Todos os sons

Até o próximo sábado, 27, os barramansenses continuarão envolvidos por completo com a realização do III Festival Internacional de Música de Barra Mansa, iniciado no domingo, 14. O evento tem como ponto de partida a presença de 80 músicos da Orquestra Sinfônica do município, que estão apresentando, gratuitamente, o espetáculo ‘Brasil de Todos os Sons’. Os amantes de clássicos como Heitor Villa Lobos, Noel Rosa, Milton Nascimento, Luiz Gonzaga, João Gilberto, entre outros, não podem deixar de conferir as últimas apresentações e ainda os workshops, palestras e oficinas de músicas que estão sendo realizados.

 

Este ano, o Festival, apresenta como novidade os shows dos músicos em bares e restaurantes de Barra Mansa e ainda as apresentações do violinista israelense Shmuel Ashkenasi e do oboísta (que toca oboé) Alexandre Barros. Haverá ainda a oficina de Música Popular, a ser ministrada por Fernando Deddos, com apresentação na quinta, 25, a partir das 20 horas, no Sesc. Para as crianças, o Festival oferece aulas de música com o professor Ademar Rocha.

 

A abertura do Festival aconteceu no domingo, 14, num espaço do Ano Bom e reuniu secretários do governo Rodrigo Drable, deputados, vereadores e ex-vereadores, representantes do UBM, convidados, além da primeira dama Regina Borges Costa. Ao longo das apresentações, o evento vai reunir mais de 25 músicos consagrados em nível nacional e internacional em espetáculos com ritmos diversos, como jazz, chorinho e instrumental. Nas oficinas (gratuitas) haverá aulas com músicos de cinco nacionalidades diferentes para cerca de 400 alunos já inscritos.

 

O Festival Internacional de Música de Barra Mansa é uma ação da prefeitura, através do Projeto Música nas Escolas, com o apoio da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação. A Fundação Cultura também participa do projeto em parceria com a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. Segundo o prefeito Rodrigo Drable, o Música nas Escolas começou há 18 anos, na gestão do prefeito Roosevelt Brasil.

 

Ele lembrou que, na época, o maestro responsável, Vantoil de Souza, foi tachado de ‘maluco’, porque ele sonhou e trabalhou para formar músicos em Barra Mansa, especialmente nas escolas. “Ele enfrentou dificuldades e as superou. Hoje o Música nas Escolas está presente em todas as unidades de ensino da rede municipal. Eu não conheço outra cidade que ofereça essa oportunidade para os alunos. É nosso grande orgulho”, disse o prefeito, acrescentando que o Música nas Escolas ainda gera mais de 200 empregos na cidade e qualifica jovens de maneira nobre. Alguém duvida?

Deixe uma resposta