quarta-feira, maio 25, 2022
CasaEditoriasArtigos‘Contem comigo’

‘Contem comigo’

Ataques à Magistratura enfraquecem a sociedade, diz a nova presidente da Amaerj

A juíza Eunice Bitencourt Haddad (foto) é a nova presidente da AMAERJ. Magistrada há 20 anos, ela tomou posse para o biênio 2022/2023 na segunda, 7, em cerimônia no plenário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). A cerimônia reuniu cerca de 150 pessoas, entre autoridades dos três Poderes. Ao discursar, Eunice defendeu a Magistratura e o Poder Judiciário. “Os ataques à Magistratura resultam no enfraque-cimento da sociedade. Magistratura e sociedade civil, além dos demais Poderes constituídos, devem estar sempre unidas em prol dos interesses comuns”, destacou a presidente.
Para Eunice Haddad, somente uma Magistratura unida pelo diálogo pode garantir a independência do Judiciário, um dos básicos pilares do Estado Demo-crático de Direito. “O Judiciário enfraquecido afeta a democracia de maneira absoluta”,, desta-cou, aproveitando para elogiar seu antecessor. “O juiz Felipe Carvalho Gonçalves Silva desem-penhou papel formidável nestes dois anos. Com seu jeito sereno, jamais esmo-receu na luta por melhorias para a classe, a despeito de tantas dificuldades. Suas conquistas ficarão marcadas na história do movimento associativo fluminense”, disse.
A magistrada ainda fez um agradecimento aos colegas. “Agradeço aos colegas da chapa Diálogo e União e a todos que me confiaram o voto. Aos grandes amigos que fiz na Magistratura, por me encorajarem a aceitar esse desafio.”
Ao falar sobre seus familiares, Eunice ressaltou os ensinamentos do pai, o desembargador Luiz Felipe Haddad, que faleceu em 2020. “Com meu pai aprendi, ainda criança, a amar a Magistratura. Aprendi o verdadeiro significado do ‘ser juiz’. Magistrado vocacionado, ético, sempre preocupado com o bem-estar coletivo e com a desigualdade social.”
“Para terminar, me permito ler a fala de meu pai, desembargador Luiz Felipe Haddad, em homenagem recebida pela Associação logo após sua aposentadoria, em fevereiro de 2015. Disse ele: ‘O momento é difícil e nós temos que nos unir. Com isso é preciso que todos compreendam, sejam firmes, sejam humildes, porque somos pessoas que erramos e acertamos’. Esta é a mensagem que eu deixo. Temos que nos unir para combater o bom combate. Contem comigo. Sempre. Muito obrigada.”
Trajetória
Magistrada do Rio de Janeiro há 20 anos, Eunice Haddad é formada em Direito pela Universidade Candido Mendes (1998). Tem 46 anos.
A magistrada atuou em diversos juízos do Fórum Central e Regional até dezembro de 2004, quando assumiu a titularidade da 1ª Vara de Maricá. Promovida à juíza de Entrância Especial em novembro de 2008, atuou por quase cinco anos na 5ª Vara Cível de Niterói.
Desde julho de 2013, é titular da 24ª Vara Cível da Capital. Foi juíza-auxiliar da presidência do TJ-RJ em 2020. Na AMAERJ, atuou como 2ª secretária da Diretoria Executiva (2016/2017), secretária-geral (2018/2019) e secretária do Conselho Deliberativo e Fiscal (2020/2021).
Líder da chapa única “Diálogo e União”, Eunice Haddad foi eleita em 29 de novembro de 2021, com 526 votos.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Lazer

Mudo e com a mão no bolso

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp