Bate bola – Sergio Luiz

Este é o time da S. E. Novo Mundo, do bairro Sessenta, na década de 60. A foto pertence ao acervo do Lau, com colaboração do Dário Novaes. Em pé da esquerda para a direita: Wilson (presidente) Gato (técnico), Abraão, Macão, Celso, Vadinho, Elico, Lau, Betão e Paulinho (diretor). Agachados: Ailton (Massagista), Dudu, Curi, Eduardo, Magrelada, Toninho Gama e Toninzinho;

Início do carioca foi adiado mais uma vez

O tão badalado campeonato carioca, tido como o mais charmoso do Brasil, vai começar bagunçado. Previsto para iniciar em 27 e 28 de fevereiro, foi remanejado para os dias 6 e 7 de março, e, a Federação, de comum acordo com os clubes, resolveram antecipar a abertura da competição para os dias 3 e 4 de março. Assim, o Voltaço fará sua estreia contra o Madureira no dia 3, uma quarta-feira, e já na segunda rodada, enfrenta o Vasco em partida a ser confirmada para o sábado, 6, ou domingo, 7. A boa notícia é que os dois jogos poderão ocorrer no Raulino de Oliveira, mas sem presença do torcedor devido à Covid-19.
O esvaziamento do carioca já vem de algum tempo. Culpa dos próprios dirigentes dos grandes clubes que resolveram fazer da competição, um laboratório, escalando times reservas poupando os titulares. Mas, nem tudo está perdido. A Federação resolveu incluir, no regulamento de 2021, o artigo 41, que prevê multa para o clube que não escalar seus titulares a partir da quarta rodada. Com exceção daqueles que apresentarem um “justo motivo” para não escalar a equipe ‘principal’.
Se vai dar certo ou não, só o tempo dirá. Vamos torcer que dê certo, e que não mudem a tabela de novo. Quem viver, verá!

Amistosos
O time do Volta Redonda realizou mais dois amistosos. No sábado, 13, empatou com o Taubaté em 1 a 1, gol de João Vitor. Na quarta, 18, derrotou o Itumbiara-GO, no Los Larios por 3 a 0, gols de Guilherme Eulálio, Luiz Paulo e Alef Manga. Hoje, sábado, 20, o adversário será o Boavista, no Rio de Janeiro. Como treinou contra boas equipes, o técnico Neto Colucci já pode definir o time que iniciará partida contra o Madureira, no dia 3.

Retorno
O zagueiro Heitor, o lateral Oliveira e o artilheiro João Carlos, que estavam emprestados ao Mirassol-SP e que foram campeões da série D do brasileiro, estão de volta ao tricolor de aço. Vão se juntar ao goleiro Andrey Ventura, ao volante Guilherme Eulálio, ao lateral Luiz Paulo e ao atacante João Vitor. Pode dar caldo, mas é pouco se o clube quiser pensar em se preparar também para a Copa do Brasil e a série C, além do estadual.

História
Na década de 90, dois jogadores do Voltaço eram amigos inseparáveis: Dé e Gatão. Certa vez, às vésperas da decisão da Copa Rio/99, contra o Madureira, os dois conversavam, falando da partida: “Dé: Pois é, Gatão, amanhã, se formos campeões, vamos dar umas 15 voltas olímpicas no campo”. Gatão: “Pô, Dé. 15 é muita coisa!”. Dé arrematou: “Então tá, eu dou 7 e você dá 7”, sugeriu. Ih! Ficou faltando volta aí, moçada. É mole?

Liberação
Os cartolas da Federação querem a volta das torcidas ainda no carioca deste ano, começando com algo em torno de 30% da capacidade dos estádios, como ocorreu na disputa da Taça Libertadores. Vai depender das autoridades e, principalmente, da Covid-19, né?

Multa
O clube que descumprir o artigo 41 do regulamento do estadual, ou seja, aquele que usar jogadores reservas após a quarta rodada, perderá, como multa, a cota total da TV. Isso poderá valorizar a competição. Quem sabe não voltamos a ter o

 

Bola fora
Para o tal de VAR, que anda fazendo mais confusão do que ajudando. O problema não é a máquina, mas quem a opera: um ser humano. Quem sabe um dia irão construir um robô e não precisarão mais do homem. Enquanto isso….

Bola dentro
Para a reta final do brasileirão. Uma briga boa na parte de cima, com Internacional e Flamengo podendo, um dos dois, sair campeão do Maracanã amanhã. Na zona da degola, Vasco, Sport, Bahia, Fortaleza e Goiás lutam para não cair. Vai sair fogo na rodada.

Deixe uma resposta