Grampos

Neto vai liberar comércio e bares

O prefeito eleito de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto, que toma posse amanhã, sexta, 1o, às 10 horas na Câmara de Vereadores, vai lançar, já na segunda, 4, um novo decreto de combate à Covid-19. Em entrevista ao programa Dário de Paula, na quarta, 30, Neto revelou que, entre outras medidas, vai liberar o funcionamento do comércio, sem restrição de horário. “Abre e fecha no horário que quiser”, disparou, adiantando que não haverá barreiras sanitárias nas entradas da cidade, para que moradores da região possam entrar e sair de Volta Redonda sem restrições.
Neto foi além. Garantiu que a Guarda Municipal e a fiscalização sanitária, que andaram pecando no combate à Covid-19, estarão nas ruas para obrigar o uso de máscaras, e que vai procurar a direção dos shoppings centers para que a entrada de pessoas seja ainda mais regulada. Quanto aos bares e restaurantes, a promessa de Neto é que eles terão o funcionamento liberado, mas com maior rigor na fiscalização.
Outra novidade anunciada por Neto foi que seu governo dará prioridade à vacinação contra a Covid-19. “Queremos ser o primeiro município, talvez do estado, a colocar a vacina à disposição”, afirmou, sem entrar em detalhes. Não disse nem se vai manter o acordo firmado por Samuca com o Butantan para a compra de 70 mil doses da Coronavac, número que daria para vacinar apenas cerca de 10% da população de Volta Redonda.
Pelo que diz uma fonte, os integrantes do ‘tripé da Saúde’ vão sair em campo para decidir o que o governo fará: se compra mais vacinas, de qual laboratório, ou se espera a distribuição gratuita prometida pelo governo Federal.

Ação contra Neto (I) – Um dos candidatos a vereador pelo PP, Almazir Matos Júnior, que só teve 413 votos, é o autor do processo contra a candidatura do prefeito eleito Antônio Francisco Neto, que está no TSE, à espera de um julgamento definitivo. A informação foi divulgada pelo programa Dário de Paula, na manhã de segunda, 28. Segundo o radialista, Almazir foi coordenador do “Na Hora”, programa do governo Samuca na antiga subprefeitura do Retiro.

Ação contra Neto (II) – Almazir declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 194 mil, sendo R$ 19 mil em dinheiro e uma casa, avaliada em R$ 175 mil. A pergunta que fica é: como ele conseguiu recursos para pagar um dos maiores especialistas em Direito Eleitoral do país, o jurista Admar Gonzaga Neto, que atua no processo contra Neto? Admar foi ministro do TSE entre 2017 e 2019, nomeado pelo presidente Michel Temer, e foi advogado de campanha de Fernando Henrique Cardoso, em 1998, e de Dilma Rousseff em 2010. Chique demais, né?

Ação contra Neto (III) – Ao comentar a paternidade da ação, Dário de Paula, hoje adversário de Samuca, foi bem irônico. Veja o que disse: “Almazir Matos Júnior é um volta-redondense aposentado, responsável pela contratação de quatro advogados, entre eles o jurista Adimar Gonzaga Neto, que foi ministro do Tribunal Superior Eleitoral até o ano passado, nomeado pelo ex-presidente Michel Temer. Trata-se de um dos profissionais mais famosos e bem pagos do Brasil”. Para quem sabe ler nas entrelinhas…

Ação contra Neto (IV) – Dário chegou a dizer poucas e boas até do jurista. “Por sinal, se ele (Adimar) ficou famoso não foi apenas pela competência. Em 2017, sua ex-mulher registrou na polícia um boletim de ocorrência revelando ter sido agredida por ele com um soco”, acrescentou.

Rua 33 (I) – Ao apagar das luzes, a prefeitura de Volta Redonda anunciou que tem pronto um projeto de revitalização das calçadas da Rua 33, na Vila, “incluindo nova infraestrutura cicloviária e de transporte coletivo”. De acordo com o ainda presidente do IPPU-VR, Sérgio Fernandez, o projeto vai custar cerca de R$ 4 milhões aos cofres públicos e “encontra-se em análise na Caixa Econômica”. Tudo bem. Só não disse que o projeto também vai depender do ok de Neto.

Rua 33 (II) – A revitalização da Rua 33 prevê a recuperação das calçadas em pedra portuguesa, com reforço específico para suportar o trânsito de veículos, e a inclusão de piso tátil ao longo de toda a extensão da via. Para o transporte público, o projeto prevê novos abrigos de ônibus com baias de pavimento em concreto e, em relação ao transporte cicloviário, a proposta é converter a Rua 33 em uma ‘ciclorrota’ (seja lá o que for isso), permitindo a segurança e o conforto de ciclistas. Se depender dele, a 33 vai voltar à “condição de boulevard”. Tá bom (I).

Rua 33 (III) – Pelos cálculos da equipe do IPPU-VR, depois de iniciada, a obra de revitalização da 33 tem previsão de ser concluída em 12 meses. Tá bom (II).

Rua 33 (IV) – Caberá a Abmailton Pratti (foto), que vai assumir a presidência do IPPU-VR, dizer se o projeto será desenvolvido ou enga-vetado. Abmailton era funcionário de carreira e tinha acabado de se aposentar ao ser convidado por Neto para assumir a pasta.

Mudança – O governador em exercício, Cláudio Castro, nomeou Leonardo Soares como novo secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais. Ele assume a pasta no lugar de Nelson Furtado.

Mendes – O empresário Jackson Emerick, que disputou a eleição para prefeito de Barra Mansa, vai assumir a secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo de Mendes.

Turismo – Na terça, 29, faltando 24 horas para deixar o cargo, o prefeito Samuca Silva encaminhou à Câmara, que está em recesso parlamentar, uma Mensagem de Lei que cria o Plano Municipal de Turismo. Por ele, o pacote vai durar pelos próximos 20 anos. Há controvérsias.

Residência Inclusiva – Aproveitando seus últimos dias como prefeito, Samuca Silva entregou na segunda, 28, a nova sede da Residência Inclusiva, localizada no Eucaliptal. O local vai funcionar 24 horas, com acolhimento institucional, destinado a pessoas com deficiência e que não dispõem de condições de autos-sustentabilidade de retaguarda familiar.
O local pode atender até 10 pessoas e vai oferecer assistência e acompanhamento, que vão desde a área da saúde a atividades esportivas e de lazer. “Não foi um ano fácil, especialmente por conta da pandemia, mas nós conseguimos executar e entregar tudo o que propusemos. Vamos sair de cabeça erguida e, repito, onde eu estiver sempre defenderei a gestão pública”, comentou Samuca.

Enem – O Centro Universitário de Volta Redonda (UniFoa) vai oferecer para os alunos que vão participar do Enem uma ‘Maratona Enem’. O evento será entre os dias 17 e 24 de janeiro. Todos os materiais, inclusive, já estão disponíveis no canal do YouTube da instituição, @unifoavr. Importante: on-line e gratuito.

Conselho de Esporte – Volta Redonda terá, a partir de 2021, um Conselho Municipal de Esporte e Lazer, para acompanhar e propor políticas públicas para o setor. O projeto já foi aprovado pela Câmara de Vereadores e o conselho será formado por oito integrantes do governo e outros sete da sociedade civil.

Retorno às aulas (I) – A prefeitura de Volta Redonda e o MP já chegaram a um acordo para a volta às aulas nas escolas da rede municipal. O acordo foi firmado no dia 15 e prevê a retomada das atividades no início de 2021, sendo que o governo se comprometeu a observar e garantir medidas de segurança tanto para alunos quanto para professores.

Retorno às aulas (II) – Pela secretaria de Educação do governo Samuca, o retorno das aulas presenciais será gradual e só acontecerá efetivamente desde que o número de casos suspeitos de Covid-19 não aumente mais do que 5% por mais de três dias seguidos. Tem mais. A pasta garantiu e o Ministério Público concordou que “serão adotadas orientações de trabalho com as famílias dos estudantes, bem como aos profissionais de educação, e que será feito um levantamento dos servidores em grupos de risco para a adoção de medidas de segurança sanitária”.

Retorno às aulas (III) – No acordo entre a prefeitura e o MP, está prevista a “reestruturação das medidas pedagógicas como a readequação do calendário escolar, a avaliação da aprendizagem do ensino remoto e a revisão da política de formação dos profissionais da educação, bem como a adoção de combate ao abandono escolar, sem prejuízo das demais medidas estabelecidas no Protocolo de Reabertura apresentado pela SME”, diz o documento, cujo teor o aQui teve acesso com exclusividade.

Retorno às aulas (IV) – Tetê Gonçalves, que vai assumir a secretaria de Educação, enfrenta logo de cara um senhor dilema: vai acatar o acordo firmado entre a pasta e o MP para a volta às aulas em 2021?

Salários (I) – Até o fechamento desta edição, no início da noite de quarta, 30, o governo Samuca ainda não tinha conseguido quitar os salários de novembro e o 13o de boa parte do funcionalismo público de Volta Redonda. Mas que não se desesperem, palavra de Neto: “Na minha primeira semana eu já liquido, para todo o funcionalismo, o mês de novembro”, prometeu em entrevista a Dário de Paula.
Quanto ao salário de dezembro, o prefeito eleito não quis arriscar anunciar prazos. “Ainda não venceu (prazo)”, justificou.

