quinta-feira, novembro 25, 2021

GRAMPOS

Na praça – Os bancos de concreto que a prefeitura de Volta Redonda construiu, há anos, para servir como mesa de ping-pong para os garotos do Aterrado, passaram a servir de teto para dois moradores em situação de rua, como mostra a foto feita na manhã de quarta, 10, na Praça Mário Ferreira Netto.

Erramos – Na edição passada, de número 1276, o aQui errou ao escrever que o autor da Lei Municipal nº 5.867, que obriga o atropelador a prestar socorro aos animais atropelados em Volta Redonda, seria o vereador Renan Cury. O projeto, que virou lei, foi apresentado por Betinho Albertassi, a quem pedimos desculpas pelo erro.

Estaleiro – Por falar em Betinho, o vereador está de cama e só poderá voltar ao batente na próxima segunda, 15, por determinação médica. Foi brincar de correr com o Theo, seu primogênito, e caiu feio, machucando seriamente a sola de um dos pés.

Animais (I) – Aliás, o governador Cláudio Castro sancionou a Lei 9.453, que regulariza e garante um maior controle sobre a procriação e venda de cães e gatos no estado. A nova legislação obriga canis e gatis a comercializar ou doar animais com certificação de pedigree emitida por entidades reconhecidas. Tem mais. Os estabelecimentos só poderão comercializar, permutar ou doar animais que sejam microchipados.

Animais (II) – A lei, de autoria do deputado Coronel Salema (PSD), também passa a fazer uma distinção entre os estabelecimentos comerciais e domésticos. Os canis e gatis domésticos são aqueles que funcionam dentro de uma residência, que deverá ter pelo menos 50% do terreno utilizado para a função. Esses locais poderão abrigar no máximo 15 animais e estarão dispensados do alvará das prefeituras.

Vasco – Parece gozação, mas não é. Os vascaínos não vão gostar nada, nadica de nada, de descobrir que o prefeito Neto – coincidência, é claro – mudou o nome da Rua Vasco da Gama, localizada no Jardim Amália, para Rua Marcelo Argolo de Oliveira. A Lei 5.877 entrou em vigor no dia 5 de novembro, véspera do jogo entre o time do Vasco e o Botafogo, quando o time vascaíno foi goleado por 4 a 0, pondo fim ao sonho de retornar à elite do futebol carioca. Neto, que é flamenguista, segundo os internautas, cutucou os vascaínos que perdem tudo. Até nome de rua. Kkkk

Absorventes – Mais uma de Neto. Sancionou a Lei Nº 5.875, aprovada pela Câmara de Vereadores, que disciplina o fornecimento gratuito de absorventes higiênicos nas escolas públicas de Volta Redonda. Na sua justificativa, escreveu que o programa a que se refere a Lei “consiste no fornecimento de absorventes higiênicos para estudantes das escolas públicas de Volta Redonda, visando a prevenção e riscos de doenças, bem como a evasão escolar”. Tem mais. A distribuição dos absorventes higiênicos será ‘em quantidade adequada às necessidades das estudantes’. Ainda bem, né?

Restaurante Popular (I) – O ex-vereador Washington Granato foi mais rápido do que o prefeito Neto e postou um vídeo na sua página do Facebook para anunciar que o governo do Estado vai assumir as despesas do Restaurante Popular de Volta Redonda, que tinha sido municipalizado graças a um projeto de lei que ele mesmo, Granato, teria apresentado na legislatura passada. “Agradeço ao governador Cláudio Castro”, disse, antecipando a notícia antes mesmo de Neto. Mostra que está realmente com bom trânsito no Palácio Guanabara, via Waguinho, prefeito de Belford Roxo e futuro presidente do diretório estadual do União Brasil (fusão do DEM com PSL).

Restaurante Popular (II) – Não satisfeito, Granato sugeriu a Neto, em jogada de marketing, que o dinheiro a ser economizado poderia ser usado pela prefeitura para criar um Restaurante Popular no Retiro. Malandro bom é assim.

Repercussão (I) – As novidades anunciadas por Granato agradaram aos internautas. “Parabéns por sua luta pela nossa cidade e pelo bairro Retiro… Ótimas notícias!”, comentou uma delas.

