Organizando o caos

A secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana de Volta Redonda já conseguiu implantar várias mudanças no trânsito da cidade do aço. A maioria deu certo. O desafio agora será mexer em um ponto delicado e até então insuperável. O de acabar com os congestionamentos diários na ligação dos bairros Aterrado e Niterói, principalmente, em direção ao Retiro. E vice-versa. A equipe de Mauricio Batista, titular da pasta de Transportes, passou meses estudando todas as alternativas e o projeto está prestes a sair do papel. A princípio, como nas demais alterações, a chiadeira dos incomodados deverá repercutir nas redes sociais, face ao imediatismo dos envolvidos e da oposição ao governo Samuca.
Pensando em mostrar o que a secretaria de Transportes pretende, o aQui apresenta nesta edição, rua por rua, avenida por avenida, o que deverá ocorrer no trânsito da região já a partir de novembro.

Primeira fase

Rua Deputado Geraldo Di Biase – A rua do UGB terá o sentido invertido em toda a sua extensão
Rua Simão da Cunha Gago – O trânsito será invertido em toda a sua extensão, com duplicação de vagas em alguns trechos (onde havia vagas somente de um lado da rua, haverá dos dois)
Rua Coroados – O sentido será invertido e as vagas de estacionamento serão duplicadas em alguns trechos (onde há vagas apenas de um lado da via, passará a ter nos dois lados).
Rua Juiz Amir Garcia – A rua lateral do UGB, onde ficam os trailers de comida, também terá a mão invertida
Rua Bernardo Ferraz – O sentido será invertido
Rua Mario Di Biase – O sentido será invertido no trecho que passa atrás do quarteirão do Corpo de Bombeiros.

Segunda fase

Avenida Sete de Setembro – Será em mão dupla, com a atual faixa da esquerda (sentido Aterrado – Aero Clube) tendo a mão invertida. A conversão à esquerda será proibida pela nova faixa. As vagas de estacionamento deste lado da avenida também terão o sentido invertido, sendo que as atuais vagas – lado direito – serão extintas. Vagas de carga e descarga serão realocadas para as ruas transversais da 7 de Setembro.
Rua Santo Antônio – Passa a ser em mão dupla
Ponte D. Waldyr Calheiros – Vai funcionar em mão dupla, com as duas faixas da esquerda (indo para o Retiro) tendo mão invertida. Parte do canteiro existente no acesso ao Aero Clube será retirado. A alça à esquerda da ponte passará a ter mão dupla para acesso ao bairro Niterói e Avenida Beira Rio.
Rua São João Batista – Terá a mão invertida.
Viaduto Heitor Leite Franco – Apenas parte do canteiro central será retirada para aumentar a largura da pista.
Cruzamento da Av. 7 de Setembro com a Rua Desembargador César Salamonde – Será implantado um semáforo para permitir passagem pela Avenida Paulo de Frontin.

Terceira fase

Avenida Almirante Adalberto de Barros Nunes (Beira Rio) – No acesso ao Jardim Primavera e Limoeiro, o sinal existente no cruzamento com a Rua Madame Curie (em frente ao ex-Avanço) será desligado, e os motoristas não poderão mais usar a rua para pegar a Beira Rio. Quem estiver saindo do Jardim Primavera e do Limoeiro terá que virar à direita, na Rua Madame Curie – que continuará em mão dupla – para acessar a Beira Rio através da Rua Osvaldo Cruz (rua ao lado de um posto de gasolina).
Quem estiver passando pela Beira Rio só terá acesso ao J. Primavera e Limoeiro se entrar pela direita da avenida.
As vagas de estacionamento na Beira Rio, entre a entrada do Limoeiro e a Avenida Pastor César Dacorso Filho, serão extintas para a duplicação da via. O objetivo é dar maior fluidez ao trânsito que sai do Aterrado através da Ponte Doutor Murilo César dos Santos.

Mudanças no entorno do Estádio Raulino de Oliveira

Rua 545 – A rua que passa na entrada principal do estádio (margeando a CSN) terá o sentido invertido.
Rua 539 – Essa rua terá o sentido invertido no quarteirão do estádio até o quarteirão do Clube Náutico.
Rua 558 – Terá o sentido invertido no trecho entre a Rua 539 e a Avenida Lucas Evangelista. A rua hoje é dividida em dois sentidos e passará a ter um único sentido.

Deixe uma resposta