Salários (II) – Para cumprir sua primeira grande promessa, Neto conta com a ajuda sabem de quem? Da direção da CSN. Isso mesmo, ele já teria negociado com a empresa o pagamento adiantado do IPTU de 2021. E olha que é uma grana preta.

Fazenda – Na entrevista, Neto confidenciou a Dário que já convidou quatro contadores para assumir a secretaria de Fazenda. E ninguém quis.

Nomes (I) – Na manhã de terça, 29, Neto anunciou mais alguns nomes de sua equipe. Carlos Macedo, velho de guerra, será secretário de Governo. E o polêmico Cláudio Franco, que era odiado pelos servidores, vai assumir a pasta da Administração.

Nomes (II) – Neto anunciou ainda o nome de Gustavo Corrêa para assumir a Controladoria Geral do Município. Já a Defesa Civil, que terá muito trabalho pela frente, será comandada por Rubens Siqueira.

Nomes (III) – Surpresa ficou por conta da escolha do ainda vereador Tigrão para comandar o Furban. O parlamentar chegou a ter o nome cogitado para ser vice na chapa de Neto, mas acabou perdendo o espaço para Sebastião Faria. No Furban, Tigrão vai suceder Mauricio Batista, ex-vereador.

“Tripé da Saúde” – Aliviado por saber que poderá tomar posse amanhã, 1º de janeiro, às 10 horas, na Câmara, Neto, conforme o aQui noticiou com exclusividade nas redes sociais, anunciou a intenção de criar um “tripé da saúde” para gerir os hospitais e enfrentar a Covid-19. Será formado por Márcia Cury (futura diretora do Hospital do Retiro), Sebastião Faria (futuro diretor do Hospital São João Batista) e, novidade maior, Conceição de Souza, que comandava a secretaria de Saúde de Piraí. Vão ter muito trabalho…

Da série “perguntar não ofende” – O “tripé da Saúde” terá autonomia na administração do Hospital São João Batista, que está sob intervenção judicial?

Resposta – Para tentar resolver a situação, Neto adiantou que entraria na quarta, 30, com um pedido à Justiça para que encerrasse a intervenção na administração do Hospital São João Batista. Por ele, a intervenção acaba na segunda, 4.

Covid-19 (I) – Duvida maior é se o tripé da Saúde vai dar aval ao acordo do governo Samuca com o Instituto Butantan para a compra de 70 mil doses da Coronavac? Afinal, ninguém ainda viu o tal protocolo de intenção de compra. Ou seja, não se sabe a quantidade certa, prazo de entrega e preço da dose, que deverá ser da ordem US$ 10,30 a dose, ou cerca de R$ 53.

Covid-19 (II) – A questão da quantidade de doses é mais complexa. Como há a expectativa que sejam necessárias duas doses para imunizar cada pessoa, as 70 mil doses anunciadas por Samuca dariam para vacinar apenas 35 mil dos cerca de 300 mil habitantes de Volta Redonda.

Cais – Reginaldo Rosa foi escolhido por Neto para assumir o comando do Cais Aterrado, hoje praticamente um hospital na essência da palavra. Já o administrador da UPA Santo Agostinho será Israel Carlos. “Meu irmão, uma pessoa de competência imensa”, justificou Neto.

Secretaria de Transportes – Ontem, no programa Dário de Paula, Neto confirmou o nome de Barenco para comandar a pasta de Transportes e Mobilidade Urbana. Vixi Maria!

Saúde – Outro nome liberado no programa Dário de Paula foi o de Maria Lúcia Horta, esposa do ex-governador Luiz Fernando Pezão, para comandar o Fundo Municipal de Saúde. A indicação teria sido de Conceição, a nova secretária de Saúde. “Maria Lúcia Jardim, a Beluca, esposa do Pezão, é quem vai tomar conta do dinheiro, do Fundo Municipal de Saúde. Já foi secretária (de Saúde) em Piraí, é uma pessoa super competente. Ela já foi secretária de Fazenda de Piraí. Não aceitou ser secretária de Fazenda. Ela é parceira da Conceição”, justificou Neto.

Dos males, o menor – Para a Guarda Municipal, Neto encontrou uma solução caseira com a escolha do Inspetor Batista para comandar a GM. O que ele queria mesmo era trazer de volta o polêmico ‘major Luiz Henrique’, hoje coronel em Campos. Ainda bem que desistiu.

Zoológico – A foto mostra a família do ainda vereador Maurício Pessôa, que não buscou sua reeleição, em frente ao portão de entrada do Zoológico Municipal de Volta Redonda, que, conforme lei aprovada na Câmara, passou a ostentar o nome de Maurício Pessôa Garcia, pai do parlamentar, falecido há anos.

 

Deixe uma resposta