Bate bola – Sergio Luiz

Este é o time do time dos Bombeiros da CSN, foto de 1957 e que pertence ao acervo do José Osmar, da Vila.

Em pé da esquerda para a direita: Pedro Cavanhaque (diretor), Gabriel (Bié), Gaúcho, Lavecchia, Raimundo, Zé Carlos, Joaquim Roberto, 61 e Roldão. Agachados: Camilo, Wilson, Tarzan, Paulo Fleming, Paulinho e Júlio.

 

Voltaço perde na estreia
O Volta Redonda começou com o pé esquerdo a sua caminhada em busca de uma vaga na série B de 2022. Foi derrotado pelo Altos, por 3 a 0, numa atuação que deve ser esquecida. O tricolor de aço sofreu dois gols de pênaltis e ainda teve dois jogadores expulsos: O lateral Oliveira e o zagueiro Gabriel Pereira. Acabou sendo presa fácil para o campeão piauiense.
O Voltaço volta a campo no domingo, 6, contra o Manaus, às 16 horas, no Raulino de Oliveira. O técnico Neto Colucci não poderá contar com os dois jogadores expulsos, que terão que cumprir suspensão automática.

 

Prejuízo
Um dia antes da partida decisiva entre Flamengo e Fluminense pelo Carioca, a TV Record pagou a primeira parcela dos direitos de imagem aos clubes que participaram do torneio. A segunda deverá ser quitada em junho, conforme informações do site “Esporte News Mundo”. O detalhe é que, segundo o site, o valor pago foi de R$ 288 mil, sendo que 60% foi dividido entre Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo. Os 40% restantes ficaram para os clubes pequenos, o que corresponde a menos de R$ 100 mil para cada um.

Decepção
A diretoria do Voltaço ficou decepcionado com a verba do estadual que terá direito. Segundo Flávio Horta Júnior, o clube não receberá os R$ 500 mil prometidos. A primeira parcela não atingiu nem R$ 100 mil. Reflexo de um campeonato fracassado e falido.

 

História
Na minha Além Paraíba havia um goleiro conhecido por Mario Barrigana. Apesar de ser baixinho – 1,75m – era um goleiraço e defendia o Independente. Adorava também uma noitada, com muita cerveja. Não dava tréguas nem às vésperas de uma partida importante. Lá pelos idos de 1965, o time titular do Vasco, campeão da Taça Guanabara, foi convidado para entregar as faixas ao Independente. Preocupados com o boêmio inveterado, os dirigentes resolveram pedir ajuda ao delegado Ricardo Estides, que era torcedor do time da casa. Conversa vai, conversa vem, o “delega” foi até a casa do Barrigana, já prontinho para cair na noite, e o “convidou”: ”Entra aí, vamos dar uma volta. Você hoje vai dormir na delegacia” O goleiro: ”Eu não fiz nada doutor!”. O delegado: ”É por isso mesmo. E antes que você faça, pegue suas coisas, porque só vai sair amanhã direto pro campo”. Não teve jeito. Barrigana se “concentrou” para o jogo, dormindo no sofá da sala do delegado. Resultado: fechou o gol e por pouco não pegou o pênalti que deu a vitória ao Vasco. No dia seguinte, ele foi convidado para treinar em São Januário. Mario Barrigana acabou vindo trabalhar na CSN e hoje é um conceituado professor em Além Paraíba.

 

Adversários
Veja os jogos do Voltaço pela série C: Amanhã, domingo, 30, Altos-PI, em Teresina; dia 6 de junho, domingo, com o Manaus, no Raulino. Dia 13, pega o Botafogo-PB fora de casa; no sábado, 19, encara o Paysandu, em Belém. Dia 27, no Raulino, joga contra o Santa Cruz; dia 4 de julho vai para o Ceará enfrentar o Ferroviário. Em 11 de julho, enfrenta a Jacupiense-BA, no Raulino. No dia 18 pega.

Regulamento
A série C será disputada por 20 clubes, divididos em dois grupos: A e B. Em cada chave, os times se enfrentam em jogos de ida e volta – totalizando 18 rodadas, com os quatro melhores de cada grupo avançando para a fase seguinte. As duas piores equipes de cada chave serão rebaixadas para a Série D de 2022. Na fase seguinte, os oito classificados serão divididos em dois grupos de quatro times. Os dois melhores classificados de cada grupo serão promovidos à Série B de 2022, enquanto o melhor time de cada chave avança à final.

Sub 20
O time de juniores do Voltaço empatou com o Vasco, na quarta, 26, em 0 a 0, em jogo válido pela segunda rodada do estadual da categoria e que foi realizado em Vassouras, pois o CT do Aero continua interditado pela Federação. É o segundo empate conquistado pelos garotos. Na primeira rodada, empatou com o Resende em 1 a 1. Amanhã, domingo, 30, joga contra o Boavista, também no CT Carvalheira, às 11 horas. O Voltaço ocupa a 9ª posição com somente dois pontos. É hora de reagir.

Bola fora
Para a arbitragem do futebol brasileiro que não consegue progredir. Até hoje não sei definir até que ponto o VAR veio para ajudar ou piorar. Talvez a primeira opção, porém, atrás das máquinas, tem um ser humano para fazê-lo funcionar. E onde tem um ser humano, há erros por incapacidade ou má intenção. Aí o bicho pega, né!

Bola dentro
Para o Flamengo que conquistou o tricampeonato carioca. Merecido, pois anda sobrando não só no Brasil, mas também na América do Sul. Se os clubes cariocas não se organizarem, o rubro-negro vai continuar vencendo tudo que disputar por aqu

Deixe uma resposta