Grampos

41 anos do PT (I) – “Uma nova primavera para nossos sonhos”. Esse é o lema de comemoração dos 41 anos do Partido dos Trabalhadores no Brasil. Em Volta Redonda, como parte das comemorações, o PT promove na próxima quarta, 24, uma live com a participação da deputada federal Benedita da Silva, José Dirceu e José Genoíno. A transmissão será pela página do diretório, no Facebook (https://www.facebook.com/ptvr13), a partir das 18 horas.

41 anos do PT (II) – A presidente do diretório local, Cida Diogo, revela que na live, os petistas irão abordar o cenário atual e o que pode ser feito pelo futuro do país, principalmente para a classe humilde e trabalhadora. “Faremos uma análise da importância do PT durante todos esses anos de luta em defesa da democracia, da soberania nacional e dos direitos do nosso povo. Vamos aproveitar também para homenagear todos e todas que se candidataram pela coligação PT-PV, e defenderam “A Esperança de Volta”, no ano passado, na eleição municipal”, disse Cida, que convidou todos os ex-candidatos para participar da live.

41 anos do PT (III) – A data oficial de aniversário do partido foi no dia 10 de fevereiro e desde então estão sendo realizadas diversas atividades, em extensa programação que segue até o dia 27, com direito a lançamento da rádio e aplicativo do PT, além de uma exposição virtual histórica, que pode ser vista em https://fpabramo.org.br/csbh/pt-41-anos/.

Idosos – Na manhã de quarta de cinzas, a prefeitura de Volta Redonda começou a enviar uma mensagem, via e-mail, para os idosos que se cadastraram para tomar a vacina contra a Covid-19, e que vão ficar ao deus-dará sabe-se lá até quando. “Por conta de não ter havido remessa de novas doses de vacinas pelo Ministério da Saúde, informamos que a vacina das pessoas entre 60 e 89 anos será remarcada na medida em que o município receba doses suficientes”, escreveu. Curiosidade: em várias casas, a mensagem só chegou para uma pessoa. Até nisso, a secretaria de Saúde pisa na bola…

Salários – Na sexta, 12, quando o aQui já estava na gráfica para ser impresso, a secretaria de Comunicação (Secom) da prefeitura de Volta Redonda liberou um release dando conta que um dia após “reunião com o presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Henrique Carlos de Andrade Figueira, o prefeito Neto” estava quitando a folha de pagamento de janeiro dos servidores municipais. “Devido ao tempo de processamento bancário, o dinheiro entrará na conta dos servidores nos próximos dias”, promessa feita, promessa cumprida

Dívidas – A Secom anunciou ainda que Neto teria feito uma proposta para repactuar dívidas não pagas pela gestão passada ao TJ-RJ. “Com isso, a expectativa é que os seguidos bloqueios judiciais nas contas municipais sejam suspensos”, destacou. Aqui, vale um lembrete: os bloqueios judiciais, motivados pelo não pagamento de precatórios, são praticamente de todos os ex-prefeitos, como Baltazar, Neto, Gotardo, Neto e Samuca, é claro.

Promessas – Ainda no release, a Secom divulgou e não deu tempo para sair na edição passada do aQui que o governo Neto vai tentar manter uma ordem de prioridade na relação com os servidores, de acordo com o fluxo de caixa disponível, como manter o pagamento do mês em dia (o que o aQui já tinha anunciado); apresentar uma proposta de parcelamento para quitar o 13o não pago por Samuca; e pagar os CCs e RPAs da gestão passada que estão sem receber.

Fake news – A prefeitura de Volta Redonda alerta a população que é falsa a notícia de uma distribuição de kit de material escolar que circula pelas redes sociais. Fica o alerta: a prefeitura não está fazendo doação de material escolar e vale lembrar que em Volta Redonda os kits escolares e uniformes sempre foram entregues nas unidades escolares da Rede Municipal de Ensino, através da secretaria de Educação, sem necessidade de cadastro prévio pela internet.

Chaminé (I) – O secretário de Ação Social, Munir Francisco, irmão do prefeito Neto, anunciou pelas redes sociais que a prefeitura de Volta Redonda vai abandonar a reforma da Praça da Chaminé, no Aterrado, iniciada pelo governo Samuca, que pretendia construir um mercado orgânico no local. “Foi decidido não dar continuidade, visto que o local é tombado pelo patrimônio histórico e com isso será feita uma revitalização para visitação da população”, postou Munir.

Chaminé (II) – O empresário Rogério Loureiro, ex-secretário do governo Samuca, responsável pela reforma, tendo inclusive ajudado financeiramente a iniciar o projeto do mercado orgânico, lamentou a decisão. “É um retrocesso, ali seria o mercado orgânico, temos um potencial grande na cidade!”, justificou, aproveitando para alfinetar Neto & Cia: “Decisão de Governo! Questão Munir, (Neto) está lançando seu candidato. Agora ou depois, não sabemos!”, pontuou, dando a entender que espera por uma decisão do TSE desfavorável ao atual prefeito, com a marcação de uma nova eleição para o Palácio 17 de Julho.

Quiosques – Na mesma postagem, Munir anunciou que tratou com Neto a questão dos Mercados Populares existentes na cidade do aço. “Vamos rever a questão dos quiosques que não estão sendo usados”, disse, sem informar quantos seriam. Rogério Loureiro retrucou. “Já vinha fazendo isto!”, resumiu.

GM – A Guarda Municipal de Volta Redonda já tem um subcomandante: Silvano Teixeira de Paula.

Transportes – A secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana também tem sua subsecretária. É Sônia Márcia Sachetto da Silva. Foi nomeada por Neto com data retroativa a 1º de janeiro.

Fazenda – Erik de Souza Higino virou secretário de Fazenda de fato e de direito, com data retroativa a 13 de janeiro.

Saúde (I) – Mais uma nomeação oficializada por Neto no ‘VR em Destaque’: desde 1º de fevereiro, o engenheiro Sebastião Faria de Souza, atual vice-prefeito, assumiu o cargo de diretor Administrativo do Serviço Autônomo Hospitalar – SAH.

Saúde (II) – Faria terá como diretor médico no SAH o médico Flávio Augusto de Souza Reis, que vai acumular a função com a de diretor administrativo do Serviço Autônomo Hospitalar.

Nomeada – Cora Peixoto da Silva, ex-braço direito de Deley, foi nomeada a partir de 1º de fevereiro como secretária de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão. Chique demais.
Educação – Virginia Helena Silva Pires foi nomeada, a contar de 1º de janeiro, para ocupar o cargo de subsecretária da Educação de Volta Redonda.

Salários – Na entrevista ao programa Dário de Paula de quinta, 18, comandada por Renan Cury, vereador eleito, o prefeito Neto foi logo anunciando que já está trabalhando para pagar os salários de fevereiro. “Há praticamente 50 dias nós estamos tentando colocar em dia o salário do funcionalismo. Pagamos novembro, dezembro, janeiro e amanhã (sexta, 19) nós vamos pagar os RPAs (e pagou, grifo nosso). Estamos buscando uma maneira de pagar o mais rápido possível o salário de fevereiro”, comentou, repetindo que sua meta é, a partir de abril, estar com a casa em ordem. “A nossa intenção é, a partir de abril, no máximo, pagar antes de virar o mês, como nós sempre fizemos”, lembrou.

Intervenção (I) – Neto também voltou a comentar a situação do Hospital São João Batista, que continua sob intervenção judicial. “A intervenção do hospital que, no início, foi uma boa medida, hoje está nos atrapalhando”, avaliou, mostrando, entretanto, otimismo para que tudo seja resolvido. “Nós continuamos esperando a decisão judicial, para que nos devolva o hospital para que possamos administrá-lo. Nós temos o melhor gestor, talvez desse país, que se chama Faria. Ele é quem vai ser o diretor do São João Batista”, anunciou.

Intervenção (II) – Neto só esqueceu de revelar a Renan os nomes da equipe nomeada para assumir o Hospital São João Batista, caso a Justiça concorde com o fim da intervenção. A equipe foi nomeada pela portaria nº 004/2021 com o pomposo nome de Comissão Extraordinária de Transição de retomada da gestão do Hospital São João Batista. Ela é composta por: Sebastião Faria, que será o diretor-administrativo, e por Flávio Augusto de Souza Reis, diretor-médico. Os dois terão como assessores Claudia Maria Freitas de Amorim, Mônica de Oliveira Marques, Glauciléia Rodrigues de Souza, Tury Dinalli Costa e Marco Aurélio Moreira Guimarães. A presidência da Comissão ficou, é claro, com Faria.

Intervenção (III) – Uma fonte do aQui garante que os interventores nomeados pela Justiça para administrar o Hospital São João Batista teriam pedido proteção policial, pois estariam sendo ameaçados. Vixe. Calma, gente.

