quarta-feira, julho 17, 2024
CasaGERAL‘Diálogo Regional’

‘Diálogo Regional’

A cidade do aço foi palco na terça, 25, de um encontro do Youth20 (Y20) – Grupo de Engajamento de Juventude, vinculado ao G20 Social. O evento, promovido pela Coordenadoria da Juventude de Volta Redonda, reuniu dezenas de jovens no Teatro Maestro Franklin de Carvalho Jr., no Laranjal, para discutirem temas que impactam o Brasil e o mundo. Titular da coordenadoria, Larissa Garcez (ver foto) ressaltou que o evento é fruto de um projeto em parceria com o UniFOA, escolhido pelo Y20 para fazer parte de um dos 30 “Diálogos Regionais” que serão realizados em todo o país. “Tivemos aqui hoje jovens de todas as partes da cidade que se reuniram para falar sobre as perspectivas da juventude sobre os temasdoG20edoY20.Ealémdeserum evento muito importante de mobilização para a nossa juventude, reforça a ação e o valor que a prefeitura de Volta Redonda vem dando todos os dias para a participação e o protagonismo dos nossos jovens, que são o futuro de Volta Redonda, do Rio de Janeiro e de todo o Brasil”, justificou Larissa.
O presidente do Y20, Marcos Barão, se comprometeu a levar o que foi discutido em Volta Redonda para a delegação brasileira no G20. “Temos rodado o Brasil, dialogando com os jovens de diferentes territórios. É um espaço formal para que a juventude possa discutir temas que impactam o dia a dia, porque o que as lideranças do G20 decidirem vai afetar nossa vida, porque irão ou não virar políticas públicas. Quando começamos a perceber isso, descobrimos a importância da participação. Se vão discutir coisas que impactam nossa vida, precisamos participar do debate”, frisou.
O deputado estadual Munir Neto esteve presente e destacou a importância do evento para que surjam ideias e sugestões que resultem em construções de políticas públicas para a juventude. “É de uma grande valia termos a oportunidade de encaminhar propostas dos nossos jovens para o G20. Estamos trabalhando muito a construção de propostas de políticas públicas para a juventude. Aqui em Volta Redonda, a Assistência Social, junto com a Coordenadoria da Juventude, que faz um trabalho espetacular na cidade e também em todo o estado, tem uma política muito forte. São 35 Cras (Centro de Referência de Assistência Social), com vários projetos para os jovens, crianças e adolescentes, a maioria em parceria com a juventude”, afirmou.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp