terça-feira, abril 16, 2024
CasaGERALColuna Reta

Coluna Reta

O projeto ‘Coluna Reta’, implantado pelo governo Neto para prevenir e oferecer tratamento/correção da escoliose idiopática pelo SUS, alcançou o número de 46 cirurgias realizadas, sendo que os dois últimos procedimentos de alta complexidade aconteceram no último final de semana no Hospital São João Batista. Especialista em coluna, Juliano Coelho destacou que as beneficiadas foram duas adolescentes de 13 e 15 anos que apresentavam a Escoliose Idiopática do Adolescente. “Os procedimentos foram bem-sucedidos e as duas devem ter alta médica ainda esta semana”, disse o médico, destacando que o propósito do ‘Coluna Reta’ é o diagnóstico precoce, para evitar os procedimentos cirúrgicos.
Além da triagem feita nas escolas da rede municipal de ensino de Volta Redonda, todas as sextas-feiras são realizados atendimentos no Estádio Raulino de Oliveira, na parte da manhã. “Assim que identificamos uma criança que iniciou a escoliose, já encaminhamos para o raio-x e ela entra no nosso sistema para acompanhamento”, afirmou Juliano.
Quanto mais cedo se descobre o problema, mais fácil o tratamento
com fisioterapia – também ofertado pelo programa – ou uso de
colete, evitando o tratamento cirúrgico. Mensalmente são realizados dois procedimentos cirúrgicos em Volta Redonda. Detalhe: mais de 20 mil estudantes passaram pela avaliação, cerca de dez mil foram fotografados e 48 encaminhados para fisioterapia. A meta em 2024 é estender o serviço para as unidades da rede particular de ensino.
O projeto de Volta Redonda, pioneiro no Brasil, serviu de referência para um Projeto de Lei do deputado estadual Munir Neto. Sancionado pelo governador Cláudio Castro (Lei No 10.009/2023), o programa de diagnóstico precoce da escoliose está sendo regulamentado pela Secretaria de Estado de Saúde para ser implementado em todo o estado do Rio. “Fico muito feliz de ter sido o secretário de Ação Comunitária de Volta Redonda quando o projeto foi implantado na cidade. Ele tem mudado a vida de muitas famílias. Agora vamos ampliar o serviço para todo o estado, graças ao nosso governador Cláudio Castro, que sancionou o meu projeto”, disse Munir Neto.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp