É penta!

Por 5 a 2, TSE garante quinto mandato de Neto em Volta Redonda

Acabou! E quem torcia pela permanência de Antônio Francisco Neto à frente da prefeitura de Volta Redonda começou a comemorar já na noite de quinta, 12, quando o plenário do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu manter o prefeito à frente do Palácio 17 de Julho até o dia 31 de dezembro de 2024. Foi uma longa e dura batalha jurídica, recheada de boatos. Mas a maioria dos ministros do TSE concordou com a tese – defendida por Neto desde o início do processo – de que não houve dolo na rejeição das suas contas de 2011 e 2013, motivada, segundo ele, apernas por perseguição política.
As contas foram rejeitadas pela Câmara de Volta Redonda em 2017, e, em tese, isso tornaria Neto inelegível por causa da Lei da Ficha Limpa.
Além do relator do processo, ministro Alexandre de Moraes, votaram a favor de Neto os ministros Luiz Felipe Salomão, Mauro Campbell Marques e Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, além do presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso. Votaram contra a tese da defesa os ministros Edson Fachin e Sérgio Banhos.
“Amigos e amigas, o Tribunal Superior Eleitoral acaba de decidir pela verdade e pela vontade popular. Vencemos uma eleição limpa, que veio como fruto de uma conduta sempre correta em busca do melhor pela nossa população. Foram quatro mandatos cumpridos com honestidade e competência. Vamos ao quinto! Que os adversários saibam respeitar as urnas, a Justiça e, principalmente, a nossa história. Vamos ao trabalho, que é para isso que fomos eleitos”, declarou Neto em uma das suas redes sociais.
Em entrevista ao programa Dário de Paula, na manhã de ontem, sexta, Neto agradeceu o empenho dos advogados na sua defesa, além do apoio de amigos e da equipe que o acompanha na prefeitura. “A todos, o meu muito obrigado pela ajuda e pela dedicação. Agora, eu quero agradecer a nossa equipe que em momento nenhum deixou de trabalhar”, disse. Questionado por Dário se achava que a oposição – leia-se o ex-prefeito Samuca Silva, principalmente – iria tentar recorrer da decisão do TSE, Neto foi taxativo.
“Ah, provavelmente, né Dário? Eles já fizeram de tudo para nos impedir. Primeiro de ganhar a eleição que nós ganhamos no primeiro turno disputando com 14 candidatos, né? Depois na justiça ganhamos a primeira vez, ganhamos a segunda vez. Eles ficaram 4 anos nos batendo, falando mentiras à população e, graças a Deus, não conseguiram convencer a população da nossa cidade”, disparou o prefeito, em um recado direto para Samuca e seus aliados.

Deixe uma resposta