Mostra de Artes

A secretaria de Ação Comunitária de Volta Redonda lançou na noite de quinta, 12, no espaço de artes Zé Lia Arbex, na Vila, a XIV Mostra de Artes do CAPD (Centro de Atendimento à Pessoa com Deficiência). “A arte tem o potencial de desenvolver e tocar as pessoas. Incentivar os assistidos do CAPD é fundamental”, comemorou o prefeito Samuca Silva, para quem a valorização das pessoas com deficiência através da arte é muito importante. Ao todo, estão expostos cerca de 100 trabalhos, que utilizam técnicas em mosaico, pinturas, reciclagem de jornal e revista, papietagem, bordados, quilling, mandalas de lã e colagens. Entre os temas destacam-se balões, paisagens bucólicas e culturas africanas.

De acordo com a coordenadora do CAPD, Ethiene Correia, os serviços ofertados no Centro têm como finalidade a promoção da autonomia, a inclusão social e melhoria da qualidade de vida das pessoas participantes, contribuindo para evitar o isolamento e a desassistência de serviços essenciais. “O Centro conta com equipe multiprofissional, que desenvolve atividades individuais e coletivas usando diferentes métodos e técnicas de trabalho social, identificando habilidades, capacidades e necessidades de suportes e apoio”, pontuou.

Já o secretário de Ação Comunitária, Marcus Vinícius Convençal, o Marcão, lembrou que o trabalho no CAPD é essencial para o desenvolvimento dos assistidos. “O objetivo principal é fazer com que essas pessoas tenham cada vez mais autonomia. Cada conhecimento que eles recebem no Centro ajuda na inclusão delas na sociedade”, comentou.

Deixe uma resposta