Bate bola – Sergio Luiz

Este é o timaço da Barra Mansa na década de 60. É para matar a saudade. Pertence ao acervo do Marinheiro, o maior acervo do futebol de Barra Mansa.

Em pé da esquerda para a direita: Licurgo, Tiãozinho, Helinho, DPI, Cláudio e Mão de Onça. Agachados: Chiquinho, Tarrachinha, Túia, Lauro e Salvador.

 

Um mutirão para salvar o Leão

Que sina a do Barra Mansa. Mais uma vez o time decepcionou sua torcida, ao ficar em 11º lugar na classificação geral da série B2, a terceira divisão do estadual. Foi a pior de toda a sua história. Há até quem crê que existe uma cabeça de burro enterrada na Colônia só para atrapalhar a vida do Leão.
E está conseguindo, pois, apesar dos esforços de alguns abnegados, o clube vem sobrevivendo aos trancos e barrancos. Mas, nunca não sai do lugar. Perdeu até o amor dos torcedores que desistiram de abraçá-lo. Não é para menos. Afinal, nos últimos anos o Leão aparece mais nas páginas policiais do que nas páginas esportivas dos jornais da região. Isso porque alguns espertalhões andaram tirando proveito da situação para levar vantagens, deixando o clube de pires na mão.
O aspecto amadorístico pesa muito na balança. No momento de se negociar um patrocínio, por exemplo, com empresários dispostos a assumir o futebol do clube, esquecem do básico e não investigam a idoneidade de todos os envolvidos. Resultado: surgem as decepções; os contratos de parceria são rescindidos; e os prejuízos são do Barra Mansa.
O que entristece é ver uma torcida grande e apaixonada não se mobilizar para reerguer o Leão. Os políticos e a sociedade, de um modo geral, não estão nem aí para o Barra Mansa. Um ou outro, mais apaixonado, tentam carregar esse clube nas costas. Mas é muito pouco. É invejável o que um time nômade, como o Pérolas Negras, com uma estrutura bem menor do que a do Barra Mansa, consiga subir para a série B1. Convenhamos… isso é uma vergonha.
Entendo que ou se faz um movimento pesado, com envolvimento de todos em um Mutirão para levantar o Leão, como fizemos com o Voltaço em 1986, ou será melhor parar por aqui. Tenho dito!

Reforços
A diretoria do Voltaço corre atrás de reforços para o estadual de 2021, para a Copa do Brasil e para a série C do brasileirão. Um deles pode ser o atacante MV, do Pérolas Negras. Outros poderão vir do Sul, mas não espere o torcedor que sejam oriundos de Grêmio e Internacional. Muito pelo contrário. Devem ser de empresários.

TV
O SBT venceu a TV Globo na corrida pelos direitos do carioca de 2021. Faltam poucos detalhes e só o anúncio oficial por parte da Federação.

História
Em 2000, numa pré-temporada do Voltaço em Valença, ao dar uma entrevista ao repórter Carlos Rocha, o meio campo Claudinho quebrou legal. O garoto sofreu uma contusão no joelho e ao ser perguntado sobre o que teria acontecido, nosso herói não conversou, e deu na canela: “É, eu senti uma dor nos “menísculos” e fui poupado para não “engravidar a contusão”. Aí eu choro!

Barra Mansa
O vice-presidente do Conselho Deliberativo do Barra Mansa, Gino Lopes, soltou um edital de convocação para uma reunião extraordinária virtual, via plataforma GOOGLE MEET, para o dia 5 de março. Lopes diz que a convocação foi feita de acordo com cinco itens do artigo 49 do Estatuto (de 2011), que deveria ser feito pelo presidente do Conselho, Gabriel Torturella, cuja eleição ainda é questionada, pois ele não seria sócio do Barra Mansa.

Gratidão
Agradeço as inúmeras mensagens de amigos, leitores, torcedores e conselheiros do Voltaço, de apoio à Carta Aberta que publicamos na edição passada em resposta ao presidente do Conselho Deliberativo do Volta Redonda. Outras poucas, com críticas, que não concordo, eu respeitarei. Dou assim o caso por encerrado e espero não ter que responder outras à altura. Ficamos assim: presidente, faça a sua parte que eu faço a minha função.

Reforços
O Volta Redonda anunciou mais dois reforços: O volante Emerson Jr. e o atacante Kaio Felipe, ambos de 23 anos. Os dois vieram de times do Piauí

Bola fora
Para o acidente aéreo que causou a morte do presidente e quatro jogadores do Palmas (TO), sendo uma das vítimas o goleiro Ranule Gomes, 27, que defendeu a Portuguesa e o Resende. Profundamente lamentável!

Bola dentro
Para a grande decisão da Taça Libertadores da América, entre Santos e Palmeiras, hoje, sábado, 30, às 17 horas, no Maracanã. Uma decisão à brasileira, que tem todos os ingredientes para ser um grande espetáculo. Detalhe: Somente convidados da Conmebol assistirão a partida.

Deixe uma resposta