Grampos

Contraste – Ontem, sexta, 8 de novembro, a Câmara de Volta Redonda promoveu uma sessão solene em homenagem às ‘Misses e Misteres VR 2019″. Deve ter lá seus motivos. Pena que os vereadores esqueceram que, há exatos 31 anos, a cidade do aço chorava por três operários mortos por soldados do exército brasileiro durante a ocupação da CSN. A greve da CSN e a morte dos operários foram simplesmente ignorados.  Devem ter lá seus motivos.

República – Para não dizer que ignoramos, a Câmara de Volta Redonda vai promover, no dia 19 de novembro, às 19h30min, uma sessão solene comemorativa à Proclamação da República. Nela, os vereadores vão homenagear 28 pessoas.

Itinerante – Quem quiser acompanhar de perto a atuação dos parlamentares de Volta Redonda não deve perder a chance de participar da Sessão Itinerante marcada para terça, 12, às 18 horas, no Teatro Gacemss, na Vila.  É imperdível.

Radiologia – Na noite de quarta, 13, os vereadores voltarredondenses voltam à Casa para se reunirem em mais uma sessão solene. Desta feita, em homenagem ao Dia do Técnico em Radiologia.

Férias – O prefeito Samuca Silva dará um super feriadão aos servidores do Palácio 17 de Julho. Todos serão dispensados no dia 23 de dezembro, antevéspera de Natal, devendo retornar no dia 6 de janeiro.   

Fina ironia – O prefeito Samuca Silva estava animado na manhã de terça, 5, quando esteve no programa Fato Popular, de Betinho Albertassi, na Rádio 88. Começou dizendo que o brasileiro tem a mania de só olhar para os lados, do vizinho, esquecendo o que de bom acontece no quintal da sua casa. “Pois é. A gente costuma olhar pro vizinho, né? O exemplo do lado. E esquece o que está acontecendo em Volta Redonda”, comparou, sem dizer o nome de nenhum vizinho. “Somos a cidade que mais gerou emprego em 2018”, completou, dando a entender que seus adversários tentam minimizar o fato.  “Os pessimistas falavam: ‘Ah, isso aí foi um caso ocasional, foi um ano’, acrescentou, aproveitando para desmentir a tese: “Em 2019 ainda somos líderes de (geração) empregos. Isso é sustentabilidade, isso é trabalho, é desburocratização”, completou.

Promessa – A prefeitura de Volta Redonda pretende emitir e entregar alvarás de funcionamento em apenas duas horas. A garantia é de Samuca. “Hoje, para abrir uma empresa você leva 24 horas. Até o final do ano, eu quero que o alvará seja entregue em duas horas”, prometeu, lembrando que seu governo retirou várias taxas que eram exigidas com o processo de desburocratização junto ao Palácio 17 de Julho. “Você que é salgadeiro, que faz seu trabalho em casa, você já consegue abrir o seu negócio dentro da sua própria casa. Há algum tempo, isso não era permitido”, exemplificou.

Franquias – Samuca até se lembrou de uma recente matéria do aQui sobre franquias e, sem citar a fonte, gabou-se. “Somos a cidade que mais cresceu em (abertura de) franquias do Estado do Rio. São impressionantes os números de Volta Redonda”, pontuou, usando dados da edição 1163, de agosto, onde o aQui mostrou que foram abertas 203 franquias só no segundo trimestre de 2019, o que correspondia a aumento de 22% em comparação com o mesmo período de 2018. “A nossa economia gira, aqui tem renda, atraímos novos moradores. Está acontecendo um fenômeno muito interessante em Volta Redonda: estamos ensinando para o Brasil e para o estado do RJ como é que se faz para gerar emprego em crise. E olha, sem incentivos fiscais”, disparou.

Investimento (I) – A prefeitura de Volta Redonda vai cortar o bairro São Luiz para levar água até Barra do Piraí. A informação foi dada por Samuca a Betinho e desde já o prefeito pede a compreensão dos moradores da região. “Nós vamos cortar toda a via do São Luiz, pois em breve vamos iniciar essa obra para aumentar a capacidade de envio de água (para a Califórnia). A rede é antiga. Nós vamos quebrar tudo para aumentar a capacidade de diâmetro da tubulação, para chegar mais água nessa região”, justificou.

Investimento (II) – Samuca deu a entender que a obra será em PPP.  “Ela só é possível com gestão pública eficiente e com parceria público e privada”, disparou. “Nós pedimos, assim como ocorreu no Jardim Belvedere (grupo CP), que o empreendedor, que visa o lucro, deixe seu legado de infraestrutura para a cidade”, completou. Ou seja, um grupo empresarial ficará responsável, como os Campos Pereira ficaram com a obra do Belvedere, por levar água de um lugar para outro.

Prazo (I) – Uma boa e uma má notícia. Na sexta passada, por conta do fechamento da edição, o aQui não teve tempo de noticiar que a prefeitura de Volta Redonda vai instalar um moderno aparelho de ressonância magnética no primeiro andar do Hospital Santa Margarida. A má notícia é que o aparelho só deverá entrar em operação em junho de 2020. “Queremos instalar o aparelho, se Deus quiser, até maio do ano que vem. Ou Junho. Vai depender dos processos de licitação (da compra do aparelho)”, justificou Samuca. 

Prazo (II) – Para quem não sabe, cerca de mil voltarredondenses estão na fila de espera para fazer o exame de ressonância magnética. “A fila de espera que temos na ressonância é gigantesca, quase mil pessoas em Volta Redonda”, anunciou Samuca, lembrando que, atualmente, os exames são feitos na rede privada.

Prazo (III) – Na entrevista a Betinho Albertassi, Samuca destacou a importância do equipamento, que é avaliado em R$ 8 milhões.  “Ele corresponde ao primeiro exame prévio. É mais complexo, e pode identificar uma doença, oferecendo um diagnóstico mais rápido e, obviamente, o tratamento. É um grande legado que vamos deixar não só para Volta Redonda como para todo o Sul Fluminense”, destacou.

Concursados (I) – A prefeitura de Volta Redonda começou a convocar 160 enfermeiros, 82 técnicos de enfermagem, 54 médicos para o Grupo de Apoio à Saúde da Família (Gasf), e 15 médicos pediatras, dentre outras funções. A convocação contempla ainda 26 técnicos em radiologia, 20 psicólogos, 14 cuidadores de idosos, 7 nutricionistas e 4 fonoaudiólogos. Eles vão atuar em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e de Saúde da Família (UBSF), além de redes de urgência e emergência, conforme necessidade de cada unidade.

Concursados (II) Os técnicos de enfermagem e os enfermeiros convocados deverão comparecer ao Teatro Maestro Franklin de Carvalho, ao lado do Colégio Getúlio Vargas, no Laranjal, na próxima segunda, 11, às 9 horas. Os demais deverão ir à secretaria Municipal de Saúde, conforme cronograma disponibilizado no site da Prefeitura (www.voltaredonda.rj.gov.br/concursopublico).

‘Escritura Fácil’ – O mutirão do ‘Escritura Fácil’, da Prefeitura de Volta Redonda, já atendeu mais de 850 famílias. E para facilitar o acesso das pessoas que trabalham e não podem participar do programa durante a semana, o atendimento agora será também aos sábados, a partir de hoje, das 8 às 13 horas, no Estádio Raulino de Oliveira.

Lindinho O Ministério Público do Estado do Rio obteve a condenação do ex-prefeito de Nova Iguaçu, Lindbergh Farias, por ato de improbidade administrativa por conta da distribuição de medicamentos à população em caixas com o logotipo que remetiam ao seu governo, como forma de publicidade pessoal. De acordo com a sentença proferida pelo Juízo da 2ª Vara Cível de Nova Iguaçu, Lindbergh Farias foi condenado à suspensão de seus direitos políticos pelo prazo de cinco anos e ao pagamento de multa civil em valor equivalente a 48 vezes o subsídio atual de Prefeito de Nova Iguaçu.

Autorizado O governo do Estado já pode implantar o programa ‘Segurança Presente’ em todos os municípios fluminenses. A determinação é da Lei 8597/19, do deputado Rosenverg Reis (MDB), já sancionada pelo governador Wilson Witzel. Detalhe: pode. Não quer dizer que vai instalar nada, é claro.

Trânsito (I) – Em entrevista a Dário de Paula, na manhã de quinta, 7, o prefeito Samuca Silva jogou um ‘balde de gelo’ (isso mesmo, de gelo) na cabeça de quem esperava e defendia as mudanças no trânsito do Aterrado. “Tem que esperar mais um pouquinho”, resumiu. “Temos que tranquilizar a todos os comerciantes, moradores: calma, que não vai mudar, só apresentou (o projeto)”, explicou, referindo-se ao titular da pasta, Maurício Batista.

Trânsito (II) – Samuca não deixou por menos. “Primeiro, quero deixar claro que a mudança na Avenida 7 de Setembro foi um projeto apresentado a mim, submetido à Associação de Moradores, mas em nenhum momento falamos que iríamos implementar o projeto de forma imediata”, completou.    

Trânsito (II) – Para Samuca, foi feita muita onda em cima da anunciada mudança, que deveria ocorrer no feriado de sexta, 15. “Muita onda, quando nós apresentamos para a Associação de Moradores uma página fake aí da cidade colocou até batida de carro, enfim”, ironizou. Ele pode ter razão. Até o aQui caiu na ‘fake news’ palaciana ao dar tanto espaço para uma notícia que vai ter que esperar ‘um pouquinho’ para sair do papel.  

Trânsito (III) – Talvez pensando nos que acreditaram no projeto e não têm medo de enfrentar os comerciantes que discordam do mesmo, Samuca disse a Dário de Paula que o governo tem outros planos para melhorar a questão da mobilidade urbana. “É um projeto (o do Aterrado, grifo nosso) para depois. Sei que tem outras prioridades para a mobilidade de Volta Redonda, tem a tarifa comercial zero que vai fechar… essa licitação do ônibus para ocorrer… Então, tem outras prioridades sobre mobilidade urbana para que nós possamos quem sabe aí sim fazer (a do Aterrado)”. Pelo visto o prefeito acredita mesmo em vaca que tosse.

Siderlândia – Amanhã, domingo, 10, às 9 horas, a prefeitura de Volta Redonda vai entregar a reforma do complexo esportivo do bairro Siderlândia.

‘Cidade da Música’ – A Orquestra de Cordas do projeto “Volta Redonda Cidade da Música” estará se apresentando na noite deste sábado, 9, às 19h30min, no Teatro Gacemss I, que está comemorando o seu 74º aniversário. O concerto contará com a participação do flautista da Orquestra Sinfônica Nacional da UFF, Helder Teixeira. A regência dos músicos fica por conta da pianista e maestrina Sarah Higino. O espetáculo é de graça.

Apae-VR – Cerca de 180 trabalhos artísticos dos alunos da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) fazem parte da exposição pedagógica, que já está aberta para visitação no Espaço Zélia Arbex, na Vila, de segunda a sexta, das 10 às 18 horas, e aos sábados, das 9 às 17 horas, e aos domingos, das 9 às 13 horas.

Escória – A Justiça Federal de Volta Redonda multou a CSN e a Harsco por descumprirem a limi-nar de 2018, que determinou a redução da escória na Brasilândia. O valor da multa diária seria de R$ 100 mil, o que ultrapassaria R$ 10 milhões por mês. A decisão fazia parte de uma ação movida pelo MPF e MPRJ contra a CSN. Só que um desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região suspendeu os efeitos da liminar emitida pela Justiça Federal de Volta Redonda. E ainda deixou claro que não tem certeza de que a escória realmente prejudica o meio ambiente.

Turno O Sindicato dos Metalúrgicos enviou ofício à CSN pedindo a abertura das negociações para a renovação, ou não, do turno de oito horas na UPV. O acordo atual vence no dia 2 de dezembro. A decisão, segundo Silvio Campos, caberá ao trabalhador.

9 de Novembro Os 31 anos da Greve de 1988 na CSN, comemorados hoje, 9 de novembro, foram lembrados pelo Sindicato dos Metalúrgicos em um ato público na quinta, 7, na passagem superior da CSN. Participaram do ato várias entidades representativas. A Greve de 88 na CSN vitimou fatalmente os metalúrgicos William, Valmir e Barroso.

Estágio A CSN abriu inscrições para o Programa de Estágio 2020 nas unidades de Volta Redonda e Porto Real. São 150 vagas destinadas a estudantes de nível técnico e superior. As inscrições vão até o dia 14 de novembro pelo site www.csn. com.br/oportunidades. O site contém ainda as informações sobre as vagas de estágio para cursos de nível técnico e superior.

Despejo – Despejado por inadimplência, em ação movida CBS da ordem de R$ 3 milhões, o UBM deverá emitir um comunicado na segunda, 11, informando pais e alunos sobre o novo endereço do campus que funcionava na Cicuta. 

Segurança – Na quinta, 7, o prefeito Samuca esteve na sede do Disque Denúncia, no Rio de Janeiro, acompanhado do secretário de Segurança Pública, coronel Goulart. A ideia é que o Disque Denúncia tenha um ‘braço’ na cidade do aço, funcionando como um canal para receber denúncias anônimas, fazendo ligação direta com a Guarda Municipal e as polícias Civil e Militar.

Pagamento – Apesar dos problemas com a Caixa Econômica, que fez com que os salários de cerca de 400 servidores demorassem a cair na conta, o prefeito Samuca Silva estava todo pimpão com o pagamento da folha dos servidores públicos. “O olho gordo não funcionou. Estavam falando que não conseguiríamos pagar a folha. Pronto, tá na conta”, comemorou. Pra bom entendedor, meia palavra basta.

Secretariado Os secretários do governo Samuca levaram um, digamos, puxão de orelha. Em reunião na quarta, 6, Samuca falou uns 20 minutos sem ser interrompido por nenhum deles. Deu aquela chacoalhada e pediu celeridade no andamento dos projetos especiais. Entre mortos e feridos, salvaram-se todos. Pelo menos por enquanto.

Patrocínio – A prefeitura de Volta Redonda já está com a programação completa para a festa de réveillon deste ano. Mas a festa não está garantida. É que Samuca deu uma ordem à sua equipe: réveillon só se for com recursos da iniciativa privada, através de patrocínio. Tá certo!

Ônibus – O Palácio 17 de Julho continua esperando pelo sinal verde do TCE para relançar a licitação das 31 linhas da Sul Fluminense. Enquanto isso, a SF segue operando e mal. No Santa Cruz, por conta da insatisfação geral dos passageiros, já se fala em uma grande manifestação contra a empresa – até com fechamento de pista. Se a moda pega, os moradores do Açude vão fazer o mesmo e assim por diante.

Deixe uma resposta