segunda-feira, junho 27, 2022

Lazer

Com um sorriso radiante e extremamente sensual, Stefany Rosa está de volta ao Bella da Semana. A modelo, que mexeu com os fãs da maior revista masculina, está sendo comparada à atriz Gal Gadot, protagonista dos filmes da DC Comics. Apimentando ainda mais o clima, a catarinense de 22 anos confessou que curte ficar com outras mulheres, que já transou na escadaria do prédio, adora brinquedos sexuais (entre seus favoritos estão os famosos plugs) e se considera transarina. Confira as fotos da segunda parte do ensaio inédito no www.belladasemana.com.br.

Formada em Biologia, Giselle Kenj trocou a profissão para atuar como coreógrafa e bailarina, e atualmente é referência em dança egípcia e árabe. A gata ficou, inclusive, conhecida no Brasil por executar a modalidade da serpente, onde suas três cobras de estimação, da raça píton, fazem parte do show. Em suas apresentações, performa um mix de estilos, com a junção da dança da espada, candelabro, ventre, serpente, véus, punhal e livre, que revela uma leitura musical, independente do uso de acessórios. “Nosso corpo é nosso templo e a dança é uma das formas mais ricas e dignas de manifestação e expressão da vida. Podemos usá-la sempre em nosso benefício. Executo diversas vertentes da dança egípcia, mas me sinto completa quando meus babies, minhas cobras, participam. O domínio que tenho sobre elas vem a partir do amor, carinho, respeito e conhecimento, por também ser bióloga”, disse ela. Aos que se interessam em acompanhar o trabalho da beldade, basta segui-la em seu Instagram: @gisellekenj

A modelo Sereia C, de 24 anos, tirou a roupa pela primeira vez para uma revista masculina e será capa da edição de abril da Sexy. De Florianópolis para o mundo, a beldade estreou com um ensaio arrebatador. “Estou indo desfilar e fazer um intercâmbio na Europa, mas deixo esse presente para quem admira o meu trabalho. A revista está linda, as minhas fotos foram feitas com muito carinho e cuidado para os leitores da Sexy”, avisou.
Foto: André Michels/Perfil II Comunicação

 

A caminhoneira conhecida como Mulher Abacaxi decidiu deixar o posto de madrinha da Unidos da Ponte, mas para o alívio dos fãs, revelou que não pretende parar de brincar no Carnaval. “Não quero parar. Fiquei muito tempo longe da folia. Meu sonho é desfilar em uma agremiação de Niterói ou São Gonçalo. Quem sabe esse desejo não esteja muito próximo de se realizar”, disse. Será?
Foto: Allan BERTOZZI

A musa fitness Camilla Lewin sabe da importância do amor-próprio. Mas o que ninguém imagina é que nem sempre foi assim. Na adolescência, ela teve a autoestima baixa e, por conta disso, começou a malhar preco-cemente com apenas 12 anos. “Quando era mais jovem, tinha baixa autoestima, era muito magra e não gostava do meu corpo. Isso me levou a começar a treinar com pesos precocemente aos 12 anos. Conforme consegui aumentar minha massa muscular e ganhar corpo, minha autoestima foi melhorando. Hoje em dia, não me acho linda ou perfeita esteticamente, mas sou mais feliz”, contou.

ARTIGOS RELACIONADOS

Lazer

Lazer

Lazer

LEIA MAIS

Grampos

Grampos Barra Mansa

Voltou a subir

Vagas abertas

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp