Grampos

Na manhã de terça, 22, o presidente Jair Bolsonaro esteve mais uma vez no Hospital da Força Aérea Brasileira (FAB), em Brasília, onde foi atendido pela doutora Cintia Bracarense de Melo e sua equipe de gastroenterologia. Foi um procedimento de rotina e Bolsonaro deixou a unidade hospitalar no mesmo dia.
A doutora Cintia, para quem não sabe, é de Volta Redonda, capitã da FAB, e filha da saudosa dona Neide Bracarense e do engenheiro Melo, proprietários do Restaurante Bracarense, na Colina, empresa atualmente dirigida pela empresária Gabriele Bracarense Melo.

Drogas – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, participou na tarde de quinta, 24, da cerimônia de queima de 20 toneladas de drogas apreendidas pelas Polícias Federal e Rodoviária Federal. A ação, realizada na usina da CSN, faz parte da 23ª Semana Nacional de Políticas Sobre Drogas e é um dos eixos da Operação Narco Brasil, coordenada pela secretaria de Operações Integradas (Seopi), com atuação das polícias Civis e Militares de todo o país.

Taxistas – Os taxistas legalmente registrados em qualquer município do estado do Rio já podem contar com uma linha de crédito exclusiva para enfrentar as dificuldades causadas pela Covid-19. É o CredTaxi, linha que está sendo disponibilizada pela Agência de Fomento do Estado do Rio (AgeRio), com valor máximo de R$ 21 mil, taxa de juros de 0,25% ao mês e carência de até 12 meses. “A linha de crédito exclusiva para os taxistas era uma prioridade e foi prontamente atendida pela AgeRio. É necessário que os taxistas tenham um fôlego nas contas, pois tiveram uma redução brusca de seus ganhos. Além de o Estado regulamentar o transporte intermunicipal para a categoria, agora oferece a oportunidade de o profissional investir em sua ferramenta de trabalho”, afirmou o presidente da AgeRio, André Vila Verde. Mais detalhes em www.agerio.com.br/credtaxi.

Vacinas – Na segunda, 21, a prefeitura de Volta Redonda recebeu 16.510 doses da vacina AstraZeneca (Oxford). Foi o maior carregamento de imunizantes entregue até então. Todas seriam destinadas à aplicação da segunda dose contra a Covid-19. Com isso, a vacinação de primeira dose foi interrompida já na terça, 22. Mostra que, até prova em contrário, a secretaria de Saúde precisa de um bom gestor que saiba controlar o estoque das vacinas.

Vai vendo (I) – Influenciado, talvez, pelo anúncio da prefeitura de que Volta Redonda teria vacinado cerca de 15 mil pessoas de fora, o vereador Luciano Mineirinho apresentou o Projeto de Lei 70/2021 para que a vacinação contra a Covid-19 priorize moradores de Volta Redonda que tenham comprovante de residência na cidade do aço. “Nosso objetivo é que todos os moradores da cidade se vacinem prioritariamente em detrimento de moradores de fora da cidade”, justificou.

Vai vendo (II) – Mineirinho foi além. “Volta Redonda é uma cidade regional e, desta forma, várias pessoas estudam, trabalham, frequentam a cidade e, assim, muitos acabam se vacinando por aqui. Nossos moradores acabam ficando de lado”, acrescentou, lembrando que o próprio Ministério da Saúde estaria alertando aos prefeitos para que deem prioridade para a vacinação de seus moradores. “Esse vírus já matou mais de meio milhão de brasileiros e, somente em nossa cidade, mais de mil moradores”, comentou. O projeto foi aprovado na sessão de segunda, 21.

Praia – O prefeito Neto terá uma ajuda do governo Federal para reformar a estrada que liga a cidade do aço às praias de Angra de Reis, passando pelo bairro Roma, Getulândia e por Rio Claro. Parte da verba – R$ 1 milhão – já estaria até liberada. Vale lembrar que foi Neto, em mandato anterior, quem mandou abrir a estrada para o Perequê.

Açude – Por falar em Neto, na segunda, 21, o prefeito recebeu Alan Cunha, presidente da Associação de Moradores do Bairro Açude. Suplente de vereador, o jovem apresentou uma série de reivindicações da comunidade que representa. A principal delas, certamente, é a falta de médico no postinho do bairro. Reclamou também dos atrasos constantes dos ônibus da Sul Fluminense. E pediu, pelo amor de Deus, que Neto reforme todas as praças do Açude, principalmente a Praça José Belmonte, no Açude 2.

