segunda-feira, janeiro 17, 2022

Grampos

Porto Real – O presidente da FOA, Eduardo Prado, e a reitora do UniFOA, Úrsula Fraga, firmaram convênio com o prefeito de Porto Real, Alexandre Serfiotis, para melhorar a qualidade dos serviços de diversas secretarias do município. A parceria abrange todos os cursos do UniFOA, que se dispõe a oferecer professores e alunos orientados por eles para atender necessidades do município e a prática da profissão supervisionada aos alunos, no decorrer da faculdade.
Durante o evento, Eduardo Prado entregou a Serfiotis um exemplar do livro Fazenda Três

Poços – do café à Universidade, da Editora FOA, que conta uma história sobre as terras que envolvem o campus Olezio Galotti.

Flamengo – Apesar de ser fã do Mengão, o prefeito Neto não perdoou a atitude dos torcedores do time carioca que provocaram uma tremenda briga na Praça da Colina. Na manhã de segunda, 29, comparou a aglomeração na pracinha com a campanha de vacinação promovida no domingo, 28, Praça Brasil. “Neste fim de semana tivemos uma mostra do que precisamos e uma do que não precisamos de jeito algum para enfrentar a pandemia. Se por um lado o Clube de Antiguidades Automotivas, os Falcões de Aço e nossos skatistas se uniram para ajudar a reforçar a vacinação contra a Covid-19 no domingo, por outro tivemos um péssimo exemplo no sábado. As cenas de gente bebendo e brigando na Praça da Colina seriam tristes em qualquer ocasião, mas são ainda mais deprimentes pelo momento de pandemia que vivemos”, escreveu, para concluir: “Infelizmente, estamos vivendo um momento muito difícil e tem gente que insiste em não aprender nada”.

Desculpas – Não satisfeito, Neto procurou eximir a responsabilidade da prefeitura. “A solidariedade e o bom senso salvam tanto quanto a vacina e infelizmente a prefeitura não pode e nem consegue cuidar de tudo ao mesmo tempo. O apoio da população é e sempre será fundamental. No jogo da vida, temos de estar todos do mesmo lado”, filosofou. Esqueceu que os problemas da Praça da Colina não são novidades para ninguém. Muito menos para as autoridades da área de segurança da cidade do aço.

Paralímpico – A Arena Esportiva da Voldac será sede neste sábado, 4, de um Festival Paralímpico envolvendo mais de 120 pessoas de 8 a 17 anos. Será das 8h30min às 12 horas e serão disputadas provas de atletismo, parabadminton e parataekwondo – esporte estreante nas Paralimpíadas de Tóquio.

‘Carro da vacina’ – Parece até que a cidade do aço é uma daquelas cidadezinhas de mil habitantes – nada contra elas, é claro -, mas a prefeitura de Volta Redonda ao usar as famigeradas pererecas (carros de som) para chamar os moradores para se vacinarem contra a Covid-19 mostra que ainda vive no século passado. Agora temos o carro do ovo, o carro do camarão, o carro da vacina etc etc. Argh! Sem contar o avião do circo. É por essas e outras que os veículos de comunicação da região vivem na miséria.

Resultado – No Santa Cruz, primeiro bairro que o carro do ovo (ops, da vacina) circulou, apenas 100 pessoas atenderam aos chamados (berros) do Poder Público.

Vai dar m… (I) – O deputado federal Luiz Lima sentiu na pele o que é depender das agências dos Correios, especialmente em Volta Redonda, como mostra a foto. E não deixou por menos. “Prezado Presidente dos Correios, estou em Volta Redonda/RJ, estamos na fila da agência dos Correios, que mudou de lugar. Estamos no sol. Lá dentro está lotadoooo de pessoas numa falta de respeito com as pessoas. Vamos ficar aqui pelo menos 2 horas na fila pelo tanto de pessoas dentro da agência e fora dela. Poucos atendentes. Tá difícil ficar no sol quente. Tem idosos aqui na fila e não adianta. Falta gestão na administração dos correios da cidade. O local que agência passou a funcionar não tem estrutura. Só vem quem está de carro e é de difícil acesso”, escreveu em uma postagem nas redes sociais. Deveria ter ido até à agência central dos Correios, na Vila, que está fechada há décadas, sabe-se lá por quê…

Vai dar m… (II) – Clientes, como mostra a foto feita pela equipe do parlamentar, têm que ficar na fila no meio da rua, do lado de fora da agência, correndo riscos desnecessários. Se der m…, como um atropelamento, por exemplo, quem vai responder por ela?

Ela voltou – Ex-candidata a prefeita nas eleições de 2020, quando teve que se afastar da disputa, Dayse Pena está de volta ao cenário político local. Deve se lançar como pré-candidata a deputada estadual pelo Novo Brasil. Na foto, ela aparece toda sorridente ao lado de Geraldinho do Gelo, pré-candidato à Câmara, Branco e Elói, políticos locais.

Gestão (I) – O vereador Betinho Albertassi bem que tentou fazer um agrado a Milton Alves, diretor da Policlínica da Cidadania, unidade que tem servido para alocar profissionais de Saúde indicados pelo Palácio 17 de Julho. Chegou a elogiar a gestão de Milton. Não deveria. Nos comentários da postagem, por exemplo, Betinho pôde comprovar que a gestão do diretor da unidade vive sendo criticada. “Olá Betinho, tudo bem. Estou na espera aguardando uma consulta com ortopedista já tem 6 meses e tem pessoas que estão na espera há mais de um ano”, denunciou um internauta.

Gestão (II) – O segundo também foi desanimador: “Estou esperando consulta de ortopedista a quatro meses e até agora nada, sem contar que quando vamos resolver algumas nas e smac sistemas está fora do ar ficam mandando volta depois”, escreveu um dos seguidores de Betinho Albertassi.

Gestão (III) – Vale lembrar que o bom gestor da Policlínica da Cidadania há bem pouco tempo demitiu um médico dermatologista para contratar outra profissional da área só para atender a um pedido político do Palácio 17 de Julho. E nem teve a coragem de dispensar o rapaz olhando no olho. O médico demitido – trocado por um QI – só ficou sabendo que não trabalhava mais na unidade quando foi avisado por seus pacientes. É dose. E ninguém fez nada.

ARTIGOS RELACIONADOS

Grampos

Grampos

Grampos

LEIA MAIS

“Não enganei ninguém”

Luto sem fim

Grampos

Grampos Barra Mansa

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp