quinta-feira, maio 19, 2022
CasaEditoriasEsporteBate bola - Sergio Luiz

Bate bola – Sergio Luiz

A foto é uma relíquia. É da seleção de basquete da LDVR – Liga de Desportos de Volta Redonda em 1951. Pertence ao acervo do saudoso Dr .Hamilton Periard.

Em pé da esquerda para a direita: Eurico, Machado, Carlos Paes, Moub Teles, engº Alberto Amaral Osório (presidente da LDVR – 1951 a 1954), Libiano Abbiat, Chico Ávila, Rubem Paes, Canuto, e Eduardo Goulart.

Tirando o tubo

A goleada sobre o Audax por 4 a 0 fez com que o Voltaço, que respirava por aparelhos, tirasse o tubo, mas o time continua no CTI. Foi a primeira vitória na Taça Guanabara, o que não quer dizer muita coisa, afinal a campanha vem sendo a pior desde 2018. É claro que vencer sempre é bom e pode ser o início de uma reviravolta na competição. Poderá até apagar a imagem ruim criada até agora. Com isso o técnico Neto Colucci ganhou uma sobrevida.
Faltando cinco jogos, as chances de se classificar entre os quatro é quase impossível. Matematicamente, é até possível, porém, tecnicamente são quase nulas. Mesmo se vencer os cinco jogos que faltam, chegará aos 20 pontos e terá que torcer para que os grandes que lideram a competição percam seus jogos. Sem falar que tem alguns pequenos à sua frente na tabela e com o mesmo objetivo.
Tem mais. É melhor deixar as barbas de molho e não se empolgar com o resultado diante do Audax porque o próximo adversário é o líder, o Fluminense, logo mais, às 19 horas, no Estádio Luso Brasileiro. Um empate já será um grande resultado. Quem viver verá.

Adversários
Após encarar o Fluminense, o Voltaço vai enfrentar o Nova Iguaçu no próximo dia 27, domingo de carnaval, às 11 horas, no Raulino. Já o jogo contra o Resende, pela quinta rodada, foi reprogramado para o dia 2 de março, também no Estádio da Cidadania. O tricolor de aço jogará ainda contra o Botafogo, dia 5 ou 6, no Nilton Santos e contra a Portuguesa, dia 12 ou 13, no Estádio da Lusa.

Punição
O Boavista foi julgado e condenado no TJD-RJ por ter escalado irregularmente o volante Ryan Guilherme. Com isso, o time de Bacaxá perdeu 7 pontos e corre sério risco de rebaixamento. Cabe recurso da decisão.

História
Quem contou essa foi meu amigo, Garcia. Seu Lalau era um juiz de futebol na minha Além Paraíba. Um figuraço, gente boa. Talvez o único árbitro que nunca levou uns catiripapos durante uma partida de futebol. Certa vez, num campeonato de várzea, Unidos e Jamapará empatavam em 0 a 0, quando num lance na área do Unidos um zagueiro derrubou um atacante adversário. Pênalti claro que nosso herói não marcou. Reclamação dos jogadores do Jamapará, foi quando seu Lalau tomou uma decisão inédita no futebol: “Reclamaram, né? Então agora é pra lá”. E apontando o dedo para o outro lado campo, saiu correndo e colocou a bola na marca da cal. Uma confusão geral. O jogo terminou ali mesmo. É mole?

Raulino acolhe
O clássico Flamengo e Vasco será realizado no Raulino de Oliveira. A Federação Carioca só não definiu se será no dia 5 ou 6 de março, em horário também indefinido, vai depender da TV. Antes o Vasco enfrentará o Audax, amanhã, domingo, 20, às 18h30min, no Raulino. O Fluminense também estará na cidade do aço, dia 5 ou 6 de março, para enfrentar o Resende, em horário ainda indefinido.

Rebu
Um passarinho me contou que no jogo Flamengo e Nova Iguaçu aconteceu uma tremenda confusão na entrada do estádio, envolvendo os seguranças do time rubro-negro, representantes da Federação e um cidadão que seria responsável pelo bar do estádio Raulino de Oliveira. Motivo: alguém estaria distribuindo crachás de ambulantes para menores e com camisas do Flamengo. A coisa ficou feia e pode ter sido relatada como evasão de renda, o que pode prejudicar o Raulino de Oliveira.

Inédito
A diretoria do Volta Redonda resolveu mandar cercar o setor amarelo do Estádio Raulino de Oliveira, próximo ao túnel que dá acesso ao vestiário do Voltaço. Isso para evitar que a torcida vaiasse ou ofendesse os jogadores, caso houvesse mais uma derrota diante do Audax. É um fato que nunca aconteceu na história do clube. Nem no velho Raulino, cujo alambrado ficava bem mais próximo do gramado. Ridículo!

Bola fora
Para os vândalos que arrebentaram com chutes, pedras e até bombas, o portão do estádio Raulino, depois da derrota para o Madureira. Isso não ajuda em nada a tirar o time do buraco. Só aumenta o prejuízo e ainda pode provocar a interdição do estádio. Cobrar resultados é um direito do torcedor, mas violência não leva a nada. Lamentável!

Bola dentro
Para a goleada do Voltaço sobre o Audax por 4 a 0. Diria Nelson Rodrigues: “Toda vitória é Santa” e essa veio para salvar a pele de muita gente. Não importa a fragilidade do adversário. O importante são os três pontos. Dá pra comemorar, porém, sem soltar fogos. Tá valendo!

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp