Grampos

Quem avisa… – O prefeito Samuca Silva precisa puxar as orelhas do seu secretário de Meio Ambiente, Maurício Ruiz. O rapaz, que é conhecido por plantar ´arvores’ (não é bananeira, não, hein, gente), é de fora e enquanto vive na cidade do aço mora na Colina, área boêmia de Volta Redonda. Pois bem. Na pracinha dos bares e restaurantes, duas velhas árvores podem cair a qualquer momento, e, quando isso ocorrer, poderão provocar a morte de quem estiver por perto. É que as árvores só não foram abaixo por estarem escoradas em diversos fios, como mostra a foto, inclusive de alta tensão. Ruiz, segundo uma fonte, foi levado por um morador para ver o perigo bem de perto. E não tomou nenhuma providência. Um dia cai… a árvore, é claro.

Água (I) – A prefeitura de Volta Redonda, segundo Samuca, vai investir R$ 2 milhões para melhorar o abastecimento de água na cidade do aço. É possível e a população torce para que isso ocorra. Pena que não será para o verão de 2020.  

Água (II) – Na terça, 7, como parte dos ‘366 investimentos’ que pretende promover em 2020 – o equivalente a um por dia -, Samuca anunciou a construção de mais de três mil metros de rede de água potável ao longo da Estrada Francisco Torres (Pinto da Serra), entre os bairros da Voldac e São Luiz. “Melhorar o abastecimento de água no município sempre foi prioridade. Já fizemos melhorias no Açude e Três Poços e agora chegou a vez da região do São Luiz e Califórnia. A construção desta rede de água vai beneficiar cerca de 40 mil moradores dos bairros São Luiz, São Sebastião, Califórnia, São Luiz da Barra, Fátima, União e São Francisco”, disse Samuca, quando esteve na Praça Dona Mariinha, no São Luiz.    

Água (III) – Enquanto dava as boas notícias aos moradores dos bairros citados, que pertencem a Volta Redonda e Barra do Piraí, Samuca desconhecia que os cofres públicos estavam sendo sangrados por culpa do Saae-VR. É que a direção da autarquia nada tinha feito até aquele dia – terça, 7 – para pôr fim ao vazamento de água potável que, desde domingo, 5, ocorria na Avenida Beira Rio, quase em frente à sede de uma antiga fábrica de cerveja. A foto foi feita na manhã de quinta, 9, quando (viva!) homens e máquinas do Saae foram até o local para tentar acabar com o vazamento.

Água (IV) – Se não tivessem demorado tanto, os funcionários do Saae-VR poderiam, em tese, ter evitado que outro vazamento – pior – acontecesse apenas alguns metros adiante, como mostra a segunda foto. É muita incompetência.     

Água (IV) – Por falar no Saae-VR, o órgão começou mal o ano de 2020. Logo na primeira semana, por conta de “uma variação de energia elétrica”, a rede adutora sob a Avenida Beira Rio se rompeu nas proximidades da Rua Madame Curie. Deixou meio mundo sem água por vários dias.

Da série perguntar não ofende – A direção do Saae-VR vai processar a Light por conta dos prejuízos? E vai dar desconto aos seus clientes que ficaram sem água por vários dias? 

Escritura Fácil – No domingo, 5, em solenidade na Praça Rotary, na Vila, Samuca entregou títulos de propriedade (Certidão de Regularização Fundiária) para as primeiras 29 famílias do Programa Escritura Fácil, criado para garantir a posse definitiva do imóvel que elas ocupam. Cerca de 40 mil famílias, que ocupam terrenos públicos, com área construída sevem ser beneficiadas.

Esgoto – Num evento do ‘Orgulho de Volta’, Samuca foi induzido ao erro, provavelmente por acreditar nas informações que recebe. É que o prefeito disse, segundo sua assessoria, que o seu governo teria passado de 17% para 37% o esgoto tratado de Volta Redonda. Há controvérsias. Teria aumentado, mas não tanto.        

Quadra – Hoje, sábado, 11, pelo ‘Orgulho de Volta’, a prefeitura de Volta Redonda vai inaugurar uma quadra poliesportiva no bairro Fazendinha. Será às 11 horas. Já amanhã, domingo, 12, às 10 horas, Samuca deverá inaugurar as ‘melhorias e a revitalização de uma raia de malha’, no Açude. 

Saúde – Volta Redonda recebeu R$1,5 milhão para investir na saúde. O recurso já estaria até nas contas do Palácio 17 de Julho e poderá ser usado na atenção básica do município, incluindo o custeio (pagamento de pessoal). A informação foi repassada na terça, 7, ao prefeito Samuca Silva, pelo deputado federal Christino Áureo, autor da emenda parlamentar que viabilizou a verba. Segundo o deputado, mais R$ 2 milhões chegarão em breve para serem investidos em Saúde e Assistência Social.

Sangue – Nos meses de janeiro, fevereiro e março, todos os colaboradores administrativos do UniFOA que doarem sangue no Hospital São João Batista, além de folgarem no dia da doação, terão direito a mais uma folga na data escolhida pelo funcionário durante o ano em vigor. A FOA e o UniFOA contam com mais de mil colaboradores e a expectativa é de que 30% participem da campanha.

Praça (I) – Enquanto os moradores do Jardim Belvedere clamam por melhorias na pracinha do bairro, quem mora na região do Roma começou bem o ano ganhando uma praça de esporte e lazer novinha em folha. A inauguração fez parte do programa ‘Orgulho de Volta’, que prevê a entrega de um novo investimento à população em todos os dias de 2020.

Praça (II) – No sábado, 4, Samuca Silva já tinha inaugurado a revitalização de uma praça no bairro Santa Rita do Zarur, com direito a reforma dos vestiários, construção de dois banheiros, um com acessibilidade, além da revitalização do entorno do campo de futebol.

Show da virada – Ainda repercute nas redes sociais o ‘show da virada 2020’, que teria como ponto alto a apresentação da dupla sertaneja Marcos e Belutti. Os sertanejos quase mataram o prefeito Samuca Silva. É que o show só aconteceu por volta das 3 horas da matina.

Previsão – Coincidência ou não, o público que a prefeitura esperava receber – de 100 mil pessoas – foi recalculado para menos. Bem menos. Para 80 mil pessoas.

Ônibus – Apesar da briga quase que diária com os empresários de Transporte, as empresas locais, inclusive a Sul Fluminense, tiveram que oferecer ônibus de graça – em horários especiais – para quem foi assistir ao show da virada na Vila. Detalhe: todos os veículos permaneceriam em circulação enquanto houvesse demanda de passageiros.

Centro Municipal de Saúde – No final de 2019, a prefeitura de Volta Redonda anunciou que 90% das obras de alvenaria, pintura, piso e janelas do antigo Hospital Santa Margarida, onde vai funcionar, em breve, o Centro Municipal de Saúde, já estariam concluídas. Só não revelou quando será inaugurado.

Detalhe (I) – Depois de pronto e inaugurado, no primeiro andar da antiga unidade, onde vai funcionar o Centro Municipal de Saúde, será instalado um aparelho de ressonância magnética que será adquirido através de uma emenda federal da bancada fluminense, no valor de R$ 7,8 milhões. O aparelho ficará no Centro de Imagem, que também irá funcionar no primeiro piso.

Detalhe (II) – No segundo pavimento ficará a área administrativa e a Policlínica da Mulher. O terceiro andar contará com a Clínica do Servidor, que vai oferecer todo o atendimento para o funcionário público de maneira centralizada. Já no quarto andar ficarão 36 novos leitos de retaguarda.

Angra dos Reis – No final do ano passado, o governador Wilson Witzel anunciou a implantação de três Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) em Angra dos Reis, nas comunidades de Camo-rim Grande, Belém e Frade. As primeiras unidades devem ser instaladas até o fim de janeiro.

Além das UPPs, a secretaria de Estado de Polícia Militar garantiu a construção de um novo batalhão na região. Hoje, o 33° BPM funciona no Parque Mambucaba e deverá ser transferido para uma área nova, no Centro de Angra. O quartel de Mambucaba será usado por uma Companhia Destacada e haverá reforço no patrulhamento ostensivo da área. A cidade vai receber ainda um blindado e reforço de 120 PMs.

Detro (I) – O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) aplicou 4.094 notificações em 2019, apreendendo 1.470 veículos, entre ônibus, vans e carros particulares. Desse total, 2.737 autuações foram referentes a ônibus intermunicipais, como os que rodam na região, gerando o recolhimento de 524 veículos. No caso das vans intermunicipais, os agentes aplicaram 489 sanções e recolheram 78. Além da frota regular, o Detro também coibiu os veículos irregulares e flagrou 868 veículos, entre vans, ônibus e carros particulares, realizando transporte intermunicipal de passageiros sem autorização do poder concedente.

Detro (II) – Aproveitando o balanço anual, um aviso à fiscalização do Detro: carros particulares, alguns da Baixada, estão fazendo lotadas nas proximidades da rodoviária de Volta Redonda. O transporte ilegal intermunicipal está sendo oferecido por motoristas de Uber para Angra dos Reis e cidades praianas e até para a cidade maravilhosa.    

Ubers – A prefeitura de Volta Redonda precisa disciplinar, com urgência, o transporte de passageiros por aplicativos, como Uber. Na cidade do aço, segundo uma fonte, estariam circulando mais de três mil veículos, a maioria absoluta totalmente irregular. Aí é que mora o perigo…   

Motos – Para piorar, existe um movimento na cidade para forçar o prefeito Samuca Silva a permitir a utilização de motos-táxi. Se a pressão der certo, vai ser um Deus nos acuda. Ah, há quem garanta que existe uma lei municipal que proíbe este tipo de transporte. 

Colégio – O governador Wilson Witzel pretende inaugurar 11 colégios militares no início deste ano. Um deles em Resende. Barra Mansa, onde Witzel prometeu construir uma unidade, vai ficar na mão. As inscrições podem ser feitas a partir do dia 21 no site www.matricu-lafacil.rj.gov.br.

Fiscaliza VR – Menina dos olhos do prefeito Samuca, que o cita toda vez que é questionado por um morador – o aplicativo Fiscaliza VR, na teoria, aceita críticas, pedidos e sugestões que envolvem a administração municipal. “A população deve usar para ser atendida. Isso aproxima o cidadão do Poder Público”, crê Samuca. Só que um incrédulo leitor do aQui decidiu testá-lo. Não conseguiu nem se cadastrar para usá-lo. Fica o dito pelo não dito.

(ex) Paz (I) – Durou pouco a prometida bandeira branca da paz entre Neném, presidente da Câmara, e Samuca, prefeito de Volta Redonda. Tudo por conta do atraso no pagamento dos Cargos Comissionados e RPAs do Palácio 17 de Julho. Em entrevista a Dário de Paula, o prefeito jogou a culpa em Neném, que não teria devolvido o Orçamento do Executivo, aprovado no final de 2019, para que ele pudesse sancionar e empenhar os valores a serem inseridos, empenhados e pagos em 2020. “O vereador Neném, que é o presidente da Câmara, disse a um jornal que vai encaminhar para a prefeitura (na quinta, 8, grifo nosso). (Chegando) eu faço a sanção, publico, insiro no sistema para empenhar, liquidar e pagar. Então eu tenho que pedir para todo mundo, não só aos RPAs, a todos os fornecedores, um pouco de paciência, mas (o pagamento) não depende só do prefeito, não”, disparou.

(ex) Paz (II) – A declaração caiu como uma bomba na Câmara e Neném foi ao programa Dário de Paula ontem, sexta, 10, para retrucar. Só faltou xingar o prefeito, pois o vereador deixou claro que não tinha nada a ver com o abacaxi (falta de pagamento dos cargos comissionados e RPAs). “O Orçamento do ano passado foi aprovado na Legislatura passada e enviado à prefeitura ainda em 2019. Ele não paga porque não tem dinheiro”, disparou Neném.

Médicos (I) – As relações entre Samuca e os médicos e enfermeiros que trabalham para a prefeitura de Volta Redonda também estão por um fio. E os dois lados passaram os últimos dias em guerra, com direito a troca de acusações, cartas e abaixo-assinados. Até carta aberta falsa andou circulando nas redes sociais.

Médicos (II) – Na tarde de quinta, 9, os dois lados ficaram frente a frente. E não teriam chegado a uma solução, tanto que os médicos estão decididos a publicar um edital de greve – exigido por lei – na segunda, 13, propondo à categoria que cruze os braços por tempo indeterminado. Ou melhor, até que Samuca explique como vai ficar a situação de quem trabalha por RPA ou ocupa cargo comissionado na área da Saúde. Conforme o aQui publicou com exclusividade nas redes sociais, a prefeitura de Volta Redonda quer reduzir os salários (em até 50%) e aumentar a carga horária de quem trabalha no Hospital São João Batista, na Policlínica da Mulher e na Policlínica da Cidadania. Por eles, a greve seria iniciada já na segunda, 13. 

Médicos (III) – Alguns médicos, segundo uma fonte, garantem que de 31 de dezembro até ontem, sexta, 10, vários profissionais das três unidades ligadas ao Palácio 17 de Julho, além de enfermeiros, teriam pedido demissão. Não concordam com a greve, nem com o Palácio.

Pagamento – Uma boa notícia: ontem, sexta, 10, a CSN teria pagado o IPTU de 2020. Se for verdade, vai dar para Samuca acertar as contas com os servidores públicos. A coisa tava tão feia, mas tão feia mesmo, que vários integrantes da equipe de Samuca teriam passado o Ano Novo na maior pindaíba.

Rádios – Na terça, 7, o prefeito Samuca Silva disse a Betinho Albertassi, da 88, que o Zoológico de Volta Redonda será reinaugurado em fevereiro. Dois dias depois, na quinta, 9, garantiu a Dário de Paula, da 96,1, que o Zoo será reinaugurado em março. Mostra que está precisando descansar…

Candidato – Na entrevista a Dário de Paula, Samuca também soltou uma declaração estranha. De que ainda não é candidato à reeleição. Que sua candidatura vai depender da população. Só faltou o radialista dizer: ‘me engana que eu gosto’.

Ninho – Provocado a falar sobre sua situação no PSDB, Samuca deu a entender o que todo mundo já sabe. Que vai deixar o ninho tucano. E vai mesmo… em direção ao partido dos peixinhos, o PSC de Wilson Witzel.  “Eu estou no PSDB. Posso mudar de partido”, disparou, indo além. “No Brasil nós só temos sopa de letrinhas”, ironizou como que desprezando as agremiações partidária. 

A conferir– Por falar em eleição, há quem garanta que o ex-prefeito Neto anda falando muito no nome do irmão, Munir Francisco.

A conferir – Outro que tem tudo para desistir de se candidatar à sucessão de Samuca é o ainda vereador Granato. Ele diz que é, mas quem o conhece sabe que fala por falar…

Deixe uma resposta