terça-feira, maio 24, 2022
CasaGERALDerrapando na pista

Derrapando na pista

Renan também quer providências para solucionar problemas da rodovia

O empresário Mauro Campos Pereira não está sozinho na busca por soluções para a Rodovia do Contorno, onde tem interesses empresariais prontos e por fazer. Inicialmente, conseguiu o apoio do deputado estadual Jari (PSB), que arrancou de um representante do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes a promessa de que o órgão poderia implantar dois ou três quebra-molas na via para evitar novos acidentes de trânsito no trecho próximo ao Jardim Mariana.
Na terça, 8, o vereador Renan Cury (SDD) protocolou no Ministério Público Federal (MPF), uma solicitação ao órgão para que interfira junto ao Dnit e ao DER-RJ (Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro) a fim de que seja dada uma solução para a recuperação da Rodovia do Contorno. O pedido, diz, se deve “à preocupação com a segurança dos usuários da rodovia, onde uma série de acidentes foram registrados desde o final do ano passado, com três vítimas fatais”. Ou seja, os dois políticos locais querem a mesma coisa.
A decisão de acionar o MPF, segundo Renan, vinha sendo estudada e foi reforçada com as duas ocorrências verificadas na segunda, 7, quando duas carretas perderam a direção na pista molhada pela chuva. Não houve feridos nem consequências mais graves, mas, de acordo com o vereador, não se pode “ficar de braços cruzados esperando mais uma tragédia” para que a rodovia receba os serviços necessários para a segurança dos usuários.
“A Contorno foi inaugurada no final de 2017 e, desde então, o tráfego pesado que passava por dentro de Volta Redonda foi totalmente absorvido pela rodovia. Até que o asfalto suportou bem durante um bom tempo o volume de trânsito, mas a deterioração é visível e tem relação direta com os fatos que vêm ocorrendo”, justificou, baseando-se em um laudo de vistoria técnica ao qual teve acesso, confirmando que os acidentes ocorrem em razão da deterioração e colapso da estrutura do asfalto, que se encontra trincado em diversos trechos.
Renan lembrou que, recentemente, esteve com o engenheiro Arnaldo Pinho, do Dnit, em Seropédica, quando foi informado de que não há contrato de conservação da rodovia. Ele também esteve com o diretor do DER/RJ, Hebert Marques, mas nada saiu do papel.
Jari, entretanto, tem uma boa notícia. Disse ao aQui que esteve com o engenheiro Fábio, do DNIT, e este lhe garantiu que as placas de “identificação dos quebra-molas já estão sendo feitas”. “Logo, logo, o órgão vai fazer a instalação dos equipamentos”, afirmou. Quanto à participação de Renan no imbróglio, o deputado estadual aprovou. “Toda e qualquer ajuda para resolver a questão da Rodovia do Contorno é bem-vinda!”, pontuou.

Artigo anteriorSobrevida
Artigo seguinteGrampos Barra Mansa
ARTIGOS RELACIONADOS

Mudo e com a mão no bolso

Estado

LEIA MAIS

Lazer

Mudo e com a mão no bolso

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp