Curtas

A Biblioteca Municipal Raul de Leoni, localizada na Vila, comemorou na quarta, 22, o seu 66º aniversário com uma intensa programação cultural comemorativa, com direito a troca de livros, exposição fotográfica, apresentação de dança, contação de histórias e que culminou com um café filosófico com transmissão on-line. O secretário de Cultura, Anderson de Souza, aproveitou para revelar que a programação foi pensada em parceria com a cadeira de literatura do Conselho Municipal de Cultura e com os próprios funcionários da unidade.
“Uma das nossas prioridades este ano está sendo a de investir em melhorias na Biblioteca Municipal, com o intuito de incentivar cada vez mais a leitura. Esta é uma data histórica para a cultura da nossa cidade. Ter uma biblioteca que completa 66 anos em atividade é um orgulho para todos nós”, disse Anderson, ressaltando ainda que a pasta da Cultura está aberta ao diálogo na formação das políticas públicas do município.
A secretaria de Cultura de Volta Redonda aproveita para lembrar que termina no próximo dia 29, quarta, o prazo para quem quiser se inscrever para participar da exposição “Eu amo livros”, promovida pela pasta e que acontecerá em outubro. A mostra será composta por desenhos feitos por crianças de até 12 anos com o tema: “livros”. As imagens devem ser enviadas por e-mail ([email protected]) e será aceito qualquer estilo de desenho, colorido ou em preto e branco.
De acordo com o secretário de Cultura, Anderson de Souza, não haverá uma seleção dos desenhos, e todos os enviados serão expostos durante uma mostra especial em homenagem ao Dia das Crianças, celebrado no dia 12 de outubro, na Biblioteca Municipal Raul de Leoni, na Vila Santa Cecília. A exposição ficará disponível para visitação de 4 a 31 do próximo mês, no primeiro piso da biblioteca e também nas redes sociais da SMC.
“A exposição com os desenhos ‘Eu amo livros’ além de estimular a criatividade das crianças, também incentiva à leitura. Essa é uma das principais metas desse projeto e uma forma de homenageá-las no mês de outubro”, disse Anderson de Souza, lembrando que, com os desenhos, os responsáveis devem enviar no e-mail as informações da criança como nome completo, idade, endereço e número para contato.

O projeto ‘Afrosaberes’, coordenado pela Fundação Cultura Barra Mansa em parceria com a gerência de Promoção da Igualdade Racial, divulgou mais um vídeo no YouTube para mostrar a estrutura química que compõe os cabelos, explicando ainda a diferença entre cada fio. A iniciativa tem como finalidade conscientizar a sociedade que não há cabelo ruim ou bom, o que existe é cabelo com estruturas diferentes.
Aliás, na segunda, 20, a vice-prefeita, Fátima Lima, prestou uma homenagem aos autores do vídeo “Quantas cientistas pretas você conhece?”, que faz parte do projeto ‘Afrosaberes’ e ainda a algumas pessoas que trabalham no desenvolvimento do projeto. Os homenageados foram Jessilaine Xavier, escritora do livro; Deviane da Costa, gerente de Promoção da Igualdade Racial; Graziela Lorena, gerente de Biblioteca e Formação; e o professor de Ciências Lucas Peres Guimarães.
O vídeo faz parte do segundo episódio do projeto ‘Afrosaberes’, que acontece no município. “Se a gente for observar, não existe um número alto de negros inseridos nesses locais de aprendizagem, principalmente mulheres. Dar destaque às cientistas negras é uma maneira de incentivar as crianças a se espelharem. A ciência tem espaço para todos, não existe um fenótipo”, avaliou Fátima Lima. Link da segunda edição do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=DeQ4aHaQi0c

A corretora de Imóveis Tatiane Almeida Tenório (de branco na foto), que é de Volta Redonda e trabalha como gerente da Imobiliária DNA, localizada em Ipanema, no Rio de Janeiro, participou de uma entrevista Band TV que debateu o tema ‘Jovens Corretores em Vendas de Imóveis e seus novos desafios’.

 

A secretaria de Esporte e Lazer de Volta Redonda avisa que estão abertas as inscrições para a Escolinha de Basquete do ginásio poliesportivo Heth Lustosa Bastos, em Três Poços, voltada para crianças e adolescentes. As aulas com o professor Felipe Braga serão às terças e quintas, das 10h30min às 11h30min e das 15 às 16 horas. As inscrições podem ser feitas no local.
O espaço oferece ainda aulas de karatê, futsal, dança, ginástica artística e ioga. Além disso, sedia os projetos ‘Viva Melhor Idade’ e ‘Viva a Vida’ que promovem a prática de atividades físicas para idosos.
De acordo com o subsecretário da Smel, Daniel Alves Ferreira Junior, a coordenação da secretaria tem procurado equilibrar a oferta de atividades nos ginásios entre esportes individuais, como dança, atletismo e badminton, e coletivos, basquete, futsal e outros, atendendo a todas as idades. “No caso das crianças e dos adolescentes, o foco é a iniciação ao esporte, pensando no desenvolvimento e ocupando de maneira saudável o contraturno escolar. Para a terceira idade, o foco é na manutenção da autonomia e da saúde”, falou Daniel.

Deixe um comentário