Demissões à vista

Na quinta, 9, o prefeito Samuca Silva anunciou uma série de medidas econômicas para enfrentar o novo coronavírus. Espera, entre outras, gerar uma economia de cerca de R$ 60 milhões aos cofres municipais. Passa até por diminuir o valor da folha de pagamento.

“Determinei à secre-taria de Administração que já a partir de abril faça um corte de 10% na folha (de pagamento)”, disse, garantindo ainda que orientou que a pasta faça estudos para que, em casos específicos, os servidores tenham a carga horária reduzida para assim terem redução de salários.

“O impacto de todas as medidas que estamos ordenando pode chegar, se tiverem êxito, a R$ 60 milhões”, estimou, revelando que, finalmente, autorizou a secretaria de Fazenda a negociar a venda da folha de pagamento do Palácio 17 de Julho a uma instituição financeira. Tem mais. Mandou cortar 25% dos contratos não essenciais ao Palácio 17 de Julho.

Caberá à secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo agilizar a venda dos terrenos da prefeitura, o que poderá gerar uma receita de R$ 10 milhões. “O decreto com o detalhamento de todas essas medidas será publicado nos próximos dias”, disse o prefeito.

Samuca também espera que a Procur-doria Geral do Município e a secretaria de Meio Ambiente bus-quem formas judiciais para utilizar 10% do Termo de Ajustamento de Conduta Ambiental assinado com a CSN para ser utilizado pela secretaria de Saúde, algo em torno de R$ 30 milhões.

Tem mais. No próximo dia 15, a prefeitura vai lançar o site www.comerciovr.com.br, uma plataforma de divulgação de estabelecimentos e produtos, com possibilidade de venda online. Será um shopping virtual e os empresários, que vivem a reclamar do governo, terão acesso livre ao site.

Deixe uma resposta