terça-feira, janeiro 18, 2022

Curtas 1166

Volta Redonda acaba de ganhar uma das melhores casas de bolos e doces da cidade, mais precisamente a Doceria Suimpa Gourmet, localizada à Rua Arthur Luis Correa, 929 (a Rua do Ressaquinha), que tem à frente os empresários Alan e Daniele Corrêa do Carmo Pançardes da Rocha. Entre as especialidades da casa, os bolos de morango, de brigadeiro com ninho e brigadeiro. Detalhe: aceitam encomendas com recheios diversos.

Tem mais. A Doceria Suimpa Gourmet abre todos os dias, das 9 às 21 horas e para quem prefere quitutes salgados, a casa trabalha com empadão, pão de queijo, mini assados de bacon com ameixa, além do tradicional cachorro-quente. É de dar água na boca, não é mesmo?

Já estão abertas as inscrições para os cursos de qualificação profissional da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), instituição vinculada à secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação e Desenvolvimento Social. Existem mais de 9 mil vagas, distribuídas por 30 opções de curso de graduação nas áreas de salgadeiro, padeiro, confeiteiro, garçom, operador, auxiliar de cozinha, bartender, manicure e pedicure, vendedor, informática, entre outros. O prazo termina no dia 19 e as inscrições devem ser feitas pelo site www.faetec.rj.gov.br . Detalhe importante: os candidatos devem ter entre 14 e 18 anos. O sorteio público das vagas será realizado no dia 20 de setembro, a partir das 10 horas, e a lista dos aprovados será publicada no site da instituição.

Uma festa de gala está sendo preparada com todo o carinho necessário para as comemorações dos 50 anos da Câmara de Dirigentes Lojistas de Volta Redonda (CDL-VR), marcada para a noite da próxima quinta, 19, em uma casa de espetáculos na Rodovia dos Metalúrgicos. A CDL é presidida pelo empresário Gilson de Castro (na foto).

1º Festival de Arrancada e Manobras
A prefeitura de Volta Redonda, em parceria com a Associação Arena 22, promove amanhã, domingo, 15, o 1º Festival de Arrancadas e Manobras. Será na Avenida Getúlio Vargas, com exposição de carros antigos e exóticos, clubes automotivos, além de brinquedos para as crianças e food trucks, entre a sede do Detran, na esquina com a São João, e a Rodoviária Francisco Torres.
O prefeito Samuca Silva defendeu a realização das provas em uma das principais avenidas da cidade, que será fechada ao trânsito, é claro. “A prática esportiva é saudável e motiva o ambiente ao redor. Independentemente do esporte, ele muda para melhor a vida de quem o pratica. Esta é uma competição que aproxima e une diversas pessoas e estilos, além de levar entretenimento para a população de Volta Redonda”, justificou.
O vice-presidente da Associação Arena 22 de manobras radicais, Renato Pereira, vai além e diz que o objetivo é fomentar o esporte com automóveis. “Nossa região é muito fraca com esse tipo de esporte. Avaliamos um evento desse porte para conseguirmos trazer lazer à população, com modalidades de esportes diferentes, movimentando o comércio local, atraindo turistas para a cidade, além de receber muitos pilotos de fora da cidade e da região”, defendeu.
A expectativa é que 150 pilotos de arrancadas e manobras participem do evento, que irá acontecer das 9 às 18 horas. O festival vai começar com atrações na arena com a arrancada e depois acontece um show de whelling, ou seja, manobras radicais com motos e em seguida manobras radicais com carros. Na etapa de arrancada serão disputadas três categorias: iniciante, desafio e força livre. 

Hoje, sábado, 14, Ana Clara Martins Coelho, de 11 anos, aluna do Projeto CEM (Crescer em Movimento), desenvolvido pela secretaria de Esporte e Lazer de Volta Redonda (Smel), vai participar da primeira seletiva para cursar ‘Dança Clássica’ na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. A audição vai acontecer em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Se for aprovada, irá participar da seleção com concorrentes de todo o país, em outubro, na sede da Escola do Teatro Bolshoi, em Joinville (SC).
Ana Clara Martins é aluna do Curso de Ballet Clássico da Arena Multiuso Ilha São João. Ela faz aulas semanalmente dentro do Projeto CEM e contou que ela e a família já estão se preparando para a viagem. “A sensação é muito estranha, porque a gente não sabe o que esperar. Estamos nos preparando para dar tudo certo, mas caso eu não consiga, vou continuar tentando. Só de estar indo já é gratificante. A dança é o meu sonho”, contou.

A prefeitura de Barra Mansa retirou mais de 300 pneus velhos que estavam estocados em um depósito do Parque da Cidade e encaminhou tudo para o setor de reciclagem, onde poderá ser aproveitado para fins industriais. Além disso, parte do material que não for aproveitado será direcionada a alunos do projeto ‘Arte com Pneus’, onde os pneus descartados são transformados em materiais úteis, para diminuir os danos ambientais e gerar renda à população. Para o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Carlos Roberto de Carvalho, o ‘Beleza’, a necessidade de combater o descarte indevido de pneus está atrelado ao reaproveitamento do material. “Um dos maiores problemas é a longa vida útil deste material, que se tornou algo riquíssimo para esse tipo de trabalho. Nosso objetivo é buscar soluções para reinventar, criar e transformar aquilo que nós temos em algo novo e mais útil”, disse.

Artigo anteriorMostra de Artes
Artigo seguinteFiscaliza VR
ARTIGOS RELACIONADOS

Curtas VR

Vai uma gelada?

Prêmio Jacaré

LEIA MAIS

“Não enganei ninguém”

Luto sem fim

Grampos

Grampos Barra Mansa

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp