Grampos

Rua 33 – Dando continuidade ao projeto de troca de lâmpadas de vapor de sódio e metálica (amarelas) por lâmpadas de LED, a prefeitura de Volta Redonda começou a realizar o serviço na Rua 33, a rua do m2 mais caro da cidade do aço. No total, a rua recebeu 58 lâmpadas novas nos postes localizados no canteiro central da via. A Rua 14, no trecho ao redor da fonte luminosa da Praça Brasil, também ganhou lâmpadas de Led. Ao todo, 2.117 lâmpadas serão trocadas em um prazo máximo de 90 dias

Led (I) – Por falar nas novas lâmpadas, ao postar a novidade, a prefeitura de Volta Redonda passou a receber pedidos para que as lâmpadas trocadas – muitas delas, doadas por uma prefeitura vizinha – fossem instaladas em bairros mais distantes, como o Roma. Faz sentido.

Led (II) – Mas tem morador até do Laranjal querendo que a prefeitura troque lâmpadas pelas ruas do bairro – novas, de Led, de preferência, ou mesmo usadas, daquelas que foram doadas por Barra do Piraí. Tem mais. Querem que a secretaria de Infraestrutura mande cortar o mato alto que toma conta de várias ruas, especialmente perto das pracinhas existentes no bairro.
De rua – Por falar no bairro, os moradores em situação de rua que moravam em uma das quadras do Laranjal – e que foram retirados pela GM – estão devagar, bem devagarinho, voltando a ‘procurar abrigo’ pelo bairro, mais precisamente embaixo das árvores. Como choveu na noite de segunda, 16, voltaram para a ‘mesma praça’ de onde foram expulsos anteriormente.

Força-tarefa – Apesar dos pesares, a força-tarefa da prefeitura de Volta Redonda continua agindo nas noites da cidade do aço e fiscalizou 48 estabelecimentos em 15 bairros. No sábado, 14, acabou com uma festa agostina no Retiro, com fechamento de via pública. No domingo, 15, acabou com um pagode na praça do rodo da Vila Rica, e uma festa em uma república no Jardim Amália.

3ª dose – O vereador Renan Cury anda bem próximo do Palácio 17 de Julho e, segundo ele, o governo já se prepara para oferecer a terceira dose da vacina contra a Covid-19, especialmente para os idosos. Que assim seja.

Neném – Provocado por Dário de Paula a falar sobre o sonho de Neném, presidente da Câmara, de se lançar pré-candidato a deputado federal, batendo de frente com Deley, que seria candidato do Palácio 17 de Julho, o prefeito Neto saiu pela tangente. “Todo mundo sabe do meu relacionamento com o Neném, da minha amizade, do meu carinho por ele, e não é de hoje. Logicamente que nós vamos conversar”, disse, para completar: “Nunca na história desse município teve um deputado que ajudou tanto Volta Redonda como o Deley”. Deu para entender?

Nomes – Não satisfeito, Neto passou a destacar alguns nomes que ele, como prefeito, tem que agradecer. “Gratidão não prescreve. Eu sou muito grato ao Nelson Gonçalves, independentemente da posição política dele. Eu não posso falar que o Albertassi não ajudou, que o Gotardo não ajudou…”.
Reforço Escolar – Com a previsão do retorno das aulas na rede municipal de ensino para setembro, o vereador Betinho Albertassi apresentou um projeto para criar o Programa Permanente de Reforço Escolar, para ajudar os estudantes a reduzirem o déficit educacional agravado pela Covid-19. Um dos pontos principais passa pelo fortalecimento nas aulas de português e matemática.

OAB-VR – Acontece hoje, sábado, 21, a tradicional Caminhada do Advogado pelas ruas do Aterrado, seguida de Feijoada de Confrater-nização no Hotel Bela Vista. Os dois eventos são comemo-rativos pelo Mês do Advogado – comemorado em agosto.

Abusado – No domingo, 15, a GM de Volta Redonda flagrou um homem, não identificado para os jornais, dando ‘cavalo de pau’ com um carro na Ilha São João. O veículo, vejam só, estava com o licenciamento vencido desde 2013 e tinha ‘apenas’ 97 multas. O carro, um Chrysler 300 C, ano 2012, estava com os pneus carecas. O motorista foi preso.

Professores – A Fevre abriu inscrições para a contratação temporária de professor III e serventes. As vagas são para Geografia (1vaga); Sociologia (1 vaga); Língua Portuguesa (1 vaga); Espanhol (1 vaga); Química (1 vaga); Física (1 vaga); Arte (1 vaga); e Intérprete de Libras (1 vaga). Para servente, são duas vagas. As inscrições podem ser feitas até sexta, 27, pelo site www.voltaredonda.rj.gov.br/concursopublico.

Caçamba – O aQui errou ao criticar a prefeitura de Volta Redonda por exigir que o serviço de aluguel de caçambas seja agendado sempre e pontualmente às 8 horas de toda segunda-feira. Na segunda, 16, o site estava fora do ar. Resumindo: quem quiser alugar uma caçamba tem que recorrer ao setor privado. Parece sacanagem.

Audiência – A Câmara de Volta Redonda aprovou, na sessão de terça, 17, a realização de uma audiência pública para debater o transporte público, a partir de um pedido do vereador Halison Vitorino.

Veto – Pode parecer piada, mas não é. Os vereadores de Volta Redonda derrubaram um veto do prefeito Neto ao projeto que colocava os profissionais da educação no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. É que todos já foram imunizados com a primeira dose da vacina.

Sumiu – Na quarta, 18, uma senhora chegou com dores no peito procurando atendimento no Hospital São João Batista. Não foi atendida simplesmente porque o aparelho de eletrocardiograma da unidade tinha… sumido. Só foi encontrado ‘duas horas depois’. Sorte dos envolvidos é que o caso da senhora não era grave.

Eleições – Branco, que rompeu com o deputado federal Antônio Furtado e deixou de ser seu assessor parlamentar, já está em plena atividade. Recentemente esteve com Paulo Baltazar, Geraldinho do Gelo e América Tereza, em um almoço que teve como prato principal as eleições de 2022. Na foto, Branco aparece todo sorridente ao lado do empresário Bruno Marini, de Barra Mansa. No encontro, só falaram de eleições 2022. Bruno, que é pré-candidato a deputado estadual, procura montar boas alianças na cidade do aço, já que também não fala a mesma língua de um ex-amigo e ex-aliado das eleições de 2018.

Deixe uma resposta