Obras – Voltando à entrevista com Renan Cury, o prefeito de Volta Redonda garantiu ao seu futuro aliado na Câmara que a cidade do aço vai se transformar em um canteiro de obras. “Volta Redonda vai trocar mais de 10 mil lâmpadas para Led; nós vamos asfaltar a cidade, vamos fazer viadutos, pontes. Estamos trabalhando muito para isso”, contou.

Vacinação (I) – Com relação à insatisfação dos idosos que se cadastraram e não sabem mais quando serão vacinados contra a Covid-19, Neto garantiu a Renan que todos serão vacinados. E contou que, apesar de prefeito, está na fila direitinho, ao contrário de dezenas de outros prefeitos pelo Brasil afora que furaram a fila da vacinação. “Eu gostaria muito de ser vacinado, mas não chegou a minha vez. A vez agora é do pessoal de 90 anos e vamos diminuindo para 89, 88. Vai chegar minha vez. Eu tô louco pra chegar! Eu tenho menos de 70 e mais de 60. Mas está tudo bem, graças a Deus”, confidenciou.

Vacinação (II) – Sorte de Neto é que a fila voltou a andar. Ontem, sexta, 19, a secretaria de Saúde anunciou que vai, na segunda, 22, voltar a vacinação dos idosos a partir de 89 anos. Não é nada, não é nada, não é nada mesmo.

Vacinação (III) – Os idosos a partir de 89 anos devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) ou da Família (UBSF) mais próxima de casa para se vacinar, das 9 às 16 horas. Não é necessário estar cadastrado, mas os velhinhos devem levar um documento de identidade.

Vacinação (IV) – Essa bem que podia ser da série ‘perguntar não ofende’. A secretária de Saúde de Volta Redonda. Conceição Souza, está igual cega perdida no meio do tiroteio. Primeiro, obrigou os velhinhos a se cadastrarem para tomar a vacina contra a Covid-19. Agora, como mostra a nota acima, diz que os idosos de 89 anos não precisam estar cadastrados para serem vacinados a partir de segunda, 22. Precisa ou não precisa?

TSE – Na entrevista a Renan, Neto garantiu ainda que mantém seu otimismo e vontade de ‘trabalhar pelos próximos 4 anos, se Deus quiser’. A afirmação, óbvio, estava, como ele confessou, ligada à questão do TSE, que lhe deu prazo de três dias para se defender, como o aQui noticiou com exclusividade em sua edição passada. “É normal o que está acontecendo, até porque quem decidiu que eu deveria ser o prefeito foi um membro do TSE (ministro Alexandre de Morais), e agora (a decisão) vai ser julgada por todos”, explicou. “Mas a minha chance de continuar governando até o final é imensa!”, completou.

Ônibus – Sem saber (ou sabe?) que as empresas de ônibus estão em crise e podem quebrar em 90 dias (ver matéria na página 11), o prefeito Neto mandou um recado aos empresários do setor. “A intervenção na Sul Fluminense não resolveu nada. Eles vivem reclamando da passagem, mas não pagam ISS. Quando você calcula a passagem, o ISS está incluído na passagem. Se eles não pagam o ISS, nada mais justo do que diminuir a passagem”, pontuou, indo além. “As outras empresas estão pagando. Ficaram mais de um ano sem pagar. Pagaram mês passado e vão recolher esse mês também, exceto a Sul Fluminense. Se ela continuar fazendo isso, nós vamos tomar algumas medidas cabíveis nesse tipo de coisa”, ameaçou, referindo-se especificamente à Viação Sul Fluminense.

Concursados – A respeito da possibilidade de chamar, conforme decisão judicial, os concursados que foram dispensados das secretarias de Ação Comunitária e Saúde, Neto não titubeou. “Estamos buscando entendimento com o Ministério Público do Trabalho. Certamente, quando precisar contratar, a prioridade são eles, entendeu?”, respondeu, perguntando. “Certamente a grande maioria vai retornar ao trabalho”, acrescentou.

Merenda – Indagado por Renan se, na volta às aulas, as merendas serão oferecidas nas escolas, Neto deixou claro. “Só quando as aulas forem presenciais”.

Animais (I) – A Assembleia Legislativa do Estado do Rio aprovou, em segunda discussão, o Projeto de Lei 1.072/15, do ex-deputado Milton Rangel, que permite a entrada de animais domésticos e de estimação em unidades da rede pública estadual de saúde, por um período pré-determinado e respeitando os critérios estabelecidos pelas instituições. A medida será encaminhada ao governador Cláudio Castro, que terá até 15 dias úteis para sancioná-la ou vetá-la.

