Nos ônibus

Marcelo Cabeleireiro participa de fiscalização em ônibus em Resende e Volta Redonda

Presidente da Comissão da Pessoa com Deficiência da Alerj, o deputado estadual Marcelo Cabeleireiro (DC) esteve em Resende e Volta Redonda, na manhã de quarta, 27, para mais uma ação de fiscalização no transporte público intermunicipal. A “Operação Acessibilidade” foi feita em conjunto com o Detro (Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro), para garantir o cumprimento das normas de acesso para pessoas com deficiência.

Ao todo, 27 ônibus foram vistoriados e uma multa aplicada, no valor de R$ 3.627,81, por defeito na campainha para cadeirantes de um coletivo. “Já é nossa terceira operação com o Detro-RJ, emitindo multas e cobrando das empresas mais respeito com aquelas pessoas que têm algum tipo de deficiência”, comentou Marcelo Cabeleireiro (DC), presidente da comissão.

Cabeleireiro relembrou que a ação já havia sido realizada em dezembro na Central do Brasil, no Rio de Janeiro, e que o intuito é percorrer todo o Estado. “Muitas leis são criadas e não são cumpridas e, durante essas fiscalizações, percebemos que muitas empresas de ônibus não estão preocupadas com a acessibilidade. Não fazem manutenção nos veículos e, muitas vezes, os equipamentos não funcionam, como foi o caso da multa aplicada hoje por defeitos na rampa de acesso e na campainha”, afirmou o deputado.

A operação tem como objetivo principal verificar o cumprimento da Lei Federal nº 10.098/00, que estabelece critérios básicos para acessibilidade de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Para o coordenador da Comissão da Assembleia, Charles de Souza, portador de deficiência visual, o acesso seguro ao transporte público precisa ser levado mais a sério. “O ônibus é o meio mais utilizado pelas pessoas com deficiência e por isso é importante que esteja dentro das normas previstas na legislação, garantindo o acesso com segurança. Parabenizo o deputado Marcelo Cabeleireiro pelo excelente trabalho que tem feito a frente desta comissão”, destacou.
Ao final da ação, o deputado Marcelo Cabeleireiro enfatizou que a comissão continuará trabalhando em prol de um serviço de qualidade para aqueles que realmente necessitam. “É muito constrangedor para o cadeirante, por exemplo, não conseguir subir no ônibus por defeito na rampa. Seguiremos com esse trabalho em outras cidades do Estado e todas as pessoas que tiverem reclamação ou quiserem fazer alguma denúncia, podem entrar em contato pelo telefone (21) 2588-1139”, concluiu.

Os cidadãos também podem encaminhar denúncias pelo e-mail [email protected], pelo telefone (21) 3883-4141 ou pelo WhatsApp (21) 98596-8545.

Deixe um comentário