terça-feira, maio 24, 2022
CasaColuna SocialColuna Social

Coluna Social

Arena Esportiva
A Arena Esportiva Professor Paulo Camargo de Melo, no Aterrado, conta com novas opções para atender todas as idades. O espaço conta agora com ginástica para a melhor idade, treinamento funcional para jovens e adultos, futebol society, vôlei e ginástica artística.
A ginástica começa às 7 horas; o treinamento funcional às 8 horas e a escolinha de futebol society e vôlei, voltadas para crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos, inicia suas aulas às 9 horas. Os interessados podem se inscrever no local e é necessária apresentação de documento de identidade e comprovante de residência em Volta Redonda. Outras informações pelo telefone (24) 3339-2105.

As Donas da P****Toda
Um livro que conta histórias de empoderamento e empreendedorismo de 34 mulheres vem conquistando espaço no mercado editorial. A obra, intitulada “As Donas da P**** Toda”, da editora Literare, entrou na lista dos livros mais vendidos da revista Veja e da plataforma Publishnews e a publicação vendeu mais de três mil exemplares na semana de lançamento, em dezembro de 2021, conquistando o selo Best Seller, e já está em sua segunda tiragem. Vendido também no Japão e em negociação para ser comercializado no mercado norte-americano e europeu, o livro conta com autoras de todo o Brasil, Canadá e Portugal. Uma das primeiras convidadas pela coordenadora editorial, Juliana Serafim, a participar do projeto foi a jornalista volta-redondense Ana Cláudia Peixoto. “Quando recebi o convite, amei a proposta e o nome, mas recebi muitas críticas, inclusive na família. É uma expressão de empoderamento, mas ao mesmo tempo é considerado um palavrão. E aí é que começamos a quebrar tabus. Por que existe o incômodo de ouvir uma mulher falar palavrão? E por que nós mulheres sentimos dificuldade em reconhecer nossos sucessos, nossas conquistas?”, ponderou a jornalista.

Pesque e não pague
O primeiro dia de retorno do ‘Pesque e Não Pague’ realizado pela prefeitura de Volta Redonda no laguinho do Zoológico de Volta Redonda, na segunda, 7, atraiu muitos aposentados e pessoas acima de 60 anos interessadas em aproveitar a pesca gratuita como momento de lazer. Com 300 kg de tilápia à disposição, os mais de 130 pescadores ainda ganharam camisas e bonés do projeto. Tem mais. Além dos brindes, os participantes ganharam assentos adequados para a pesca, priorizando a boa postura e o bem-estar dos pescadores.
“A Melhor Idade sempre foi, é e continuará sendo prioridade em nosso governo. Oferecer lazer gratuito a esse público é investir em saúde, em qualidade de vida para nossa população”, ressaltou o prefeito Neto ao falar do ‘Pesque e não Pague’. Aos interessados, as pescarias estarão liberadas sempre às segundas, das 7 às 17 horas. Para participar, basta ter mais de 60 anos ou ser aposentado. O cadastro pode ser realizado na sede administrativa do Zoológico, de segunda a sexta. É preciso levar documento de identidade e comprovante de residência.

 

Na escuridão da travessia
O poeta volta-redondense Giovani Miguez está prestes a lançar o seu sétimo livro. Intitulado “Na escuridão da travessia, poesia”, o trabalho é uma seleção de poemas que refletem a travessia do autor, não só pela pandemia, mas também entre uma poética que busca o caminho do amadurecimento. A obra será dividida em dois volumes, um para cada ano. “‘Na escuridão da travessia, poesia’ nasce para dar conta dessa cartografia poética que nasce como uma espécie de diário estético e inventaria uma amostra da produção poética de 2020 e 2022”, avalia.
O volume nº 1 já está disponível para pré-venda no site https://abre.ai/na-escuridao-da-travessia-poesia, sendo que o autor pretende realizar um lançamento on-line para a primeira quinzena de março em seu perfil nas redes sociais. Tem mais. Dependendo da Covid-19, Miguez pretende promover um lançamento presencial na capital fluminense, onde ele reside, e em Volta Redonda, sua cidade natal.

Yes, nós temos artesãos
A secretaria de Desenvolvimento Econômico de Barra Mansa, em parceria com a Microlins, está oferecendo aulas de inglês gratuitas aos artesãos do município. O objetivo é que integrantes da economia criativa possam participar de feiras em grandes centros do país e, óbvio, que possam se comunicar com compradores turistas. A vice-prefeita, Fátima Lima, esteve presente na aula inaugural e entende que as aulas são mais uma conquista para os produtores. “Nós vimos que os artesãos não tinham familiaridade com a língua inglesa e que para participar de exposições em grandes centros comerciais era necessário que eles tivessem esse diferencial. Aprender inglês vai agregar muito valor ao produto deles e também servirá para o crescimento pessoal e profissional de cada um”, crê.
Ao final do curso todos receberão certificado de conclusão com carga horária. Os artesãos interessados em participar do curso devem se dirigir à Microlins, na Avenida Domingos Mariano, 446, no Centro. Para se inscrever é obrigatório possuir a Carteira Nacional do Artesão. As próximas turmas serão abertas após a conclusão da primeira.
Fica a dica: na quarta, 9, o secretário de Estado de Educação, Alexandre Valle, inaugurou mais uma unidade intercultural da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro, o Ciep 097 – Carlos Chagas Brasil-China, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O colégio, vejam só, vai ter no currículo o Ensino Médio com aulas de Mandarim nos Itinerários de Línguas. A matriz curricular dá ênfase ao ensino da língua e da cultura chinesa, assim como o desenvolvimento de Inglês, entre outras.
Nesta escola, os alunos (por que não os artesãos de Barra Mansa) poderão aprender – além dos conteúdos básicos curriculares – disciplinas específicas ministradas em língua estrangeira – inglês e mandarim – valorizando a interculturalidade, trabalhando de forma dinâmica e prática o uso de recursos tecnológicos e científicos para as áreas das ciências exatas.

Na linha de cuidado
Em comemoração ao Dia Mundial do Câncer, celebrado no último dia 4 de fevereiro, a União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) aderiu ao movimento que tem como objetivo aumentar a conscientização e a educação mundial sobre a doença, além de influenciar governos para que se mobilizem pelo controle do câncer. Com a chegada do grupo, em Volta Redonda, essa expertise está sendo compartilhada com o Hospital Santa Cecília e com a LIV Saúde, que possui uma linha de cuidado específica para a Oncologia. “Na Linha de Cuidado, o paciente oncológico tem um acompanhamento personalizado e individualizado com o suporte de uma equipe multidisciplinar. Prezamos por oferecer o tratamento mais moderno, de forma humanizada”, explicou o oncologista Rodrigo Leijoto. O câncer pode ser prevenido e tratado (especialmente quando é descoberto em uma fase inicial). Por isso, segundo o médico, o melhor a se fazer é levar uma vida saudável (boa alimentação, sem cigarro e bebida alcoólica, além da prática de exercícios). Além disso, visitar o médico regularmente e fazer os exames de rotina.

Artigo anteriorCAPTAÇÃO DE ÓRGÃOS   
Artigo seguinteSobrevida
ARTIGOS RELACIONADOS

Coluna Social

Coluna Social

Coluna Social

LEIA MAIS

Lazer

Mudo e com a mão no bolso

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp