Grampos

Trânsito (I) – A prefeitura de Volta Redonda iniciou a construção de uma rotatória na Rua Alfredo Moreira, no Santo Agostinho, que deve ficar pronta na próxima sexta, 30. A ideia é facilitar o acesso ao interior do bairro, inibir as conversões irregulares e evitar acidentes. A secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, comandada pelo ex-vereador Maurício Batista, vai transformar em mão-dupla a Rua Boa Vista e, por isso, foi refeita a sinalização dos acessos à Rua 1027.

Trânsito (II) – A rotatória fica na interseção da Avenida Alfredo Moreira com a Rua Aracaju e vai permitir ao motorista que desce do Viaduto Prefeito Nelson Gonçalves acessar o interior do bairro e também para quem quiser sair no sentido da UPA do Santo Agostinho, detalhou Maurício.

Trânsito (III) – Outra medida da pasta da Mobilidade Urbana foi tomada, de forma experimental, na Avenida Beira Rio para quem sai do Aterrado em direção ao Retiro e bairros próximos, com a eliminação do cruzamento na saída do Limoeiro, quase em frente ao antigo supermercado Avanço.

Trânsito (IV) – A experiência durou pouco. Ontem, sexta, 24, tudo voltou ao normal, inclusive o caos da Avenida Lucas Evangelista.

 Trânsito (V) – A mudança no Limoeiro, abortada por conta das reclamações dos moradores, era prevista desde que Maurício Batista, secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, apresentou o projeto de implantação de várias mudanças no Aterrado, como a criação de uma mão-dupla na Avenida 7 de Setembro.

Trânsito (VI) – Mauricio Batista lembrou que tudo era apenas um teste. “Era só uma experiência. Com não foi   aprovada, tudo voltou ao normal. Faltou paciência dos maiores interessados”, avaliou. “Agora teremos que procurar uma nova solução para o trânsito do Aterrado em direção ao Retiro”, ponderou.    

Gol – Todo cidadão tem assegurado seu direito à livre manifestação durante eventos esportivos e é proibida, neste caso, a censura prévia por agentes de segurança públicos ou privados. É o que determina a Lei 8708/20, já sancionada pelo governador Wilson Witzel. A medida, que é dos deputados André Ceciliano (PT), Carlos Minc (PSB) e Zeidan Lula (PT), altera a Lei 6.615/13 e assegura a manifestação de integrantes de torcidas organizadas e torcedores em geral por meio de camisas, faixas, cartazes, bonés, bandeiras. A proposta, porém, não isenta torcedores por mensagens homofóbicas, racistas e de intolerância religiosa. Em caso de descumprimento, os infratores estarão sujeitos a advertência seguida de multa de R$ 150 por cada censura praticada. Em caso de reincidência, a multa poderá chegar a R$ 1.026 por cada ato de censura.

Ultrassonografia O Centro de Imagens Gecy Gonçalves, que funciona no Estádio Raulino de Oliveira, ganhou um novo equipamento de ultrassonografia, entregue na terça, 21, pelo prefeito Samuca Silva. O investimento foi de R$ 80 mil e o número de exames de ultrassonografia deverá aumentar de 2.200 para 3.500 procedimentos mensais. A marcação dos exames será pelo Sisreg (Sistema de Regulação) adotado pelas unidades de saúde. “Continuamos a investir no melhor plano de saúde que existe, o SUS (Sistema Único de Saúde). Já zeramos as filas de mamografia e tomografia e agora chegou a vez de zerar os exames de ultrassonografia. E vem mais por aí. No próximo mês vamos realizar o Mutirão da Catarata”, comemorou o prefeito.

Águas limpas (I) – A prefeitura de Volta Redonda iniciou, na segunda, 20, a operação ‘Águas Limpas’, que tem por objetivo realizar vistorias em cerca de 50 empresas com potencial de poluição, como postos de gasolina, oficinas mecânicas e lava-a-jatos. Ao todo, três equipes da secretaria de Meio Ambiente estão realizando a fiscalização necessária, além de orientar sobre questões ambientais, dando um prazo de 30 dias para as devidas adequações.

Águas Limpas (II) – No release enviado aos jornais a prefeitura dá conta que, de maio a dezembro de 2019, a secretaria de Meio Ambiente “realizou mais de 2.500 ações fiscais gerando centenas de notificações e multas ambientais que, somadas, chegaram a quase R$ 2 milhões”.

Águas limpas (III) – A informação acima não deu para entender muito bem, pois, se são apenas 50 empresas poluidoras como é que conseguiram fazer mais de 2.500 ações em oito meses, o que daria uma média de 83,333 por dia, incluindo os finais de semana? Alguém errou feio! 

Postes (I) – Uma nova polêmica tomou conta das ruas do Laranjal, bairro de classe média alta de Volta Redonda. Tudo por conta da instalação de postes de vigilância em diversas ruas, como a rua do Clubinho.  O problema é que a empresa que está vendendo o seu peixe – de espião – está colocando os postes com câmeras de vigilância nas calçadas – que é tido como espaço público, sem ter autorização da prefeitura de Volta Redonda. A instalação dos postes e câmeras foi embargada na quarta, 22.

Postes (II) – Os moradores que são contrários ao BBB do Laranjal alegam que vão perder a privacidade com o sistema a ser operado, se for permitido, por pessoas estranhas de uma empresa particular. “A segurança, incluindo a vigilância, cabe ao estado”, dispara Oswaldo de Miranda Nascimento, um dos que são contra o BBB do Laranjal.

Postes (III) – O alvará para a instalação dos postes, que tinha sido emitido pela prefeitura, foi cassado sob argumento de que a empresa não possui permissão de uso público. Faz sentido. E também porque no processo não existe a anuência da Associação dos Moradores do Laranjal, que não existe, e nem dos moradores propriamente ditos.   

Silêncio – Ontem, sexta, 24, terminou o prazo dado pela prefeitura de Volta Redonda aos médicos das Policlínicas da Saúde para se cadastrarem no polêmico edital nº 001/2019, o que revoltou a classe por prever a redução de salários e aumento da carga horária. Procurado para falar a respeito, Samuca não respondeu às perguntas enviadas pela reportagem a respeito do caso. E também não falou sobre a situação dos médicos do Hospital São João Batista, que ameaçaram entrar em greve por discordarem da OS que assumiu a direção da unidade.   

Zoo (I) – A foto serve para mostrar o risco de quem leva o filho para passear no Zoológico de Volta Redonda. Apesar de a prefeitura garantir que existem placas de alerta para as obras que estão sendo feitas no recinto do zoo, se a criançada resolver brincar de atirar pedras uns nos outros, utilizando farta matéria-prima que pode ser encontrada, vai ser um Deus nos acuda.

Zoo (II) – Por falar no Zoológico, até que a secretaria de Meio Ambiente está cuidando bem dos jardins na entrada da unidade. Quanto aos brinquedos, nenhuma novidade a relatar. Apenas a volta dos pedalinhos, que no domingo, 19, ainda não estevam funcionando.        

Zoo (III) – Na terça, 21, o zoológico recebeu a visita de um assessor do deputado Antônio Furtado (PSL). O rapaz tirou fotos, gravou vídeos e foi embora como chegou: calado.

Lançamento – O prefeito Samuca Silva lança hoje, sábado, dia 25, um plano de recapeamento asfáltico para Volta Redonda. Ao todo, serão investidos mais de R$ 15 milhões, como o aQui antecipou na edição passada.

Sarampo – Apesar de nenhum caso de sarampo ter sido registrado desde 2013, a prefeitura de Volta Redonda está intensificando a vacinação até o dia 13 de março. As doses da vacina estão sendo disponibilizadas nas 46 unidades de saúde, no horário que estão funcionando das 8 às 17 horas. 

Líder – Como o aQui divulgou, o vereador Maurício Pessôa deve mesmo assumir a liderança do governo Samuca na Câmara de Volta Redonda, ainda em recesso. Ele vai substituir Paulo Conrado, que continua, segundo uma fonte, em atritos com Samuca desde o final do ano passado.

Quadra – Na segunda, 20, as 400 famílias que moram na Fazendinha, bairro localizado na região da Vila Brasília, receberam a visita do prefeito Samuca Silva para a inauguração de uma quadra poliesportiva na Rua Deolindo Miguel, totalmente reformada, incluindo reparos no piso e no muro lateral e ainda uma intervenção artística do programa “VR Colorida”. O investimento foi de R$ 54 mil.

Promessa – Durante a entrega da quadra na Fazendinha, o prefeito Samuca Silva anunciou que vai implantar uma Clínica da Família para atender os moradores da Vila Brasília.  

Mui amigos (I) – Na Vila Brasília, para surpresa de muitos, quem apareceu para sair na foto foi a vereadora Bergone, tida como de oposição ao governo Samuca. 

Mui amigos (II) – A presença de Bergone foi elogiada pelo Palácio 17 de Julho. Pura tática do governo para criar ciúmes nos vereadores da base, que estão em pé de guerra com Samuca. Veja o que o prefeito disse: “Não considero a senhora uma vereadora de oposição; a senhora luta muito pela sua comunidade. Nós somos parecidos, viemos da periferia da cidade, da escola pública. E por isso peço à senhora uma vigilância cada vez mais atenta na Câmara de Vereadores, pois estamos vendo as forças da velha política se unindo para voltarem ao poder”, disse, sem explicar direito em quem Bergone deve ficar atenta – de olhos abertos.

Armação (I) – O engraçado é que, segundo uma fonte que pede anonimato, Pessôa também estaria participando de um movimento entre os vereadores de oposição a Samuca. Ele e Granato.

Armação (II) – A ideia da oposição de pedir o impeachment de Samuca vingou pelas mãos do vereador Carlinhos San-tana, que protocolou o pedido de afastamento do prefeito na tarde de quinta, 23. Como a Câmara está em recesso, a bomba só será detonada ou descartada quando os parlamentares voltarem ao trabalho.

Armação (III) – Nas redes sociais, Santana justificou o pedido como sendo movido por “questões orçamentárias”. Para ele, Samuca não estaria cumprindo emendas imposi-tivas e ainda estaria tendo problemas relacionados aos concursos públicos realizados pela prefeitura.

Armação (IV) – O pedido de impeachment, segundo alguns vereadores, teria dedos – os 10 – do ex-prefeito Neto. É que Carlinhos Santana teria recebido o documento para protocolar já devidamente preenchido… Maldade.

Reação – Quando a notícia do pedido chegou no Palácio 17 de Julho, Samuca reagiu. E mandou levantar documentos da antiga gestão, acreditando, é claro, que o vereador estaria agindo a mando de Neto. Há quem garanta, inclusive, que o prefeito deve entrar com nova ação judicial contra o ex-prefeito.

MP – Samuca, inclusive, voltou à sede do Ministério Público Estadual. Questionado sobre o que foi fazer no MP, não titubeou: “Vim trazer alguns documentos voluntariamente, não fui chamado. Vim porque quis”, disparou.

Eleição – Faltando apenas nove meses para a eleição municipal, apenas Samuca estaria confirmado na corrida eleitoral. Outro pré-candidato, o ex-prefeito Neto, ainda vai precisar de uma liminar para concorrer. O restante é mera especulação.

Vivo – O MDB está prestes a ressurgir em Volta Redonda. O engraçado é que será pelas mãos de uma velha raposa, o deputado estadual Gustavo Tutuca – que é de Piraí, terra de Pezão, e que passou a morar na cidade do aço. Dizem que quer ser protagonista nas eleições de 4 de outubro. Quer sentar na janelinha de um dos ônibus do governo Samuca com destino ao Palácio 17 de Julho!

Bomba – Samuca, não é de hoje, anda preparando uma bomba para mexer com a classe política da cidade do aço.

‘Orgulho de Volta’ – Neste final de semana, o programa ‘Orgulho de Volta’, lançado pelo prefeito Samuca Silva, entrega mais dois investimentos públicos. Hoje, sábado, 25, às 11 horas, na Avenida Jaraguá, Retiro, Samuca assina a Ordem de Serviço para a recomposição asfáltica de seis avenidas do bairro. Serão atendidas as avenidas Jaraguá, Beira Rio, Paulista, dos Mineiros, Ceará e Goiás. Amanhã, domingo, 26, também às 11 horas, haverá a inauguração do ‘Amo Volta Redonda’, na entrada da Rodovia do Contorno, próximo à cabine da Polícia Militar (que vive abandonada).  

Deixe uma resposta