Grampos

Ventosa – O nome do aparelho, na foto, é engraçado, mas o que o Saae-VR  instalou na Rua Silva Ramos, no Jardim Normândia, usado para tirar o ar da rede, vem dando prejuízos aos cofres da autarquia. E ao bolso dos contribuintes. É que a ventosinha acima está jogando água na rua há mais de 15 dias. Quem vai pagar a conta?

Santa Cruz – O prefeito Samuca visitou na manhã de terça, 19, a unidade básica de Saúde do Santa Cruz. Foi ver a quantas anda a reforma do posto, que deverá ficar pronta em março de 2020. Aproveitou e trocou alguns dedos de prosa com funcionários e pacientes do local. O investimento é da ordem de R$ 550 mil. 

Prejú (I) – Cálculos da secretaria de Infraestrutura mostram que Volta Redonda contabiliza, em 2019, um prejuízo da ordem de R$ 150 mil com atos de vandalismos e furtos praticados em fontes nas praças do município. Os gatunos gostam de levar, principalmente, os bicos de pressão de água feitos de metal, que valem uma grana no mercado paralelo.

Prejú (II) – Na fonte próxima à Rodoviária Municipal, por exemplo, foram roubados 30 bicos médios, cada um com valor de R$ 130. Outros 70 bicos pequenos, que custam R$ 105 em média, também foram levados.

Prejú (III) – Os prejuízos também são causados pela má utilização dos espaços. Um carro foi lavado na fonte da Praça Oscar Cardoso, quebrando a grade e danificando o piso. Há, ainda, registro de cavalos, cachorros e bicicletas sendo lavados nas praças da cidade. Na fonte da Pedreira, em Três Poços, além de uso para lavar animais e bicicletas, vândalos quebraram os bicos e queimaram as bombas e a casa de máquinas pelo uso indevido.

Prejú (IV) – Só esqueceram de contabilizar o uso indevido de água potável, pelo Saae-VR, para regar plantas e jardins pelas áreas centrais da cidade do aço.

Ruas de Lazer – O clima agradável da manhã de domingo, 17, atraiu muita gente ao Aero Clube, especialmente na área onde existem quatro campos de peladas (no bom sentido) mantidos pela prefeitura de Volta Redonda, bem ao lado da Radial Leste, que fica fechada das 7 às 18 horas, mesmo que nenhuma alma viva a utilize. O projeto, apesar dos gastos, como o uso de GMs em seus possantes carros, não decola. Prova é que no domingo, por volta das 10 horas, os guardas de plantão preferiram ver um dos jogos disputados, como mostra a foto. Eram ocupantes de quatro viaturas…  

Protesto (I) – A madrugada de quinta, 21, foi terrível para o Palácio 17 de Julho. É que existia o boato de que a Sul Fluminense, em protesto contra o chamamento público das suas 33 linhas, não permitiria a saída de nenhum ônibus da sua garagem. Se fosse verdade, o caos iria se instalar, pois a empresa ainda é responsável por 61% das linhas municipais e, sem ônibus, ninguém poderia se locomover. Ir ao trabalho, por exemplo.

Protesto (II) – O boato era falso. Na verdade, um grupo de 20 funcionários, todos demitidos da empresa, planejou protestar na porta da Sul Fluminense, impedindo, por tabela, que os ônibus saíssem da garagem. Com a chegada da PM, eles se afastaram da sede da SF e ficaram perto de um posto de gasolina, como mostra a foto do aQui.

Protesto (III) – Segundo o grupo, a Sul Fluminense, só nos últimos dias, teria dispensado mais de 100 funcionários. E não teria pagado os direitos trabalhistas de ninguém, denunciaram.   

Instituto Doar – O estado do Rio de Janeiro tem 15 ONGs que concorrem ao prêmio de ‘melhor ONG do Brasil’, promovido pelo Instituto Doar, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas e apoio da Cervejaria Ambev.  O número de entidades fluminenses entre as “100 Melhores ONGs” cresceu entre 2018 e 2019, passando de 14 para 15 organizações. Os nomes serão conhecidos na segunda, 18, durante evento, em São Paulo. Em 2018, 675 ONGs se submeteram à avaliação feita por pesquisadores da FGV, integrantes da Sociedade Civil e pelo Instituto Doar. Já neste ano, a quantidade passou para 757. Detalhe: entre as 100 melhores ONGs, ‘Assistência Social’ é a causa mais bem representada, com 27 entidades. ‘Saúde’ tem 20, ‘Educação’ com 15, ‘Criança e Adolescente’ aparece com 13, ‘Desenvolvimento Local’ 13, ‘Meio Ambiente’ 4, Direitos Humanos 4, ‘Esporte’ 1, ‘Cultura’ 2 e ‘Outros’ 1.

