Geral

Festival de Inverno VR
O Festival de Inverno VR, realização da Fundação CSN, iniciado no último dia 25 de agosto, prevê para este final de semana uma programação bem diversificada com oficinas, teatro, lives e contação de história. Confira a programação:
Hoje, sábado, 4:
Apresentação de dança com Tacio Fidelis – 10 horas
Live musical com Ubandão – 17 horas
Live musical com Fernando Anitelli e Tambores de Aço Fundação CSN
– 19 horas
Transmissão pelo Youtube do Centro Cultural Fundação CSN
Amanhã, domingo, 5:
Live musical com Samba do Abacateiro – 15 horas
Live musical com Passagem de Nível – 19 horas
Transmissão pelo Youtube do Centro Cultural Fundação CSN e Secretaria Municipal de Cultura de Volta Redonda.

A OAB de Volta Redonda está concluindo a montagem de uma Sala dos Advogados, que passará a funcionar na Cadeia Pública Franz de Castro Holzwarth, a Casa de Custódia localizada no Roma. A iniciativa permitirá aos profissionais da área maior agilidade na expedição de eventual documentação, como uma petição, por exemplo, além de ofertar um ambiente climatizado com computadores e internet, para peticionamento eletrônico.
A Sala do Advogado, que atenderá a classe de toda a região, é fruto da parceria pioneira da Seccional da OAB-VR com a secretaria Estadual de Segurança Pública. “Nossa missão é valorização da classe. Identificamos que os profissionais que atuam no sistema criminal e penitenciário enfrentam dificuldades para o atendimento ao cliente, pois caso precisem elaborar uma simples petição, atualmente, eles têm que se deslocar até seus escritórios, demandando tempo, custo e desgaste pessoal. Mas com a Sala do Advogado, a classe da nossa região terá à disposição um espaço à altura das suas necessidades e funcionando sete dias por semana, das 9 às 17 horas”, ressaltou o presidente da OAB-VR, advogado Rodrygo Monteiro.

Na próxima sexta, 10, às 10 horas, no auditório William Monachesi do UniFOA, em Três Poços, acontece a colação de grau da turma de formandos do curso de Medicina 2021. Entre os formandos, a doutora Gabriele Alves, filha da fisioterapeuta Rosane Alves. Por conta da Covid-19, o evento será restrito a poucos convidados. Na foto Gabriele Alves e Rosane Alves.

 

Um dos segmentos mais afetados pela pandemia, o setor cultural fluminense vai contar com um reforço financeiro de suma importância quando se começa a falar em retomada do setor. Trata-se do “Pacto Cultural RJ”, lançado na sexta, 27, que deverá injetar, através do fundo Estadual de Cultura, R$ 75 milhões para o fomento das artes no estado até o final do ano. A ideia é estimular a cultura, gerar empregos e incentivar a retomada das atividades através de cinco editais. Além disso, está prevista a retomada do convênio com o governo Federal do programa ‘Pontos de Cultura’, parado desde 2015.
“Eu sou fruto da cultura. Como muitos sabem, antes mesmo de uma carreira política eu já era músico. Apoiar a cultura é algo que sempre busquei. Agora, como governador, tenho me comprometido a fomentar o setor e valorizar os fazedores de cultura, sobretudo nesse momento sensível por conta da pandemia”, disse o governador Cláudio Castro.
As inscrições para a primeira chamada pública, a “Cultural Presente Nas Redes 2”, que vai destinar R$ 7,5 milhões a três mil fazedoras de cultura podem ser feitas pelo site http://cultura.rj.gov.br/desenvolve-cultura/inscricao/. Importante: para concorrer, o cidadão precisa morar no estado do Rio e ter mais de 18 anos, além de comprovar atuação cultural há pelo menos um ano. “Este é o primeiro edital do nosso Pacto Cultural RJ, que foca na democratização do acesso aos recursos da cultura. Estamos garantindo vagas por município, com inscrição simplificada e apoio aos fazedores de cultura na ponta, valorizando a arte de cada cidade. Este edital é como uma porta de entrada para acessar novas chamadas públicas, por isso é fundamental que todos façam a leitura atenta do edital e façam sua inscrição dentro dos 30 dias vigentes”, ressaltou a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros.
Diferentemente do edital anterior, o novo ‘Cultura Presente Nas Redes’ possibilitará a realização de ativações com público, desde que respeitados os protocolos contra a Covid-19 e que o realizador também grave sua apresentação e gere um link, como forma de prestação de contas. O material digital também funcionará como legado do edital, pois as imagens poderão ficar disponíveis nas plataformas digitais para que o público veja, mesmo depois de encerrado o período de vigência.
Para concorrer à premiação, o proponente precisa estar com seu CPF regular e a pessoa não pode estar inadimplente com a secretaria. O edital cobre as áreas de música, dança, teatro, circo, artes plásticas, folclore, artesanato, fotografia e cinema.

Na segunda, 6, o Zoológico de Volta Redonda completará 40 anos, com direito a uma programação especial de aniversário. O zoo, que é de graça, atrai visitantes de diversas cidades e já chegou a receber até cinco mil pessoas em um único dia, antes da Covid-19. Parte desta história está retratada na exposição fotográfica “Zoo 40 Anos”, que conta com 30 registros que incluem fotos da prefeitura de Volta Redonda e do arquivo pessoal de funcionários e estagiários que atuam ou atuaram no zoológico. A exposição poderá ser vista no próprio Zoológico até terça, 7. Neste final de semana, das 9 às 15 horas, estão programadas uma feira de artesanato e ainda a exposição “Era uma vez no Zoo”, do maquiador Bruno Chio, com fotos em que aparece como personagens marcantes da literatura e do cinema como Pinóquio; Jack Sparrow (Piratas do Caribe); Homem de Lata (Mágico de Oz); Malévola e Mulher Maravilha. Bruno Chio ainda fará uma intervenção cultural, interagindo com o público do zoológico como um de seus personagens, das 11 às 14 horas.
Obedecendo as medidas de prevenção à Covid-19, as visitas ao Zoológico devem ser agendadas com antecedência pelo site agendaverde.voltaredonda.rj.gov.br. Detalhe: no último final de semana, qualquer um podia entrar. Outra falha notada foi que muitos animais não estão identificados, o que torna difícil para os pais falarem sobre eles para os filhos e netos. Tem mais. Os pedalinhos, uma atração à parte, não estão funcionando já há vários meses.

Deixe uma resposta