Animais (II) – O animal de estimação somente poderá entrar quando estiver acompanhado de um familiar do paciente ou de pessoa que esteja acostumada a manejá-lo. O transporte dos animais dentro do ambiente hospitalar deverá ser realizado em caixas específicas para este fim. “A entrada dos animais domésticos nas unidades hospitalares pode auxiliar significativamente no tratamento de doenças”, justifica o autor.

Animais (III) – Mesmo com autorização prévia, algumas alas dos hospitais continuarão com a entrada proibida, como as de isolamento, quimioterapia, transplante e tratamento de pacientes com queimaduras, entre outros. Ah, vai depender também da autorização do médico e de um laudo veterinário atestando as boas condições do animal.

HackDelas – Já imaginou um espaço voltado somente para mulheres falarem de tecnologia e inovação? Ele vai existir. Será no HackDelas, uma das atrações do Hacktudo Sul Fluminense, que vai tratar do empoderamento feminino, reunindo mulheres da região para compartilharem seus desafios e conquistas no ramo da tecnologia. Os encontros, 100% on-line e gratuitos, acontecem entre os dias 22 e 26 pelo site www.hacktudo.com.br.

Balanço (I) – A força-tarefa da prefeitura de Volta Redonda promoveu 121 visitas a estabelecimentos comerciais durante o período de Carnaval, sendo que 19 foram orientados, seis autuados, quatro interditados e três notificados. Para evitar festas clandestinas e aglomerações nas ruas, a força-tarefa montou um esquema de monitoramento. “A gente se antecipava às festas, blocos tipo isoporzinhos em praças, a partir de anúncios. Com a nossa presença e rondas intensificadas, conseguimos afastar essa tentativa de criar uma aglomeração”, explicou o comandante da GM, João Batista dos Reis.

Balanço (II) – As principais infrações se deram por conta das aglomerações e descumprimento do uso de máscaras e álcool 70%, além de falta de alvará ou descaracterização da atividade fim. “Os estabelecimentos interditados estavam autorizados a funcionar como bar… e estavam usando como boate, com muita aglomeração e música ao vivo. Eles já haviam sido orientados e o não cumprimento das normas levou à interdição”, justificou Batista. Vale lembrar que um dos interditados foi o Auê.
Balanço (III) – Além de autuar e multar a Cadevre (ver página 14), a força-tarefa da prefeitura de Volta Redonda interditou uma igreja na Voldac e autuou outra no Retiro. No Volta Grande IV, um Centro Espírita também foi autuado. É isso aí. Não pode dar mole, não.

Computadores – O Fundo Municipal de Saúde de Volta Redonda vai gastar R$ 322.350,00 com a compra de computadores (desktop-básico) para atender ‘as necessidades’ da secretaria de Saúde. Pena que na ata de registro de preços 003/2021, publicada no ‘VR em Destaque’, não esteja especificada a quantidade de computadores adquiridos da RD Negócios de Informática Ltda.

Vai vendo – Por falar no ‘VR em Destaque’, órgão oficial do município, a edição de número 1679, que circulou no dia 4 de fevereiro, apresenta cerca de 50 portarias da secretaria de Administração referentes à concessão de aposentadorias e pensões especiais. Até aí, nada demais. O estranho é que as portarias são todas de 2020, ou seja, do governo Samuca Silva. Tem portaria até do dia 7 de janeiro do ano passado. Ficaram engavetadas por mais de um ano. Estranho, muito estranho.

Luto – Faleceu, na semana passada, o doutor Flávio Tolomelli, que era responsável pela Cruz Vermelha em Volta Redonda.

Mobilização – Hoje, sábado, 20, a partir das 14 horas, moradores do Belo Horizonte vão promover uma mobilização pelo bairro, tendo à frente o vereador Rodrigo Ávila, pela municipalização da Escola Estadual Pau D’alho, fechada há anos.

‘Erramos’ – Ontem, sexta, 19, Nathanael Lisboa Teodoro Silva (assessor jurídico) e Marcos Vinicio, representantes da Assembleia de Deus, igreja autuada pela fiscalização da prefeitura de Volta Redonda, estiveram no Palácio 17 de Julho e foram recebidos pelo secretário de Fazenda, Erick Higino (ver foto). “No encontro, reconheceram o erro de permitir a aglomeração dos fiéis durante o evento evangélico Conferência Profética Renew, realizado entre os dias 13 e 16, e se comprometeram a apresentar um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta – em até três dias.

Deixe uma resposta