quarta-feira, julho 17, 2024
CasaEditoriasCSNSem pó preto

Sem pó preto

Há pouco mais de uma semana, a CSN iniciou as obras de reparo nas áreas de Sinterização e paralisou a linha 4, no interior da UPV. Serão 15 dias de interrupção para a troca de filtros e dos precipitadores eletrostáticos. A reforma está sendo realizada pelo grupo paulista Monto, especializado na montagem de projetos industriais e ambientais, incluindo o despoeiramento e manuseio de carvão/ coque. Os valores investidos pela CSN não foram divulgados, mas o reparo faz parte do compromisso da direção da Siderúrgica com o Estado e os Ministérios Públicos Estadual e Federal, com vistas ao licenciamento ambiental da usina.
A reforma foi comunicada oficialmente pela CSN ao prefeito Neto no último dia 21 de maio. Se o cronograma não sofrer atrasos, a paralisação das atividades na Sinterização 4 vai durar apenas 15 dias, e a emissão de materiais particulados na atmosfera será reduzida consideravel- mente, reduzindo, de quebra, o famoso pó preto. O objetivo é concluir a troca dos filtros do equipamento e iniciar a modernização da Sinteri- zação 3. Essa, sim, vai
demandar um tempo maior de paralisação, que poderá chegar a 30 dias. Mais de mil postos de trabalho foram abertos para a realização das atividades. Vale lembrar que a produção na UPV não está sendo afetada no período.
Conforme o aQui já noticiou, a reforma da Sinterização 4 prevê a substituição dos precipi- tadores eletrostáticos (primários e secundários) por outros mais modernos, com tecnologia seca, capaz de evitar que materiais particulados sejam lançados na atmosfera. Na prática, esses precipitadores funcionam como ímãs que atraem os particulados antes mesmo de eles serem lançados no ar. O equipamento terá 64 novas placas e pelo menos 100 barras de choque e mil eletrodos trocados. As extremidades do preci- pitador receberão novas chapas, com todas as saídas de emissões modernizadas. A CSN não informou, em termos de volume, de quanto será a redução na emissão de poluentes, mas tem seguido à risca todas as exigências dos órgãos ambientais, e utilizado tecnologia de ponta para diminuir os impactos do processo de fabricação do aço no meio ambiente.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp