terça-feira, novembro 30, 2021

Grampos

Caiu – A CSN obteve um lucro líquido de R$ 87 milhões no primeiro trimestre de 2019, o que corresponde a uma queda de R$ 1,49 bilhão em igual período de 2018. O Ebitda da empresa foi de R$ 1,72 bilhão, representando uma evolução de 39% sobre o primeiro trimestre de 2018. Já na receita líquida, a CSN registrou uma alta de 19% nos três primeiros meses do ano, na comparação com um ano antes.

 

AF-3 (I) – A reforma geral do Alto Forno 3 da Usina Presidente Vargas deve gerar cerca de 4 mil empregos, conforme o aQui noticiou na última edição. Várias empresas, inclusive, já foram contratadas para a obra, sendo que cada uma ficará responsável por partes distintas da reforma (montagem, obras civis, manutenção elétrica etc). O investimento é da ordem de R$ 250 milhões.

 

AF-3 (II) – O ‘paradão’, como a CSN chama o período em que o forno ficará desligado, está marcado para o dia 28 de junho e se estenderá por 60 dias, com previsão de término em 28 de agosto. Para que isso ocorra, a CSN vem comprando placas de aço desde o início do ano para atender aos pedidos em carteira.

 

AF-3 (III) – O ‘paradão’ não vai prejudicar o Laminador de Tiras a Quente, que continuará operando normalmente. Outros equipamentos que dependem do AF-3, entretanto, poderão sofrer paradas eventuais para manutenção, como a Aciaria.  

 

AF-3 (IV) – Depois de reformado, o AF-3 vai ampliar a produção da UPV em 500 mil toneladas/ano. A última reforma do forno foi em 2001.

 

AF-3 (V) – O aumento da produção de aço vai facilitar o projeto de criação de uma linha de galvanização, que poderá, como o aQui divulgou, ser implantada na GalvaSud, em Porto Real, ou em Araucária, no Paraná.

Estratégia (I) – O ex-prefeito Neto anda aproveitando as horas vagas para matutar sobre a política voltarredondense. Conhecido pela fama de acertar quantos candidatos cada legenda poderia eleger em eleições passadas, Neto não deixa por menos: garante que vai eleger de 6 a 8 vereadores em 2020. Detalhe importante: “Todos com menos de mil votos”, disse ao aQui

 

Estratégia (II) – Mais uma de Neto: está selecionando candidatos para preencher a nominata de quatro partidos políticos. No momento, segundo ele, a lista (que ele carrega no bolso da calça) conta com 120 candidatos e 50 candidatas. “A média de votos chega a 500”, revela, para logo acrescentar uma informação interessante. “Não quero candidatos (que já disputaram eleições passadas, grifo nosso) com mais de mil votos. É o limite”, dispara.  

 

Estratégia (III) – A ideia do ex-prefeito, admitida por ele na conversa com a reportagem do aQui, é lançar cerca de 300 candidatos entre as legendas que domina e as legendas aliadas. “Se 200 tiverem 500 votos e média, teríamos cerca de 10 mil votos”, calcula, garantindo que o número seria suficiente para eleger de 6 a 8 vereadores. Vamos eleger 7 vereadores”, dispara, como que querendo provocar seus adversários.

Estratégia (IV) – Os nomes que fazem parte da lista que Neto carrega no bolso não são revelados ao grande público, mas a maioria é de gente que nunca disputou uma eleição. Exemplo: filhos de gente conhecida, alguns do meio médico, com potencial, detalha. “Nenhum deles terá mil votos, mas poderão ser eleitos”, pontua. “Nas eleições de 2016, eu disse que elegeria um político com uns 800 votos. E elegi: foi o Vair Duré”, compara.    

 

Estratégia (IV) – Dos atuais vereadores, Neto revela que vai pedir votos, principalmente, para Neném, seu protegido. Mas dois outros teriam sua ajuda. Dinho e Carlinhos Santana, sendo que só este último é que faz oposição ferrenha ao atual prefeito. “Nós nunca rompemos de verdade; somos amigos, gosto muito dele”, explicou, referindo-se a Dinho, que na eleição passada chegou a romper publicamente com Neto e Deley. 

 

Estratégia (V) – Quanto a ser candidato em 2020, Neto diz que só não o será se for impedido legalmente por ter tido as contas de 2013 rejeitadas pela Câmara de Volta Redonda. “Foi político (o julgamento) e não téc-nico”, pontua. E para quem duvida da tese, Neto revela que até D. Munira, sua mãe, chegou a lhe pedir para não se candidatar. Ou seja, o pedido de D. Munira, que fez 91 anos na quarta, 8,  não será atendido, tal a disposição do ex-prefeito em voltar a comandar o Palácio 17 de Julho.

 

Legendas – Entre os 300 candidatos que Neto pretende lançar, eles sairiam das nominatas do PTB (de Deley) e do DEM, por exemplo. No total, o ex-prefeito não esconde de ninguém que está trabalhando para montar a chapa de quatro partidos. Quais seriam os outros dois? Tchan, tchan, tchan, tchan…

 

Armando – Por falar em Neto, o ex-prefeito não gostou da última manchete do aQui. “Não estou armando contra ninguém”, disparou, referindo-se ao título da capa da edição 1147. Tem mais. Neto nega que esteja conversando com o delegado Antônio Furtado sobre qualquer assunto. “Tem uns dois anos que não conversamos”, jurou, desmentindo que tenha recebido, recentemente, o atual deputado federal em seu sítio.

 

Previsão – Na conversa com o repórter do aQui, o ex-prefeito Neto fez uma aposta: “O Furtado não será candidato a prefeito. Vai ficar em Brasília”, disse, garantindo ser normal a estratégia do parlamentar em formar nominatas para os partidos aliados a ele. “Tem mais é que fazer mesmo”, ponderou. “O Samuca está fazendo o mesmo”, pontuou, indo além. “Muita gente vai ficar trocando de partido. A minha lista não é definitiva. Alguns (candidatos) deverão sair para o lado do Furtado ou do Samuca. Outros virão para o nosso”, ponderou.

 

Ufa! – O prefeito Rodrigo Drable entregou na manhã de ontem, sexta, 10, ao empresário Volmir Luis Demichei a licença ambiental de funcionamento para a Pampas Grill, churrascaria situada às margens da Dutra, na altura do bairro São Judas Tadeu. As obras devem durar mais cinco meses e a churrascaria deve ser inaugurada no dia 3 de outubro, aniversário de Barra Mansa. “É um complexo empresarial, composto pela churrascaria, posto de combustível e hotel. Vai gerar cerca de 100 empregos e, mais tarde, outros 100 postos de trabalho”, comemorou.

 

Bolsistas – A Faetec e a Fundação Cecierj estão oferecendo 87 bolsas do Programa TEC-Rio, que envolve projetos e ações pedagógicas das duas instituições. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pela internet em http://www. cecierj.edu.br/extensao no link ‘Trabalhe Conosco’, até às 16 horas do próximo dia 20 de maio. As vagas são para graduados em Administração; Ciências Contábeis; Economia; Engenharia Elétrica e Eletrônica; Informática; Psicologia; graduados em qualquer área com curso técnico na área de Eletrotécnica; e pós-graduados em Estatística.

 

Transportes – O engenheiro civil Delmo Manoel Pinho foi nomeado ontem, sexta, 10, para a secretaria estadual de Transportes. O ex-titular da pasta, brigadeiro Robson Fernandes Ramos, foi exonerado a pedido, por ‘motivos familiares’.

 

Corrupção – O Disque Rio Contra a Corrupção, central de atendimento telefônico da Controladoria Geral do Espaço (CGE-RJ), que recebe denúncias envolvendo agentes públicos estaduais, recebeu 175 ligações em um mês. Ao todo, 33 investigações foram iniciadas e estão em andamento. O serviço telefônico funciona através do número (21) 2276-6556, de segunda a sexta, das 8 às 20 horas. Podem ser denunciados atos de corrupção como tentativa de suborno, desvio de dinheiro público, nomeação de funcionários fantasmas, entre outros.

 

Varredura – O CREF1 deflagrou mais uma etapa da Operação Varredura no Sul Fluminense para apurar denúncias de que falsos profissionais de Educação Física estariam atuando em Volta Redonda e Barra Mansa. Foram flagrados seis casos: cinco na cidade do aço – um na São João; dois no Jardim Amália, um no Dom Bosco; e um na Morada Colina. Em Barra Mansa, os fiscais encontraram um falso profissional atuando com musculação no São Luiz. 

 

Apertando o cerco – A prefeitura de Volta Redonda vai contratar uma empresa especializada em cobranças e negociações para apertar quem deve e não paga os impostos devidos ao Palácio 17 de Julho. O pregão presencial será realizado no próximo dia 24.

 

Rua de Lazer (I) – No domingo, 5, a Rua de Lazer da Radial Leste deve ter batido recorde de público. Segundo a secretaria de Esportes da prefeitura de Volta Redonda, cerca de 180 pessoas participaram das diversas atividades físicas e recreativas promovidas pela pasta. Detalhe: na parte da manhã pode até ser, mas por volta das 11 horas um repórter do aQui passou ao lado da Radial Leste. Só viu dois ciclistas e quatro mulheres caminhando.

 

Rua de Lazer (II) – Baseado nos ‘impressionantes’ números da Smel (180 na parte da manhã), que a prefeitura libere a Radial Leste ao trânsito a partir das 12 horas.  

Vai cair – O muro do Umuarama, na Vila, vai cair a qualquer momento. E a prefeitura sabe disso, tanto que tentou interditar a calçada do clube para evitar que pedestres passem pela mesma sem correr riscos. Só que a faixa é ‘pra inglês ver’. Além de já estar despedaçada, não impede a passagem de ninguém. Ou seja, enquanto não houver uma interdição total da calçada, todos os que passam por ela podem se machucar seriamente. Depois não digam que o alerta não foi dado.

 

Caiu – As chuvas que castigaram Volta Redon-da durante o mês passado destruíram parte da proteção de ferro da ponte localizada quase em frente ao Hospital das Clínicas. A prefeitura agiu rápido e mandou colocar cavaletes para impedir que algum desavisado (ou bebum) caia dentro do Rio Brandão. Mas até quando o improviso vai durar?    

 

Defesa Civil – A prefeitura de Volta Redonda incluiu vários projetos, da ordem de R$ 20 milhões, voltados para a contenção de encostas na Defesa Civil Nacional. O detalhe é que Samuca ligou pessoalmente para o deputado federal Antônio Furtado, pedindo ajuda do parlamentar, que é do PSL de Bolsonaro, para agilizar a liberação dos recursos.

 

Definidos – O prefeito Samuca Silva nomeou o coronel Antônio Jorge Goulart Matos para comandar a secretaria de Segurança Pública, recentemente criada. Ele comandou o 5º CPA, que abrange todos os batalhões da Polícia Militar no Sul Fluminense. Para a nova secretaria de Projetos Especiais e Captação de Recursos, o prefeito escolheu o professor universitário Carlos Rosa, ex-controlador geral do município.

 

RPA – De acordo com o acordo firmado no Ministério Público do Trabalho que prevê o fim do RPA, a Câmara de Volta Redonda deve votar, em uma das suas próximas sessões, a mensagem do prefeito Samuca Silva que acaba com os cerca de três mil cargos de RPA. Só 700 deles serão reaproveitados através de concurso público.

 

Campanha – O prefeito Samuca Silva tem se encontrado semanalmente com cerca de 10 pré-candidatos a vereador. A ideia é ter o maior número de candidatos nas legendas que vai apoiar em 2020.

 

Vice – Mesmo sem dizer abertamente que é candidato à reeleição, o prefeito Samuca Silva já está recebendo pedidos de políticos e gestores querendo ser vice. Calma, gente!

 

Mutirão – A pedido de Samuca, a secretaria de Infraestrutura vai iniciar um grande mutirão de limpeza pela cidade do aço. A ideia é sair limpando praças, tapando buraco, podando árvores e trocando lâmpadas, entre outras.

 

Cuidado – Depois das crises com os fakes –devidamente denunciados pelo prefeito Samuca na delegacia de crimes virtuais –, agora as autoridades estão às voltas com a proliferação de gravações clandestinas, com direito a tentativa de chantagem.

 

Hoje sábado, 11, às 9 horas, os católicos da região vão comemorar, na Igreja Nossa Senhora da Conceição, no Conforto, que foi toda reformada, a posse de D. Luiz Henrique como bispo da Diocese de Volta Redonda-Barra do Piraí. Na foto, D. Luiz posa ao lado de D. Biasin e D. João Messi. Por falar nos católicos, a CNBB já definiu quem vai comandar a entidade até 2022: será D. Walmor de Oliveira, de 65 anos. Detalhe: ele tem perfil moderado, e evita se meter em debates políticos. Prefere, segundo os especialistas, lutar contra os crimes de pedofilia dentro da Igreja Católica.

Artigo anteriorCalvície
Artigo seguintePegando fogo
ARTIGOS RELACIONADOS

Grampos

GRAMPOS

GRAMPOS

LEIA MAIS

Grampos

O roubo da identidade

Resistindo à violência

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp