Bate-Bola Sergio Luiz

Varandão da saudade

Este é o time do Cotiara de Barra Mansa em 1977. Colaborou Gino Lopes.

Em pé: Técnico Pedrinho, Baiano, Caetano, Eli, Miza, Evandro, Borracha, Leandro, Quiabinho e Sérgio Ambrósio. Agachados: Neguinho, Zelito, Lula, Toninho, Valcir, Genésio, Rafa e Zé Mário.

Cacos (I) – Depois de dois vexames – perder a vaga para disputar a semifinal da Taça Guanabara e ser eliminado da Copa do Brasil pelo Lagarto (SE) –, o time do Voltaço fez sua estreia na Taça Rio enfrentando o Macaé, ontem à noite, no Raulino de Oliveira.

Cacos (II) – Como alguma mente brilhante da Federação marcou o clássico para às 19 horas de ontem, sexta, 28, é claro, que até o encerramento desta edição ainda não tínhamos o resultado da partida. Esperamos, pelo menos, que o tricolor de aço tenha vencido o jogo, embora tenha ficado em frangalhos depois dos dois últimos vexames.

Cacos (III) – O otimismo perde força quando se constata que o time dirigido pelo técnico Luisinho Vieira não foi reforçado. Isso mesmo, não contrataram ninguém e a parada será mais indigesta, pois os adversários já estão em melhores condições.

Clássico – No próximo sábado, 7, às 16 horas, o Volta Redonda vai encarar o Vasco, também no Raulino. ‘Vais sorrir ou chorar?’, pergunto aos torcedores que me provocam… Quem viver verá!
Baixa – O atacante João Vitor, 22 anos, sofreu rompimento do ligamento cruzado do joelho esquerdo, e deve ficar em recuperação de 7 a 8 meses. O engraçado é que o garoto chegou após a pré-temporada do time e não estaria no ‘mesmo nível’ dos companheiros. Fica a pergunta: a sua escalação foi forçada, só para que ele aparecesse na telinha da Globo? Com a palavra, a diretoria do Voltaço.

Vasco – O vascaíno da região terá a oportunidade de ver seu time em ação por duas vezes na cidade do aço. A primeira será hoje, sábado, 29, às 19 horas, contra o Resende. E no domingo, 8, às 16 horas, contra o Voltaço, aqui mesmo no Raulino.

História – É por essas e outras que o futebol é emocionante. Em partida válida pela Copa do Brasil na quarta, 26, o Paraná perdia por 2 a 0 para o Bahia de Feira até os 46 minutos do segundo tempo, quando diminuiu para 2 a 1. Aos 47″, empatou e, aos 53″, virou o jogo, vencendo por 3 a 2. Mais do que nunca fica provado que no futebol tudo pode acontecer e que o jogo só termina quando o árbitro encerra a partida. Mais uma que entra para história do futebol. Por isso é apaixonante. Concordas?

Zada –O gerente de futebol do Voltaço, Zada, está de malas prontas rumo ao futebol português. Zada recebeu uma proposta de um clube da 3ª divisão, formador de atletas. O ex-goleiro e treinador Wilson Leite poderá assumir a vaga de Zada.

Bola fora – Para o técnico venezuelano Rafael Dudamel, que fracassou ao comandar o Atlético-MG por somente dois meses. Em apenas uma semana ele foi eliminado da Copa Sul Americana e da Copa do Brasil, pelo time do Afogados, da Paraíba. Quem conhece?

Bola dentro – Para o time do Flamengo, que vem ganhando tudo o que tem pela frente. Foram três títulos em uma semana: Taça Guanabara, Super Copa do Brasil e Recopa. Fase de ouro, sem dúvidas. Tá valendo!

Deixe uma resposta