Base fixa (I) – Para melhorar a questão da segurança nos centros comerciais, a Guarda Municipal de Volta Redonda voltou a instalar uma base fixa na Avenida Amaral Peixoto, embaixo do Viaduto Heitor Leite Franco, que deverá funcionar 24 horas por dia. A ideia não é nova. Já foi tentada no governo Samuca e não deu certo. Pelo menos deve servir, se não mudar de lugar, para coibir as aglomerações de uma boate que vira e mexe é interditada pela força-tarefa da Covid-19.

Base fixa (II) – Com o trailer da GM na Amaral Peixoto, Volta Redonda passa a contar com três bases do tipo; as outras ficam na Vila (próximo da Praça Brasil) e na Ponte Alta (embaixo do viaduto).

Base fixa (III) – Ontem, sexta, 25, por volta das 6 horas, quem passasse pela Amaral Peixoto e precisasse de ajuda ficaria a ver navios. O trailer da GM estava todo fechado e não se via uma alma viva trabalhando. Ops, só podia ver dois moradores em situação de rua dormindo embaixo do Viaduto Heitor Leite Franco.

Saae (I) – A pergunta feita na edição passada sobre a necessidade de o Saae-VR gastar mais de R$ 6 mil com a compra de ração para peixes e milho para galinhas foi respondida pelo engenheiro Paulo Cesar, o PC, presidente da autarquia. Segundo ele, o milho é usado para alimentar as galinhas que o Saae mantém nas estações de tratamento de água para combater escorpiões.

Saae (II) – Quanto à ração para peixes, PC revela que o órgão reformou um lago no parque localizado no bairro Santa Cruz, onde funcionava um ‘Pesque & Não Pague’, que será reaberto ao público. A criançada e os aposentados poderão pescar à vontade, garante.

Saae (III) – Quanto à pergunta se o Saae estaria diversificando suas atividades, Paulo Cesar diz que não. Motivo: já tem problemas demais para resolver. Faz sentido.

Negociação (I) – O VR em Destaque, órgão oficial do palácio 17 de Julho, de vez em quando solta uma preciosidade. Como a negociação entre o prefeito Neto, em nome do Furban, e o proprietário de um terreno à Rua Júlio Caruso, no Belmonte, onde funcionava o depósito da secretaria de Administração da prefeitura local. O imóvel não estava mais sendo utilizado, mas o aluguel ia vencendo mês a mês. Já estava em quase R$ 1 milhão (R$ 957.736,32).

Negociação (II) – Como o custo ‘era desnecessário’ e o dono do imóvel ofereceu um valioso desconto, Neto acabou fazendo um acordo extrajudicial para que a dívida fosse reduzida e o processo, encerrado. Para isso, liberou o pagamento de exatos R$ 339.826,44, a favor de Humberto Sávio Martins, que deve estar rindo à toa.

Chora, Leão – Não é só Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo que estão na lista negra do Palácio 17 de Julho por dívidas não pagas de ISS, como o aQui já noticiou. Até o Barra Mansa, que vive à beira da falência, deve aos cofres públicos de Volta Redonda. O edital de cobrança leva o número 064/21. Se o Leão quiser pagar a dívida (o valor não foi revelado), terá um desconto de 60%. Ah, o Resende também teve seu nome incluído na lista dos que devem e não pagam (edital 065/21).

Força-tarefa – Os agentes da força-tarefa da prefeitura de Volta Redonda tiveram muito trabalho de quinta, 17, a domingo, 20. Fiscalizaram 67 estabelecimentos comerciais, apuraram duas denúncias contra igrejas – eram infundadas – e aglomerações em duas festas particulares. Uma, como era de se esperar, na Morada da Colina, que passou a ser o ‘ponto nervoso’ da Covid-19 na cidade do aço.


Reforma (I) – A Coordenadoria da Juventude de Volta Redonda está criando um centro de oportunidades para jovens. Ou melhor, está ampliando o espaço que existe há anos na Rua 25, na Vila, para em tese atender jovens de 15 a 29 anos à procura de trabalho. A ideia, como sempre, é prepará-los para ingressarem no mercado. Para dar impressão de novo, o espaço vai ganhar o pomposo nome de ‘Centro Oportunizar’ e a inauguração deverá constar da programação do aniversário de Volta Redonda, em 17 de Julho.

Reforma (II) – Para justificar a novidade, a titular da pasta da Juventude, Larissa Garcez, diz que os jovens sairão do Centro Oportunizar’ com um currículo pronto para encontrar uma oportunidade de emprego. “Faremos o atendimento do público através de estações de desenvolvimento e preparação com o jovem. Vamos ensinar a eles como se preparar, se desenvolver e buscar uma oportunidade, por meio da elaboração de currículo, criação de um e-mail e rede social profissional, divulgação sobre o que é e como funcionam e quais as empresas que abrem editais para a Lei da Aprendizagem”, disse Larissa. “A ideia é que o jovem saia do Centro Oportunizar com um currículo pronto e mais preparado. Ele sairá com este encaminhamento e deixará um currículo também conosco. Além disso, terá acesso a dinâmicas voltadas ao desenvolvimento de aptidões e perfil profissional com material de apoio, que será desenvolvido por universidades parceiras”, exemplificou.

Reforma (III) – A Coordenadoria da Juventude não poderia desenvolver esse Centro em outro local que não fosse na Vila, não? Estão criando, como mostra a foto, mais um ‘monstrengo arquitetônico’ para desfigurar o ponto mais nobre de Volta Redonda.

Sacolas – A Lei (8.473/19) que estabeleceu as regras de substituição das sacolas plásticas tradicionais nos supermercados pelas retornáveis em todo o estado do Rio completa dois anos hoje, sábado, 26. No período, segundo a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), cerca de 4,3 bilhões de sacolas plásticas deixaram de ser distribuídas aos consumidores. Como elas são vendidas a ‘preço de custo’ por sete ou 10 centavos cada uma, é só multiplicar por 4,3 bilhões que descobriremos quanto os supermercados não lucraram com a lei das sacolinhas, né? E os supermercados da região agora ainda teimam em cobrar um ‘extra’ para cortar a carne em bifes…
Da série “perguntar não ofende” – Por que os nossos ilustres vereadores e deputados não apresentam um projeto de lei para impedir esse tipo de diferença de preços nos balcões dos supermercados? Nos açougues, por exemplo, comprar um quilo inteiro ou em bifes dá no mesmo…

TJ – Com relação à matéria veiculada pelo aQui a respeito de possíveis golpes que estariam sendo cometidos por Felipe Tobler Lemgruber em advogados e até juízes da região, a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça encaminhou a seguinte nota: “A Corregedoria do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, assim que tomou conhecimento da conduta atribuída ao servidor Felipe Tobler Lemgruber, o afastou das funções e instaurou sindicância para apuração dos fatos. Concluída a sindicância, foi aberto um Procedimento Administrativo Disciplinar – PAD em face do servidor, o qual tramita em segredo de justiça”.

Candidato – Quem está se preparando para alçar voo mais alto é o vereador Rodrigo Furtado (PSC). Sonha com a Câmara dos Deputados. Aliás, Volta Redonda precisa de um bom representante na Casa.

Asfalto – A prefeitura de Volta Redonda homologou um contrato milionário para asfaltamento de diversas ruas da cidade. Vai pagar, ao todo, R$ 10.945.018,72. A empresa vencedora da licitação é a HB20 Construções Eireli, com sede em Imperatriz, no… Maranhão. Fica a pergunta: como conseguiu vencer a Almeida & Filho, que é de Volta Redonda?

Partido – Como o aQui adiantou, o prefeito Neto pode estar perto de se filiar ao PSD. O vereador Luciano Mineirinho, que é do partido, ressaltou que nos bastidores políticos é quase certa a filiação de Neto. “Tanto do prefeito quanto do ex-deputado Deley e do secretário Munir”, disse Mineirinho durante a sessão de segunda, 21. O presidente da Câmara, Neném, que é próximo de Neto, deu outra informação. “O que eu sei é que o Neto vai para onde o deputado Rodrigo Maia for”, completou.

Entrevista – Ednilson Vampirinho (PRB) assumiu a cadeira do Pastor Washington na Câmara. Como é pouco conhecido, o aQui o procurou para que falasse de seus projetos e do estranho apelido que carrega. Vampirinho não quis. Não deve ter muito o que falar, né?

Pagamento – Na sua live de terça, 22, Neto disse que vai começar a pagar os CCs (cargos comissionados) e RPAs do governo Samuca. E que vai começar pagando quem ganhava menos. Só não disse a data.

Catarata (I) – Se tudo correr bem, e se Conceição deixar, na próxima segunda, 5 de julho, o prefeito Neto poderá dar o pontapé inicial na sua campanha de zerar a fila de cirurgias de catarata em Volta Redonda, aquela que deveria começar em 27 de maio. Até prova em contrário, será na Ilha São João.

Catarata (II) – Se depender apenas da secretária de Saúde, Conceição Souza, as cirurgias não vão começar no dia 5, como Neto prometeu. Deverão começar no dia seguinte, terça, 6 de julho. Ela garante que serão feitos uma média de 60 atendimentos por dia. “A expectativa é realizar 600 cirurgias até o fim do próximo mês (julho, grifo nosso)”.

Catarata (III) – Em nota aos jornais, a secretaria de Saúde informou que a licitação das cirurgias já foi feita – no último dia 10. Mas não disse o nome da empresa que terá a missão de fazer cerca de 4,5 mil cirurgias. Só garantiu que a firma vai utilizar um centro cirúrgico oftalmológico móvel, em um veículo adaptado, que ficará na Ilha São João.

Anexo do Retiro (I) – A esperada inauguração do anexo da FOA, construído ao lado do Hospital do Retiro e que já esteve na pauta por várias vezes na agenda de Neto, voltou a ser debatida. “Confirma a data?”, pediu Dário de Paula em seu programa. “Olha, provavelmente…”, disse Neto, bem ao seu estilo de ganhar tempo para pensar em uma resposta. “Então não confirma?”, insistiu Dário. “Não, não confirmo, mas não vai passar da semana que vem”, pontuou o prefeito, sem revelar que dia pretende inaugurar a obra que começou a fazer antes mesmo de tomar posse em 1 de janeiro.

Anexo do Retiro (II) – Depois de revelar a existência de problemas com um gerador de energia, que foi adquirido recentemente, como o aQui mostrou, Neto deu uma dica para Dário. “Seria (inauguração) no dia 1 de julho?”, indagou Dário. “Provavelmente vai ser”, respondeu Neto.

Médicos – Na entrevista a Dário, Neto garantiu que os problemas da falta de médicos nos hospitais da rede pública já teriam sido resolvidos. “De urgência e emergência já resolvemos”, disparou. “Posso garantir isso pra você. Eu acompanho todos os dias…”, justificou, garantindo que agora está tentando acabar com o problema da falta de médicos nos postos de Saúde.

BBB – Ao comentar o projeto de segurança que está tentando reativar do seu último mandato, Neto prometeu que Volta Redonda terá mais 600 câmeras de vigilância espalhadas pela cidade. Poderá, segundo ele, até ler placas de carros, o que não é nenhuma novidade. Antes de pararem de funcionar por quebra do equipamento ou falta de peças de reposição, os espiões eletrônicos do governo Samuca também liam as placas dos carros. “Nós vamos voltar a ser referência nesse país, como nós sempre fomos. Vamos fazer de Volta Redonda um lugar seguro”, prometeu o prefeito.

Festa – Antes de encerrar, Neto voltou a falar da questão das lâmpadas. “No aniversário de Volta Redonda queremos que a cidade já comece a estar asfaltada, como também já queremos começar a troca das lâmpadas de Led nos centros comerciais”, disse, referindo-se ao projeto de Mobilidade Urbana que terá o governo do Estado como parceiro na troca de lâmpadas na área comercial. Que, há algumas semanas, foi iniciada com direito a release aos jornais.

Agradecimentos – Estrategista como sempre, Neto aproveitou a entrevista a Dário de Paula, de grande alcance, para elogiar e agradecer aos deputados estaduais e federais que destinam emendas para a cidade do aço. “Eu nunca vou deixar de agradecer ao deputado Luizinho (deputado federal). Ele tem sido de uma importância muito grande”, completou. “Luizinho é um cara espetacular, amigo do Pezão, uma pessoa de bem e tem nos ajudado muito”, disparou.

Pagamento – Por último, Neto anunciou que na próxima quarta, 30, pagará os salários de junho dos servidores públicos de Volta Redonda. “É obrigação do poder público pagar em dia”, disparou.

Da série ‘perguntar…’ – Recentemente, a prefeitura de Volta Redonda nomeou, por 90 dias, a contar de 1º de abril de 2021, os membros do Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – COMUPPIR- VR/RJ. Uma situação comum. O engraçado é que entre eles aparece uma representante do curso de Direito do UBM (Centro Universitário de Barra Mansa). Nada contra ela, é claro. Mas o conselho é intermunicipal?

Deixe uma resposta