos, a não ser remendos – e ruins. “Será prioridade do PC (Paulo Cesar, atual presidente)”, garantiu.

ETA – Ainda segundo Neto, o Saae-VR vai construir uma nova estação de água na Vila Americana. “A grande obra do Saae no nosso governo vai ser uma nova estação de tratamento de água na Vila Americana”, prometeu.

Mobilidade Urbana (I) – Ao anunciar que o governo do Estado assumiu a paternidade do pacote de mobilidade urbana de Volta Redonda, Neto voltou a criticar o governo Samuca. “Contamos a história (ao governador) de que há 5 anos nós conseguimos R$ 60 milhões (para as obras) e o ex-prefeito, assim que assumiu (Palácio 17 de Julho), devolveu o dinheiro para o governo Federal”, disse.

Mobilidade Urbana (II) – Neto foi além. “Ficamos sem obra e sem dinheiro. Procuramos o governador e fizemos esse apelo a ele, que prometeu que iria nos atender. Fizemos todos os projetos, o que está faltando são detalhes. A obra será licitada pelo governo do Estado. Vai ficar em torno de R$ 94 a R$ 96 milhões”, acrescentou. Ou seja, o custo pelos cálculos de Neto teria subido de R$ 60 milhões para R$ 94 milhões. Ou R$ 96 milhões. “Vai ser dividido em 3 etapas, todas elas licitadas e construídas ao mesmo tempo. Uma vai ser uma ponte, vai ter 3 viadutos, 18 km de ciclovias, calçadas, pavimentação”, generalizou o prefeito. “Enfim, Volta Redonda vai virar um canteiro de obras”, gabou-se.

Viaduto – Na entrevista a Betinho Albertassi, Neto contou que o viaduto ligando o Jardim Amália ao ‘Aterrado’ será construído ao lado da Petrobras, que fica na Vila Americana, passando por cima da linha férrea, até chegar ao antigo restaurante Casarão, no Jardim Amália. “Vai terminar perto do Fórum, do Ministério Público”, detalhou. Resumindo: vai ligar o Jardim Amália ao Fórum de Volta Redonda e vice-versa.

Corredor (I) – Entra prefeito (Neto), sai prefeito (Neto), entra prefeito (Samuca), sai prefeito (Samuca), e ninguém consegue implantar uma faixa exclusiva de ônibus na cidade do aço. A bola da vez voltou ao colo de Neto, que garante: dessa vez sai. Quem acredita?

Corredor (II) – Ainda sobre o mesmo tema, Neto confirmou a criação de 18 km de ciclovias. “Vai ser do Santa Cruz até Niterói. E em volta da CSN vai ter uma ciclovia”, prometeu. Vale lembrar que Samuca também prometeu construir milhares de quilômetros de ciclovias. Na Rodovia dos Metalúrgicos, criou uma de 500 metros no máximo (ver foto). Não é nada, não é nada, não é nada mesmo.

Viaduto do Canal – Pelo menos uma coisa Samuca e Neto mostram que têm em comum: a construção de uma alça de acesso de quem sai da Rodovia dos Metalúrgicas em direção ao Fórum de Volta Redonda. Samuca prometeu e não cumpriu. Veja o que Neto está prometendo: “Na metade do (viaduto) Heitor Leite Franco, você vai descer por uma alça até ali, perto da capela mortuária, e pegar aquela pista do canal para sair lá na Vila Americana. Vai ter uma ponte passando por cima do Aeroclube e saindo perto do Kart”, detalhou, adiantando que, em paralelo, a obra terá passagem “para pedestre e ciclovia”. Promessa feita, promessa anotada.

Viaduto da Polícia Militar – Neto gabou-se ainda da construção de um novo viaduto nas proximidades do Batalhão do Aço, em Niterói. “Esse viaduto vai acabar com aquele cruzamento, com os sinais que têm naquele cruzamento perto da Polícia Militar. Vai ser um viaduto muito importante para Volta Redonda e para o trânsito. Você não vai ter mais, com esse viaduto, engarrafamentos, sinais. Ali vai ser passagem livre para todo mundo. Um gol de placa”, narrou.

Vídeo – A nova versão do pacote de mobilidade urbana do governo Neto (que provavelmente já estaria pronto se Samuca não tivesse vencido as eleições de 2016) já gerou até um novo vídeo que passou a circular nas redes sociais. Indagado por Betinho se o vídeo era do passado, Neto confessou: “Não. Ele foi adaptado agora, com a logomarca do governo do Estado, né? É um grande parceiro”, defende. “Sem a participação dele (governador), seria impossível”, acrescentou.

Aulas presenciais – Respondendo aos ouvintes do programa Fato Popular, Neto anunciou a vacinação dos professores da rede municipal de ensino. “Nós decidimos que a próxima remessa que vier de vacina será para começar a vacinar os professores de Volta Redonda”, disse, fazendo a previsão que a volta às aulas pode ocorrer em agosto, como o aQui já noticiou com exclusividade. “Acredito que, até lá, todos os professores devem ter sido vacinados”, ponderou.

Aniversário – No final da entrevista, Neto deixou um recado aos ouvintes: “O meu (aniversário) tá chegando. É sábado, sábado agora, dia 29”, disse, lembrando que é do signo de gêmeos, como Teco, radialista do programa, que trocava de idade naquele exato dia, 25 de maio. “Todo mundo que é geminiano é gente boa. Parabéns ao Teco. Valeu, cara. Você é gente boa”, avaliou.

Deixe uma resposta