Repercussão (II) – O vereador Betinho Albertassi, que deve se filiar ao União Brasil de Granato, também comemorou a notícia de que o governo do Estado vai assumir as despesas do Restaurante Popular e lembrou que ele já apresentou um projeto para que a unidade passe a fornecer um jantar diário aos volta-redondenses.

Versão palaciana (I) – Só na quarta, 10, é que a prefeitura de Volta Redonda confirmou a informação divulgada por Granato. E a versão palaciana deu conta de que Cláudio Castro prometeu atender o pedido que teria sido feito por Neto. Ou seja, o prefeito seria o pai da criança. Tem mais. Garantiu que a unidade vai oferecer comida a um valor mais em conta. “A unidade de Volta Redonda terá capacidade de ofertar até 500 cafés da manhã por dia, ao preço de R$ 0,50. Também serão servidos até mil almoços por R$ 1,00”, detalhou em release.

Versão palaciana (II) – Neto também anunciou a instalação do projeto “Café do Trabalhador”, que deverá funcionar em um ponto diferente do restaurante (que fica no Aterrado) para servir café da manhã por R$ 0,50. Se for no Retiro, Granato vai se dar bem…

Promessa – O União Brasil de Waguinho, Granato e Albertassi, entre outros, decidiu apoiar o nome de Claudio Castro à reeleição. O ex-governador Garotinho, sua filha Clarissa, e a jovem Dani Cunha, filha do ex-poderoso Eduardo Cunha, também estão entre os futuros políticos da nova legenda, que em Volta Redonda ainda terá o ex-prefeito Paulo Baltazar nas suas fileiras.

União Brasil – O apoio do União Brasil ao governador Cláudio Castro, anunciado na segunda, 8, contou ainda com a presença, entre outros, do deputado federal Chiquinho Brazão e do seu irmão, Pedro Brazão, que é deputado estadual.

Licitação – Está confirmada para o próximo dia 18, às 9 horas, a abertura dos envelopes da concorrência para a compra dos notebooks (chromebook e carrinho) que o governo Neto prometeu distribuir aos professores da rede de ensino. Emprestados, é bom que se frise.

Vai vendo – A prefeitura de Volta Redonda vai criar um serpentário no Zoológico Municipal. Pela quantidade de ‘serpentes de duas pernas’ existentes em Volta Redonda, um serpentário só deve ser pouco.

Viradão da Vida – Pelas redes sociais, a prefeitura de Volta comemorou o fato de ter aplicado mais de seis mil doses de vacinas contra a Covid-19 só na sexta, 5. Só não disse que entre chegar e sair da Ilha São João, as pessoas tinham que ficar cerca de três a quatro horas na fila esperando pela picada contra a Covid. Na foto, flagrante da fila dos pedestres.

Bebuns – De sexta, 5, a domingo, 7, a Operação Lei Seca retirou das ruas 319 motoristas embriagados em todo o estado. Detalhe: só em Volta Redonda, 28 estavam sob efeito de álcool na noite de sábado, ou seja, 30,1% casos de alcoolemia. Haja cachaça.

Maluquice (I) – Os motoristas de Volta Redonda e os que querem chegar ou sair da cidade do aço passando pela Rodovia dos Metalúrgicos estão vivendo uma situação surreal de ter que dirigir no meio de tratores, caminhões, e imensas pavimentadoras, que estão trabalhando na via. Sem contar que a pista está desnivelada, sem sinalização, e com tanta poeira que dificulta a visão.

Maluquice (II) – O detalhe é que os motoristas nunca sabem em qual sentido e em qual trecho a pista estará interrompida e, quando se dão conta, já estão presos no meio do caos e de grandes engarrafamentos. Tem mais. A rodovia tem o maior hospital particular da região, o da Unimed. Ou seja, em caso de emergência, quem está levando um paciente nunca sabe o que vai encontrar pela frente. Deus nos acuda!

Maluquice (III) – O trânsito, inclusive, está sendo orientado pelos trabalhadores da obra, que fazem o que podem andando por meio do trânsito dos carros e máquinas em movimento. Só que eles não têm o treinamento necessário para fazer o serviço. A Guarda Municipal, que deveria cuidar do problema, nunca dá as caras. Nunca mesmo, nem nos horários de pico.

Previous articleO quebra-cabeça da esperança
Next articleGRAMPOS
ARTIGOS RELACIONADOS

GRAMPOS

Grampos

Grampos

LEIA MAIS

COMENTÁRIOS RECENTES

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp