quarta-feira, julho 17, 2024
CasaColuna SocialColuna Social

Coluna Social

Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de Volta Redonda entregou na terça, 2, os currículos das pessoas com deficiência (PCDs) interessadas nas vagas de emprego oferecidas pela CSN. Por mês, cerca de 300 vagas são oferecidas pela siderúrgica, que viabiliza, desde 2018, a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, através do projeto “Balcão de Empregos”. No evento, a gerente-geral de Recursos Humanos da CSN, Ana Paula Gonçalves, destacou que a empresa busca oferecer oportunidades para todos, promovendo um ambiente criativo. “Hoje, estamos aqui não só para oferecer empregos, mas para mudar a narrativa do que significa ser uma pessoa com deficiência no ambiente de trabalho. Queremos que cada candidato que passar por esse processo se sinta valorizado, respeitado e, acima de tudo, equipado para enfrentar os desafios de suas respectivas funções”, disse.

O vice-presidente da Associação dos Apo- sentados e Pensionistas de Volta Redonda, José
Lúcio da Silva, e o superintendente da entidade, Eduardo Vaz, assinaram, com o prefeito de Pinheiral, Ednardo Barbosa, um convênio para a implementação de um polo de capacitação para idosos na cidade, o E-idoso, que prevê a oferta dos cursos de Inclusão Digital e Educação Financeira, e as aulas e palestras na sede campestre da AAPVR. “O E-idoso contribui para a autonomia dos maiores de 60 anos na esfera da internet e aumenta a autoestima dos participantes. Esperamos encontrar os mesmos resultados em Pinheiral”, afirmou José Lúcio.

Screenshot

A 32a edição do Torneio Leiteiro de Antônio Rocha, em Barra Mansa, teve como ponto alto, segundo avaliação de Marcelo Bravo, presidente da Fundação Cultura, a participação dos artistas locais. “Percebemos que as atrações locais se tornaram o ponto forte da festa. Isso é importante, porque ressalta o papel do circuito de torneios leiteiros na valorização
de nossa cultura. O que antes era visto como algo relacionado ao setor rural, hoje se converteu também em um compromisso das políticas culturais, que é garantir esses espaços para afirmar nossa identidade e nos reconhecermos vendo nossos artistas de grande talento e potencial”, afirmou.
Também mereceu destaque a premiação dos produtores rurais. Nesta edição, além das ordenhas terem quebrado recordes com produção média de 49,476 litros nas oito etapas, as categorias 3 Ordenhas e Curraleiro Livre obtiveram marcas nunca alcançadas anteriormente, destacou. A vaca com maior produção na categoria de 3 Ordenhas foi Leocádia, de propriedade de Jandira Alves, com produção média de 96,295 litros.
Já na categoria Novilha de 0 a 4 dentes, a vaca que ficou em primeiro lugar foi Fleuma, do jovem Hugo Arantes (foto), com produção média de 67,038 litros. Na categoria Curraleiro até 40kg, a vaca vencedora foi a Beth, dos proprietários João Marquezine e Hércules, com média de 39,462 litros. Na categoria Curraleiro até 30 kg, o animal campeão foi a vaca Ana, de Carlos Henrique, com média de 29,983 litros. E, finalmente, na categoria Curraleiro Livre, o animal vencedor foi Mila, de Jandira Alves, quebrando recordes – média de 71,078 litros.

Termina amanhã, domingo, 9, o tradicional ‘Arraiá da Água Comprida’, evento promovido pela prefeitura de Barra Mansa e que ocorre há mais de 10 anos na Praça Marcello Fonseca Drable, na Vila Nova. O evento é gratuito e oferece brinquedos para crianças, barracas com comidas típicas e diversas atrações musicais.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

Coluna Social

Coluna Social

Coluna Social

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp