quinta-feira, novembro 25, 2021
HomeGERALMitos e verdades

Mitos e verdades

Pesquisa revela uma nova visão da geração dos Millennials

A Allianz Partners, líder mundial em seguros e assistência B2B2C, divulgou recentemente uma pesquisa inédita sobre os principais insights das atitudes, expectativas e frustrações da geração Millennial. Os dados foram coletados pelo Customer Lab, que é do próprio grupo e que entrevistou mais de 11 mil jovens no México, Tailândia, Suíça, Áustria e Cingapura no segundo trimestre deste ano. O estudo, intitulado de ‘Afinal, quem são os Millenials?’ descobriu que a “geração do milênio”, entre 25 e 40 anos, corresponde a um grupo frequentemente mal compreendido que passou por um período de grande transformação. Moldados pela capacitação tecnológica por meio do uso frequente de mídias sociais e e-commerce, eles experimentaram um boom e uma queda (Grande Recessão e COVID), regulamentação e responsabilidade social e atraso no estágio de vida.
A pesquisa também descobriu que os Millennials se preocupam com a saúde e bem-estar, estabilidade financeira, alterações climáticas e são orientados para a aprendizagem ao longo da vida, metas e objetivos, bem como atividades que visam promover o autoaperfeiçoamento, a autodescoberta e a criatividade. O levantamento também se propôs a discutir e contrapor alguns mitos a respeito da personalidade desta geração. Vamos a eles:
Mito 1: Millennials são todos iguais
Realidade: A pesquisa revelou que, na verdade, essa é uma geração incrivelmente diversa, que precisa de uma compreensão diferenciada.
O estudo aponta que há uma tendência de ver a geração do milênio como um bloco homogêneo, com interesses comuns, características compartilhadas e necessidades e comportamentos semelhantes. No entanto, as realidades demográficas significam que os Millennials se encontram em contextos radicalmente diferentes, dependendo se têm um filho ou não. A chegada de uma criança é um importante ponto de inflexão em termos de comportamentos e atitudes para os Millennials, e seu interesse por serviços de assistência e seguro, por exemplo, aumenta drasticamente.
Desde o início da pandemia, os “Millennials família”, aqueles que têm pelo menos um filho, são mais atentos às questões de mobilidade do que os sem filhos, incluindo mobilidade compartilhada e veículos elétricos, com 15% possuindo um veículo elétrico ou híbrido (versus 6% dos Millennials sem filhos) e 37% que usam compartilhamento de bicicleta ou scooter (contra 23%). Além disso, têm mais probabilidade de trabalhar em casa (73% contra 54%) e é quase duas vezes mais propensa a realizar consultas médicas online (27% versus 13%).
Mito 2: Millennials são os arquitetos otimistas do futuro
Realidade: Eles são realistas preocupados com a saúde e bem-estar
A geração do milênio enfrentou duas crises globais (colapso financeiro de 2008 e a pandemia COVID-19) em pouco mais de uma década, e muitos estão preocupados com sua saúde e bem-estar (tanto físico quanto mental).
O estudo levou em consideração as mudanças trazidas pelo COVID-19 e revelou que 63% dos Millennials querem ter um papel mais ativo na gestão de sua saúde e bem-estar. Eles também esperam apoio na gestão de sua saúde, com 58% dos Millennials esperando mais de seu empregador em termos de soluções holísticas de saúde, higiene e bem-estar do que antes da pandemia.
Além disso, com os próprios pais entrando em uma idade mais avançada, estão cada vez mais conscientes da necessidade de fornecer cuidados, com 43% dos membros da geração do milênio declarando que precisam de cuidados médicos ou assistência para um membro da família.
Mito 3: Millennial é uma geração inquieta, em constante mudança
Realidade: Eles estão se acomodando em um ritmo de meia-idade mais estabelecido.
Uma combinação de envelhecimento, novas responsabilidades e a pandemia levaram a geração do milênio a refletir sobre como criar raízes. Além disso, também são muito leais às marcas, desde que elas cumpram o que prometem. A pesquisa revela que 64% dos “Millennials família” e 47% dos Millennials sem filhos são leais às suas seguradoras, por exemplo, enquanto 67% dos “Millennials família” e 51% dos Millennials sem filhos se sentem bem cobertos por suas apólices de seguro ou contratos de assistência.
Mito 4: Millennials são egocêntricos
Realidade: Eles são a geração mais engajada e ativa em torno da mudança social e ambiental.
A percepção popular movida pela mídia os caracterizou como uma geração egocêntrica, focada na realização individual, no autoaperfeiçoamento e no autocuidado.
O levantamento aponta que, embora seja verdade que eles permanecem comprometidos com o autodesenvolvimento, os Millennials são, de longe, mais socialmente e ambientalmente conscientes do que seus antecessores, superando os GenXs e os Boomers em pontos de vista sobre justiça social (Black Lives Matter, direitos LGBTQIA+, igualdade de renda etc.) além de questões relacionadas à ecologia.
No entanto, eles também são indiscutivelmente mais propensos a transformar suas convicções em ações, capazes de tomar decisões de compra com o poder de mudar o comportamento corporativo. Em termos de sustentabilidade, 57% de todos os Millennials tentam fazer esforços significativos para limitar o impacto de seu estilo de vida no meio ambiente.
Já em relação à mobilidade, 59% dos Millennials são mais sensíveis ao impacto ambiental de suas locomoções com 55% planejando se locomover menos e 57% mais perto de suas casas. Além disso, tomam algumas medidas para reduzir o impacto ambiental de sua mobilidade, com 26% das famílias da geração do milênio comprando uma bicicleta desde a pandemia (em comparação a 16% dos não filhos da geração do milênio).
“Por meio desta pesquisa, podemos perceber que os Millennials não são apenas um grande grupo homogêneo. Suas necessidades mudam conforme eles têm filhos, por exemplo, suas necessidades de mobilidade aumentam, com o uso do carro e da micromobilidade aumentando; Millennials que possuem filhos são mais propensos a trabalhar em casa e reformar suas casas para atender às novas demandas no contexto da pandemia. Esta pesquisa confirma que temos que abordar as diferentes fases da vida dentro deste grupo e adaptar nossas ofertas de acordo”, afirma Alexandra Yanez, Head de Marketing Estratégico e Inteligência do Consumidor do Grupo Allianz Partners.
Sobre a Allianz Partners – A Allianz Partners é líder mundial em seguros e assistência B2B2C, oferecendo soluções globais nas áreas de seguro internacional de saúde e vida, automotivo, assistência e viagem. No Brasil, a Allianz Partners tem mais de 20 anos de atuação, com cerca de 1.500 profissionais, uma célula médica com equipe trilíngue e 12.000 prestadores de serviços que vivem para ajudar.

Previous articleEvitar fugas
Next articleReduzindo calote
ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

COMENTÁRIOS RECENTES

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp