Bate bola – Sergio Luiz

Vai rolar a festa

Este é o timaço do DIC-Departamento de Incentivo e Controle da Engenharia Industrial, vice-campeão do 3º CIF-Campeonato Interdepartamental de Futebol da CSN de 1964. A foto pertence ao acervo do Humberto José Theodoro. Em pé, da esquerda para a direita: Murta (técnico), Paraíso, Carlos Pinto, Fernando Almeida, Nelson, Humberto, Tião, Ernesto, Tury e José Claro (supervisor). Agachados: Serrão, Rayl, Alcione, Odir, Pinha e Carlinhos Luiz.

Vai rolar a festa

O Campeonato Carioca de 2021 já começa na próxima terça, 2, com o Flamengo, campeão/vice-campeão brasileiro, jogando contra o Nova Iguaçu, que subiu da série B. O jogo será às 21h30min, no Maracanã, com transmissão pela TV Record. A primeira rodada continua na quarta, 3, com os seguintes jogos: às 15h30min, Macaé e Bangu, no Eduardo Guinle; às 17 horas, Volta Redonda e Madureira vão se enfrentar no Estádio Raulino de Oliveira, com transmissão pelo Pay-Per-View. À noite, 18 horas, no Nilton Santos, jogam Botafogo e Boavista; e, às 21 horas, o Vasco recebe a Portuguesa em São Januário.
No sábado, 6, às 21 horas, o Voltaço faz seu primeiro clássico contra o Vasco, no Raulino, partida que será transmitida pelo PPV. No dia 14, domingo, às 15h30min, no Luso Brasileiro, sem transmissão, encara a Portuguesa. Já no dia 20 ou 21, com horário indefinido, o tricolor de aço volta a atuar em casa, dessa vez contra o Macaé. No dia 27 ou 28, pela 6ª rodada, terá um novo clássico: contra o Fluminense, no Maracanã, com horário ainda indefinido.
No dia 31 ou 1º de abril, o Volta Redonda pega o Boavista na cidade do aço. Na 8ª rodada, dia 3 ou 4, joga contra o Nova Iguaçu, no Raulino. Pela 9ª rodada, dia 10 ou 11, o Voltaço vai enfrentar o Botafogo no Raulino de Oliveira. No dia 18 ou 19 de abril, vai a Moça Bonita encarar o Bangu. E, pela última rodada, dia 24 ou 25, o tricolor de aço se despede da primeira fase, jogando contra o Flamengo, no Maracanã.
Assim, o Volta Redonda fará seis jogos em casa e cinco fora. Uma vantagem que pode ser considerável, se terá sucesso na empreitada, só o tempo poderá revelar. Detalhe: a equipe do carioca terá que ser reforçada se a diretoria sonha em fazer um bom papel na Copa do Brasil e ainda na série C. Quem viver verá!

Requisitado
O prefeito Neto informou que o Estádio Raulino de Oliveira já está quase pronto para ser liberado para os jogos do carioca de 2021. Por isso, vários clubes querem jogar na cidade do aço. Um deles é o Resende. O Fluminense, segundo Neto, pediu orçamento para jogar em Volta Redonda e para completar, o Voltaço quer que os jogos do sub20, sejam em casa. O prefeito, todo animado, garante que o gramado, recuperado parcialmente (trocaram a grama apenas na área onde funcionava Hospital de Campanha), aguentará o tranco. Será?

Vistoria
Os técnicos da TV Record estiveram no Raulino de Oliveira para fazer uma vistoria no estádio com vistas às transmissões dos jogos do estadual. Aprovaram. Quem também esteve vistoriando o estádio foi o pessoal do Corpo de Bombeiro. Também aprovou.

História
Essa é do meu amigo e ex-vereador, José Ivo. Conta que no interior de Minas Gerais havia um becão de fazenda, cujo apelido era Sicupira, e que era um pouco surdo. Véspera de um jogo, ele apareceu com dores musculares e foi pedir ajuda ao massagista, Tião da Nega, que era o “médico”, o roupeiro, o presidente e também o treinador do time. O polivalente cartola, diagnosticou que Sicupira sentia dores musculares e imediatamente receitou: “Você toma um relaxante muscular, que vai dar para jogar, ouviu?”. No dia do jogo, Sicupira não aparecia. Preocupado, o técnico mandou que alguém fosse à casa do becão saber o que tinha acontecido. Chegando lá, o emissário encontrou Sicupira no banheiro e foi logo perguntando: “O que houve, rapaz?”. Sicupira com a voz comprimida, respondeu: “Foi o remédio que o Tião da Nega me receitou, sô! Tô com uma dor de barriga desgraçada, tô aqui desde de manhã”, disse. O emissário resolveu olhar qual era o remédio, e quase caiu pra trás. O infeliz do Sicupira, havia comprado um “Laxante Cavalar”. Diante do fato, o próprio emissário vetou o becão para o jogo, pois sabia que nosso herói não sairia tão cedo de cima do vaso. É mole?

Jogo treino
O Voltaço realizou o seu último jogo-treino antes da estreia contra o Madureira, no Raulino, no dia 3 de março. Goleou o Porto Real por 8 a 0. Mas que fique o aviso: É melhor não se empolgar demais, não, pois o adversário é um time amador. E, como diria o saudoso Didi, “treino é treino e jogo é jogo”, né?

Reforço
Para atuar fora das quatro linhas, a diretoria do Voltaço contratou Rennato Bennata, 34 anos, para atuar como auxiliar técnico e ‘analista de desempenho’ para o treinador Neto Colucci. Não joga, mas pode ajudar a moçada a jogar, né?

Pay-per-view
Para você que quer acompanhar o Voltaço pela TV, a Federação Carioca divulgou os preços do pay-per-view. O pacote para todos os jogos custará ‘apenas’ R$ 129,90. Se o torcedor preferir assinar, a mensalidade será de R$ 49,90. Cada jogo avulso será vendido ao preço de R$ 59,90. Preços para transmissões pela Vivo, Claro e Sky.

Deixe uma resposta