Geral 1239

 

Quem gosta de arte, cultura digital e tecnologia não pode deixar de visitar a Hack Expo, uma das atrações do HACKTUDO Sul Fluminense. A edição, que será realizada de segunda, 22, a 6 de março, de forma totalmente on-line e gratuita pelo site www.hacktudo.com.br, será recheada de exposições interativas de dois grandes artistas brasileiros: Jota Azevedo e Cafi.
Através da mostra digital, o internauta poderá conhecer as obras utilizando recursos para ver de perto cada detalhe das peças expostas. Na mostra “Robôs”, por exemplo, Jota Azevedo trabalha a sustentabilidade com uma visão futurista, apresentando peças criadas com resíduos eletrônicos, como cabos de computadores, mouses, disquetes, chips, entre outros. Serão exibidos 11 robôs da coleção ‘Eco Fiction’.
Já a exposição ‘No Céu da Placa Mãe’ homenageia o fotógrafo Carlos da Silva Assunção Filho, mais conhecido como Cafi, falecido em 2019. A mostra virtual revela o processo de transformação da foto analógica para a digital e convida os espectadores a refletirem sobre a relação da fotografia com a tecnologia.
A programação completa do festival pode ser acessada em www.hacktudo.com.br ou pelo @hacktudofestival.

O Grêmio Barra-Mansense de Letras (Grebal) anunciou a estreia, para o próximo sábado, 27, do projeto “Mestres da Poesia”, com lançamento do livro “Poemática”, de José Fleming (in memoriam). A iniciativa é um sarau virtual, que será publicado em vídeo no Facebook do Grebal, e promete atrair grande público, principalmente aqueles apaixonados por literatura, crê Paulo Rangel, presidente do instituto.
O projeto contará ao todo com oito declamadores. De acordo com Paulo Rangel, os indicados para participar do “Mestres da Poesia” foram alunos no Curso de Declamação – ministrado por ele em anos anteriores na sede da entidade.
Os vídeos dos saraus serão publicados na página https://www.facebook.com/grebal, assim como outras informações e atualizações sobre as atividades do grêmio. Os interessados em garantir um exemplar do livro “Poemática” devem ir à sede do Grebal, situada à Avenida Argemiro de Paula Coutinho, 44 – Centro, Barra Mansa. O funcionamento é de terça a sexta, das 13 às 17 horas.

Para matar a saudade dos grandes desfiles do Bloco da Vida no Carnaval de Volta Redonda, a prefeitura da cidade do aço, em parceria com o Sider Shopping, está promovendo uma exposição com fantasias de quatro enredos diferentes do grupo ao longo dos anos: ‘Flumen Fulmini Flexit’, ‘Lendas Fabulosas de Reinos Escondidos e Mundos Perdido’, ‘De lá pra cá continuo a navegar, nas ondas do mar hei de desbravar’ e a ‘Poluição dos Mares’. A mostra pode ser vista até o dia 28 de fevereiro e conta com 12 manequins com figurinos completos representando as principais alas do bloco.
“O Bloco da Vida é o símbolo do Carnaval em Volta Redonda e, assim que a pandemia da Covid-19 passar, vamos trabalhar para colocar o bloco na rua novamente. O desfile do Bloco da Vida traz alegria para quem participa e para quem assiste, temos que manter esta tradição”, avaliou o secretário de cultura, Anderson de Souza.

 

Já estão abertas as inscrições para o “I FERMUSIC (Festival Regional de Música de Volta Redonda). O festival, totalmente on-line, vai acontecer nos dias 20 e 27 de março e 3 e 10 de abril, a partir das 18h30min, oferecendo de 30 a 40 minutos para cada trabalho autoral, com os shows transmitidos ao vivo pela página oficial do Festival no Facebook (facebook.com/fermusic.vr).
Poderão se inscrever as bandas, trios, duplas e solo de todas as cidades da região, desde que tenham trabalho autoral e comprovem dois anos de trabalho na área musical, no mínimo. Dez atrações serão selecionadas e o resultado será divulgado em março. Como prêmio, os grupos selecionados (bandas, trios, duplas, solo) poderão gravar seu trabalho autoral em estúdio e serão remunerados. O público poderá participar votando em sua atração preferida, e a mais votada receberá um prêmio surpresa.
A idealização e a produção executiva do festival são assinadas pela cantora, compositora e produtora cultural volta-redondense Carina Sandré. “Seguindo rigorosamente diversas medidas de prevenção à Covid-19, como por exemplo a ausência de público e máximo de 5 pessoas no mesmo espaço, mantendo uma distância segura, o Festival terá apresentações autorais, pautadas na diversidade de gêneros e estilos musicais, e levará arte e entretenimento ao público, por meio de shows live com transmissão de altíssima qualidade”’, afirma Carina.

 

Deixe um comentário