Bate bola – Sergio Luiz

Este time entrou para a história do Voltaço. Conquistou a Taça Guanabara de 2005. Neste dia foi eliminado da Taça Rio pelo Flamengo. Foi a final contra o Fluminense e ficou com vice-campeonato, prejudicado pelo árbitro Edilson Soares. A foto pertence ao acervo do Serrão, autor do Hino do Voltaço.

Em pé da esquerda para a direita: Lugão, Shnneider, Alemão, Jonilson, Ailson, Deley (preparador físico),Maroca (roupeiro) e Parraro (massagista). Agachados: Adriano Felício, Humberto, Maciel, Glauber, Túlio e Mário César.

 

Nem tudo está perdido
O Voltaço sonhou em ganhar a Taça Guanabara com uma improvável vitória sobre o Flamengo, no Maracanã, na noite de sábado, 24. Não deu. Perdeu por 2 a 1 e terminou o campeonato em quarto lugar na classificação geral, o que lhe deu o direito de disputar a semifinal do carioca de 2021. Detalhe: em dois jogos contra o próprio Flamengo, sendo que o primeiro será no próximo sábado. A outra semifinal será disputada entre Fluminense e Portuguesa. O sorteio dos jogos e mando de campo acontece nesta segunda na sede da Federação Carioca.

História
Essa é de Marcinho, do Comercial. Conta que um jogador do América do Rústico, chamado José Carlos, que tinha o apelido de Zé Capeta, ia vestir a camisa do clube pela primeira vez, jogando contra o Santos, de Volta Redonda. Na reserva, aguardava ansioso para entrar em campo. Metade do segundo tempo surge a oportunidade. “Zé, vai aquecer”, mandou o treinador. Capeta tremeu. Não de emoção, mas de nervoso, pois não sabia fazer aquecimento. Para sua sorte, no mesmo instante, o técnico do Santos mandou um dos seus jogadores aquecer. Zé Capeta respirou aliviado e pensou: “Vou fazer tudo o que ele fizer”. E assim fez. Até mesmo para assinar a súmula, ele chegou junto com o adversário na mesa do árbitro reserva. Afinal, nunca tinha assinado uma súmula e nem imaginava como era. Sempre atento, nosso herói fixou os olhos na prancheta e viu que o adversário assinava: “Antônio dos Santos”. Zé Capeta não conversou e assinou: “José Carlos do América”. Incrível!

Bola fora
Para Vasco e Botafogo, que mais uma vez não conseguiram se classificar para uma semifinal de um torneio importante. A decadência dos dois é preocupante, e se não se reestruturarem, vão cair no fundo do poço. Suas torcidas não merecem isso.

Bola dentro
Para o time do Voltaço, que chega com méritos à decisão da Taça Guanabara. Líder do campeonato, com 21 pontos, um a mais que o Flamengo, precisa apenas de uma vitória simples. Nada impossível na altura do campeonato. Tá valendo!

Deixe um comentário