Bate bola – Sergio Luiz

A foto é uma relíquia. É da seleção de basquete da LDVR – Liga de Desportos de Volta Redonda em 1951. Pertence ao acervo do saudoso doutor Hamilton Periard.

Em pé da esquerda para a direita: Eurico, Machado, Carlos Paes, Moub Teles, engº Alberto Amaral Osório (presidente da LDVR – 1951 a 1954), Libiano Abbiat, Chico Ávila, Rubem Paes, Canuto, e Eduardo Goulart.

 

Ao invés de golear, Voltaço foi é goleado

O Voltaço contava com Ele para vencer o Flamengo por três gols de diferença, mas acabou goleado na noite de sábado por 4 a 1. Os gols foram de Gabigol, duas vezes, Michael e Vitinho contra um de João Carlos, de pênalti. Com o resultado, o Flamengo decidirá o título do campeonato carioca com o Fluminense, que derrotou a Portuguesa, ontem, domingo, por 3 a 1, gols de Yago Felipe, Gabriel Teixeira e Kayky, sendo que o gol da Lusa foi marcado por Chay, de pênalti.

O primeiro Fla x Flu será no sábado, 15, às 21h05min; o segundo será no dia 22, sábado, às 21h05 minutos, ambos no Maracanã. Se houver empate, os jogos serão decididos nos pênaltis.

Ao Voltaço resta o consolo de ter ficado entre os quatro primeiros do torneio, deixando mais uma vez para trás dois grandes, Vasco e Botafogo. Tem mais. Garantiu uma vaga para a Copa do Brasil de 2022. Para a série C, que começa no final do mês deste mês, o Volta Redonda terá que reforçar bem o time. O que tem, é pouco.

TAÇA RIO. Vasco e Botafogo decidirão a Taça Rio em dois jogos. Dias 16 e.
23, ambos às 11 horas, sendo o primeiro no Nilton Santos e o segundo em São Januário. Vai ser duro de assistir… Quem viver, verá!

 

Semifinais
Teremos hoje, sábado, 7, Flamengo e Volta Redonda, às 21h05min, no Maracanã, com transmissão pela TV Record (ainda muito ruim, por sinal). O Flamengo, como todos sabem, joga por um simples empate e o Volta Redonda terá que jogar com 12 – os 11 titulares reforçados por Ele. Amanhã, domingo, 8, às 16 horas, o Fluminense encara a Portuguesa. No jogo de ida, empate em 1 a 1, e se a partida terminar empatada, a vaga fica com o tricolor das laranjeiras.

Taça Rio
Hoje, sábado, 7, às 16 horas, em São Januário, o Vasco tem que vencer o Madureira para se classificar para as finais do torneio de consolação. Mesma situação do Botafogo que vai encarar, amanhã, domingo, às 18 horas, novamente no Nilton Santos, o time do Nova Iguaçu, que joga por mais um empate (1 a 1 no jogo de ida).

História
Na década de 60, meu cunhado Sebastião Campos tinha um armazém na minha Além Paraíba e nos fins de semana reunia os empregados e saía pelos lugarejos perto da cidade. Iam todos num velho Chevrolet 1946, apelidado de Cascudo. Eu, bem pequeno, acompanhava a turma nas aventuras. Só que quando o caminhão tinha que subir qualquer trecho da estrada, todos tinham que descer da carroceria para empurrar o possante. E quando ia descer a ladeira, todos desciam para segurar o Cascudo, porque não tinha freio. Vendo as peripécias dos mais velhos, eu ficava na maior dúvida: ir jogar tudo bem, porém, para que levar o Cascudão? É mole!

Debandada
Como ficou entre os quatro melhores do carioca, o Voltaço está correndo o risco de perder vários jogadores. Entre eles, o atacante e artilheiro Alef Manga, que sentiu o peso do assédio dos grandes clubes, e caiu de produção. Os laterais Oliveira e Luiz Paulo, e mais o meia Naninho, também poderão sair. É bom que a diretoria se mova rápido e busque reforços para as pedreiras que o Volta Redonda terá pela frente na série C e Copa do Brasil.

Marroni
A imprensa da capital andou divulgando que os dirigentes do Voltaço estariam prestes a bloquear as contas do Vasco por conta de uma dívida R$ 5 milhões, referente aos direitos federativos sobre o passe do jogador, quando o atleta foi vendido para o Atlético-MG. Pelo noticiário, o presidente Jorge Salgado estaria tentando parcelar a dívida. Para quem não sabe, o Voltaço tinha 30% do passe, mas vendeu 10% para um ‘terceiro investidor’, o que não é permitido. A propósito, o caso está sendo analisado pela CBF e pode ter uma decisão em breve.

Bola fora
Para a derrota do Voltaço para o Flamengo por 3 a 0. Apesar de ter feito um bom primeiro tempo, na etapa final o time pecou devido a falhas individuais, falta de malícia, salto alto entre outras. Que façam como Zagallo e digam: “Vocês têm que me engolir”, se golearem o Flamengo, é claro.

 

Deixe uma resposta