Ambulâncias – Antes do feriado da Proclamação da República, o governador Wilson Witzel distribuiu 72 ambulâncias a 47 prefeitos fluminenses. O oba-oba ganhou até nome pomposo: ‘Virando o Jogo na Saúde’. Ah, as cidades da Baixada receberam o maior número de ambulâncias: 19 viaturas para os 11 municípios da região. Cada veículo custou R$ 172,2 mil. São furgões da Mercedes-Benz, adaptados para ambulância de suporte básico ou avançado de vida. Ou seja, os veículos foram adquiridos em São Paulo.

Ambulâncias (II) – O prefeito Samuca Silva ganhou uma ambulância; Rodrigo Drable também. Vale lembrar que os dois vivem a reclamar da falta de repasse de verbas que o governo do Estado lhes deve…

Fake news (I) – Aos ‘internautas-políticos-candidatos’ que se ‘acham’ acima de tudo e de todos: o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) espera votar ainda em 2019 uma nova regra sobre candidatos que espalharem fake news. A ideia é evitar que o problema de disparos de mensagens em massa se repita nas eleições municipais de 2020, que envolve mais de 5 mil cidades.

Fake news (II) – O documento sobre propaganda eleitoral, disponibilizado pelo TSE para consulta pública em 8 de novembro, afirma que a utilização na propaganda de informações veiculadas por terceiros “pressupõe que o candidato, partido ou coligação tenha procedido à checagem da veracidade e fidedignidade”. De acordo com o cronograma, haverá uma audiência pública na quarta, 27, e a votação no plenário está prevista para ocorrer em dezembro. O objetivo do TSE é ter um parâmetro para os juízes eleitorais de primeira instância, que serão os responsáveis por decidir casos concretos por todo o Brasil.

Radares – A utilização de radares de velocidade estáticos, móveis ou portáteis, que não possam ser visualizados pelos motoristas já está proibida no estado do Rio. É o que determina a lei Nº 8619/19, sancionada pelo governador Wilson Witzel em cima de um projeto de autoria dos deputados Rosenverg Reis (MDB), Gustavo Schmidt (PSL) e Dr. Serginho (PSL). Para os autores, o controle da velocidade não pode ser realizado através de ‘armadilhas’ ao condutor. Eles estão certos!

Sarampo (I) – A primeira fase da campanha de vacinação contra o sarampo em Volta Redonda ficou acima da previsão da secretaria de Saúde. Foram aplicadas 2.423 doses da vacina Triviral em crianças na faixa etária de 1 a 2 anos, atingindo uma cobertura de 98,74%. 

Sarampo (II) – A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Milene Paula de Souza, ressalta que as crianças que ainda não foram imunizadas com a vacina Triviral, na faixa etária de seis meses a menor de cinco, ainda podem ser vacinadas. “É importante manter a vacinação em dia”, lembra.

Sarampo (III) – No próximo sábado, 30, será realizado o ‘Dia D’ para beneficiar as pessoas que não puderam tomar a vacina durante a semana.

‘Dança & Magia’ – A Orquestra Sinfônica de Barra Mansa estará se apresentando amanhã, domingo, 24, às 18h30min, durante o tradicional espetáculo de fim de ano do projeto ‘Dança & Magia’, no Parque da Cidade de Barra Mansa. A entrada é gratuita. Durante o “A Floresta Encantada” haverá apresentações de grupos de ballet clássico do ‘Dança & Magia’, com crianças e jovens que fazem parte do projeto. Já a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa executará obras emocionantes durante as apresentações.

Bolsa-Família – A Prefeitura de Barra Mansa, através da secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), faz um importante alerta para que os beneficiados do Bolsa-Família compareçam na unidade de saúde mais próxima de sua residência, até o dia 6 de dezembro, para continuar tendo acesso ao auxílio. Segundo levantamento da própria SMASDH, houve uma queda significativa no número de procura para a renovação do benefício, que pode chegar a R$ 700.

Meio Ambiente (I) – Sem chamar muita atenção, e com pouco prazo para que os interessados possam se inscrever, a secretaria de Meio Ambiente de Volta Redonda vai promover na próxima quinta, 28, daqui a cinco dias, a eleição dos delegados e suplentes do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente para o biênio 2020/2021. O conselho será formado por representantes do Poder Executivo e da sociedade civil organizada, sendo que as instituições devem confirmar a indicação do titular e suplente até às  12 horas do dia 28 pelo e-mail [email protected] rj.gov.br.

Meio Ambiente (II) – No edital das eleições, o titular da pasta comete um erro primário. Estabelece que o Crea terá direito a indicar um integrante do Conselho. Motivo: o órgão não abrange mais os arquitetos e urbanistas de Volta Redonda. “A lei precisa ser modificada”, diz uma fonte. 

Concurso Público – A prefeitura de Volta Redonda prorrogou até o dia 2 de dezembro as inscrições para o concurso público para Docente I e II para a secretaria de Educação. Ao todo, serão oferecidas 606 vagas e a prova será realizada no dia 22 de dezembro, sendo para Docente I aplicada pela manhã e para Docente II no período da tarde, possibilitando que os candidatos concorram aos dois cargos. As provas serão objetivas. As inscrições podem ser feitas pelo link www.voltare
donda.rj.gov.br/concurso
publico. Para acessá-los, basta clicar no Edital 009/2019.

Jovem Aprendiz – A Fundação Beatriz Gama está oferecendo vagas para auxiliar-administrativo pelo programa Jovem Aprendiz. São 8 vagas, sendo uma para pessoa com deficiência. Para concorrer, o candidato deve ter concluído ou estar cursando o ensino médio ou o 9º ano do ensino fundamental. As inscrições podem ser feitas até o dia 2 de dezembro, exclusivamente pela internet. A ficha eletrônica está disponível em www.voltaredonda.rj.gov.br/concursopublico.

Natal Barra Mansa (I) – O clima de Natal vai dominar as ruas de Barra Mansa a partir da próxima sexta, 29, com a inauguração da Casa do Papai Noel, às 18h30min, localizada no Centro de Cultura Estação das Artes. Nela, Papai Noel estará presente todos os dias até o dia 24 de dezembro.

Natal Barra Mansa (II) – Outra novidade é a campanha “Estrelas do Natal”, que tem a solidariedade como seu carro-chefe. Desde ontem, sexta, 22, uma árvore de Natal foi montada na Praça da Matriz reunindo pedidos de 711 crianças de 0 a 4 anos, matriculadas nas creches municipais. Cada estrelinha terá o nome da criança, idade, tamanhos de roupas e calçados. Até o dia 22 de dezembro, os moradores da cidade poderão escolher quantas crianças desejarem para presentear.

Samba – O prefeito Rodrigo Drable sancionou a Lei 4830, aprovada pelos vereadores, criando o Dia Municipal do Samba, a ser comemorado, anualmente, a partir do próximo dia 2 de dezembro. Detalhe: não será feriado. O dia será apenas comemorativo, como deveriam ser todos os feriados do tipo.

Aliados – O vereador Washington Granato e o empresário Geraldinho do Gelo andaram trocando alguns dedos de prosa sobre eleições 2020. Dizem que na pauta estava a formação de uma aliança entre eles para concorrer à sucessão de Samuca. Nos bastidores, entretanto, especula-se que os dois estavam conversando sobre quem apoiar em 2020.

Luto – Na terça, 19, o prefeito Samuca Silva decretou luto oficial por três dias em decorrência do falecimento de Wilma Lopes da Silva Neto, D. Wilma, que era mãe do ex-prefeito Gotardo Lopes (2005-2008) e de Denise, Ângela, Paulo Netto e Mario Vitor.

capinha

Jaleco – Em 2014, há exatos cinco anos, o aQui mostrou o uso indevido dos jalecos, por parte dos profissionais de saúde que trabalham nos hospitais da cidade do aço. Pois bem. Na semana passada, graças à Lei 8626, do ex-deputado Átila Nunes, já sancionada por Witzel, os “profissionais de branco” não poderão mais utilizar equipamentos e vestimentas que caracterizam suas atividades fora do local da atuação profissional.

 A medida diz respeito aos equipamentos de proteção individual, descartáveis ou não, como uniformes, jalecos, aventais, macacões, luvas, óculos, máscaras, calçados, toucas ou gorros, protetores auriculares, entre outros. Em caso de descumprimento, o infrator poderá arcar com penalidades que vão de advertência a multa de 200 Ufir-RJ, cerca de R$ 684,00.

Viaduto – A prefeitura de Volta Redonda vai promover no dia 10 de dezembro, às 9 horas, uma licitação para reformar os bordos e a vedação das juntas de dilatação da Ponte Pequetito Amorim. Faz bem!

Metalúrgicos – Outra obra a ser licitada – no dia 18 de dezembro – é a da recomposição asfáltica do trecho do Mergulhão do Comercial até próximo ao Hospital da Unimed. Faz bem, afinal o asfalto usado nas obras da Rotatória na Rodovia dos Metalúrgicos, a cargo do Portal da Saudade, deve ter sido de ‘segunda linha’.   

Chuva – Por falar na obra da Rotatória, a cargo do grupo Campos Pereira, que pôs fim à Lagoa do Belvedere, na tarde de ontem, sexta, 22, por volta das 16h30min, o temporal que caiu sobre Volta Redonda provou que ela foi mal feita. Que não deveria ter tido suas licenças aprovadas por quem de direito. A rodovia, como mostram as duas fotos, ficou alagada, impedindo o trânsito dos veículos nos dois sentidos, justamente nas proximidades de acesso ao cemitério do grupo CP. E olha que foi o primeiro de uma série de temporais que ainda vão cair sobre a cidade do aço.    

Deixe uma resposta