quarta-feira, julho 17, 2024
CasaColuna SocialColuna Social

Coluna Social

Na foto, Gustavo Tutuca, Roberta Kelab, Nelson Drucker e Wanderson Farias

Já foram definidos os últimos detalhes da 19a edição do Festival Vale do Café, que será realizado entre os dias 19 e 28 de julho, em várias cidades da região, recheada de grandes novidades. Para começar, vai acontecer em dois finais de semana; outra novidade será a participação de novas fazendas, entre elas, a Fazenda Floresta, de Vassouras, que pertenceu ao engenheiro Marco Capute, ex-presidente da Fundação Educacional Severino Sombra, já falecido.
As novidades agradaram aos organizadores. “O Festival Vale do Café já é uma tradição. Sua retomada, em 2023, mostrou sua força, tanto que, diante do êxito no ano passado, ficou definido que o evento será ampliado de um para dois finais de semana em julho. Houve também o interesse de mais fazendas de participarem do evento”, pontuou Wanderson Faria, da Setur/RJ.
A abertura do espaço para a participação dos integrantes do Arranjo Produtivo Local (APL) que poderão comercializar seus produtos artesanais (café, queijo e cachaça) nas fazendas também agradou. Em Vassouras, por exemplo, haverá até um empório para que os produtores locais possam vender seus produtos. “O Festival será ainda melhor. Só esses detalhes de ter dois finais de semanas e a possibilidade de podermos comercializar nossos produtos fazem a diferença para quem vai trabalhar e, principalmente, para os turistas, que terão mais chances de curtir o festival”, comentou um dos produtores do APL.
Em Piraí, cidade que volta a participar do Festival Vale do Café, haverá uma apresentação especial, no dia 25, na Igreja Matriz de Santana, com Cristina Braga e Ricardo Medeiros, com o recital “Floresta de Sons”. Segundo Gustavo Tutuca, secretário estadual de Turismo do governo Cláudio Castro, o Festival Vale do Café é um dos principais atrativos turísticos do estado do Rio. “Além das muitas opções culturais, artísticas e gastronômicas para os moradores do próprio Vale do Café, o Festival recebe turistas de todo o país, o que movimenta a economia e gera renda e trabalho para a região. Certamente será um grande sucesso”, prevê Tutuca, lembrando que as cidades participantes serão Piraí, Valença, Paulo de Frontin, Barra do Piraí, Paty do Alferes e Vassouras. Já as fazendas participantes serão: Floresta, União, Santa Rosa, Florença, Aliança, Fazenda das Palmas, Vista Alegre, São Luiz da Boa Sorte, São João da Prosperidade e Fazenda Monte Alegre.

 

Começou na noite de quinta, 27, a 3 a edição da ExpoRio Turismo, maior evento de turismo do estado do Rio de Janeiro, que está reunindo os principais players da cadeia produtiva do segmento, no Complexo Lagoon até domingo, 30. O projeto apresenta os atrativos turísticos das 12 regiões do estado e é realizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur- RJ) e pela TurisRio, com apoio da Fecomércio RJ e parcerias do Sesc e do Senac.
Durante o evento, a ExpoRio Turismo estará apresentando experiências focadas nos diversos segmentos que estão
sendo representados em espaços exclusivos, além das atrações culturais disponíveis. Existe até uma área instagramavel, onde os visitantes podem adquirir uma lembrança das belezas do Rio de Janeiro, além de curtir a mostra do artesanato fluminense. “Estamos promovendo o potencial turístico dos municípios para atrair, cada vez mais, visitantes para as diversas regiões. Além de divulgar as nossas cidades, a feira apresenta ao público nossos atrativos turísticos, produtivos e culturais. Além de entretenimento, estamos focando o turismo como atividade econômica”, ressalta o governador do Rio, Cláudio Castro.
O público também tem a oportunidade de participar de debates com painéis sobre turismo, negócios, empreendedorismo, entre outros temas. Ao final de cada dia, uma grande atração para fechar com chave de ouro: Toni Garrido (sexta – 28/6); Pretinho da Serrinha (sábado – 29/6); e Blitz (domingo – 30/6).
“O Lagoon, novamente, será a casa do turismo fluminense. A ExpoRio Turismo já faz parte do calendário de eventos do Rio de Janeiro, integra os municípios e as pessoas adoram. Em 2023, recebemos mais de 50 mil pessoas e este ano tem tudo para ser, de novo, um sucesso de público, fomentando todo o potencial das regiões turísticas do estado”, explica o secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca.
Serviço:
Expo Rio Turismo
Dias: 28, 29 e 30 de junho
Horário: quinta e sexta: 14h à 0h; sábado: 12h à 0h; domingo: 10 às 23h Agenda de Shows: Toni Garrido (28), Pretinho da Serrinha (29) e Blitz (30) Endereço: Av. Borges de Medeiros, 1424 – Lagoa, Rio de Janeiro.
Entrada gratuita, mediante inscrição pelo site: exporioturismo.com.br

 

O Senac RJ está oferecendo 40 vagas gratuitas em curso de qualificação profis- sional para o Sul Flumi- nense por meio do Programa Senac de Gratuidade (PSG). Há oportunidades de capacitação na área de administração e gestão com aulas a partir de 8 de julho, na unidade de Barra Mansa. Os interessados devem se candidatar pelo link http:// psg.rj.senac.br/Ext/ Vagas.aspx.

 

A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda está preparando mais um projeto de capacitação de idosos e pessoas com necessidades especiais para inclusão no mundo digital e mercado de trabalho, com cursos presenciais como “Introdução ao Mundo Digital”, “Editor de Textos”, “Planilhas” e “Apresentação de Slides”.
Segundo o diretor de Assistência Social da AAP-VR, Manoel Messias dos Santos, o diferencial do projeto é a possibilidade de a pessoa participar, também, do Curso de Educação Financeira, pois situações como uma doença ou desemprego de um filho são elementos mais fortes para desequilibrar o orçamento de um idoso. “Para viver apenas de um salário de aposentado e manter boa qualidade de vida, é necessário rigoroso planejamento financeiro para que as despesas básicas possam ser pagas e ainda sobre para o lazer. O idoso
precisa, como todo jovem, de autonomia e independência. Além de receber sua aposentadoria sem intervenção de terceiros, ele deve ter total controle sobre como gerir e gastar. Assim, a educação financeira serve de ferramenta para alcançar a liberdade financeira. Trata-se, também, de fornecer conhecimento, estímulo e incentivo ao empreendedorismo. O Ensino de Educação Financeira para a pessoa idosa acontecerá por meio de curso presencial, no auditório da AAPVR”, explicou Messias, anunciando que a próxima turma de Educação Financeira acontecerá no período de 8a31dejulho,às segundas, quartas e sextas,
das 8h30min às 10h30min. Elas são voltadas para o público de 60 anos ou mais e pessoas com deficiências, mas, caso a pessoa que não tem 60 anos queira participar, é só se apresentar acompanhado de um idoso. Outro diferencial é que os cursos são gratuitos, independentemente de ser associado ou não.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

Coluna Social

Coluna Social

Coluna Social

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp