terça-feira, maio 24, 2022
CasaColuna SocialColuna Social

Coluna Social

Hoje, sábado, 23, é comemorado o Dia do Livro. E nada melhor do que uma notícia que tem tudo a ver. O advogado e professor volta-redondense Luiz César Martins Loques, de 24 anos (ver foto), formado em Direito pelo UniFOA, com doutorado em Direito da Regulação pela Fundação Getúlio Vargas, vai lançar no próximo mês de junho um livro em que trata da relação entre o direito do consumidor e o direito empresarial, que no Brasil, segundo ele, vem enfrentando uma série de novos desafios, ocupando cada vez mais espaço de todos no dia a dia.
Especialista em direito empresarial, Luiz César destaca que o mercado de capitais brasileiro anda cada vez mais democratizado, sendo que em 2020, mais da metade dos “investidores pessoa física” tinham carteiras de até R$ 10mil. “É essencial, nesse cenário, que o pequeno investidor tenha conhecimento das normas que o protegem e como ele poderá acessar a justiça caso seja lesado”, pontua. A obra, segundo ele, apresenta um novo viés interpretativo, que serve como apoio para os ‘pequenos investidores’. O livro sairá pelas mãos da editora Tachion.

A volta da Toca do Coelho agradou em cheio as famílias que foram até a Praça Brasil para comemorar a Páscoa, tanto que no período de 8 a 17 de abril, a atração recebeu a visita de mais de 30 mil pessoas, com distribuição de bombons a cerca de 8 mil crianças. “A Toca foi um sucesso, atendendo às expectativas das crianças de estar com o coelho e tirar fotos com ele”, avaliou Paulo Cezar de Souza, o PC, presidente do Saae-VR, responsável pela organização da Toca do Coelho. “É um momento de celebração. Ver muitas crianças, que muitas vezes não têm a oportunidade de comemorar a Páscoa, ganhando seus chocolates e abraçando o coelho, festejando com os familiares e amigos, não tem preço. Se Deus quiser, ano que vem vamos fazer de novo e melhor”, prometeu o prefeito Neto.

Aluna do terceiro ano do curso de Serviço Social do UniFOA, Carine Rezende (na foto) foi aprovada em segundo lugar no concurso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para o cargo de assistente social. Somada à dedicação aos estudos, Carine afirma que a aprovação é uma demonstração da qualidade do ensino do UniFOA, Tanto que a primeira pessoa com quem compartilhou a notícia foi a professora de Ética Profissional, Daniele do Val, a quem agradeceu por ter abordado o mesmo tema da prova discursiva do concurso na disciplina, anteriormente. “Foi sobre preconceito racial e o papel do assistente social. Eu tirei nota 39,47, do total de 40. Então, fiquei muito grata, porque caiu tudo que ela tinha trabalhado com a turma naquela matéria, especialmente o projeto ético-político da profissão”, revela.
Carine, vejam só, obteve o maior resultado na 5ª região, tanto que na prova objetiva específica de Serviço Social, ela acertou 24 das 30 questões e na prova discursiva, que era sobre o projeto ético-político da profissão, tirou 39,47 em 40. Resultado: ficou em 1º lugar na ampla concorrência e em 2º lugar na lista geral. “Desde o início do curso, sempre tive professores que se mostraram, além de profissionais extremamente competentes, pessoas humanas e acolhedoras. Eles me ajudaram, inclusive, quando eu estava estudando para o concurso e tinha dúvidas sobre o gabarito de exames anteriores”, lembra. “Minha reação, quando vi o resultado, foi de muita surpresa e felicidade, porque sempre vi esse universo de concursos públicos como algo inalcançável. Achava que só pessoas superdotadas passavam e vi que com uma boa base da faculdade, e uma constância no ritmo dos estudos, é possível”, avalia.

 

Um ‘Show de Talentos’ marcou as comemorações da Páscoa no Centro Pop, mantido pela prefeitura de Volta Redonda para a população em situação de rua. Mais de 40 pessoas participaram das apresentações de música, dança, show, desenhos e pintura. Após as apresentações, os usuários participaram de um almoço, que serviu para fechar as comemorações.
A diretora do Departamento de Proteção Social Especial, Denise Alves de Carvalho, destacou que durante as apresentações foi possível observar vários talentos dos usuários do Centro Pop, e o que eles são capazes de produzir. “Através do trabalho dos educadores foi possível fazer ressurgir o dom que cada um tem. Foi muito emocionante. Encontros como esse promovem a socialização e momentos de alegria”, disse.
A coordenadora do Centro Pop, Joveline Batista Tomas, ressalta que o evento teve o objetivo de promover atividades coletivas e proporcionar descontração aos participantes. “Atividades como essa representam a esperança de não desistir. Conhecemos e respeitamos cada história aqui, e ter esse momento com eles é muito especial. É saber que o nosso trabalho é uma luta diária, mas que é possível conseguir alcançar os nossos objetivos”, pontuou.
Cleiton da Costa Silva, 33 anos, participou das atividades fazendo uma apresentação de dança do ventre. “Sou muito bem atendido no Centro Pop. Estou passando por um momento difícil e aqui encontrei tudo que preciso no momento. Todos me apoiam, me incentivando a participar das atividades propostas. O que vale para mim é o afeto que recebo de toda a equipe. Só tenho a agradecer”, disse.

 

Recentes dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que o volume de vendas do comércio varejista saltou 1,1% em fevereiro, a segunda alta seguida após a elevação de 0,8% verificada em janeiro. Com a variação apresentada pela Pesquisa Mensal do Comércio, o setor encontra-se 1,2% acima do patamar pré-pandemia e 4,9% abaixo do pico da série, alcançado em outubro de 2020.
E diante desses dados, pensando em ajudar as empresas a se estruturarem internamente para não perderem vendas, a CDL de Barra Mansa acaba de lançar a ‘Escola do Varejo’, que promoverá uma série de palestras e capacitações voltadas aos funcionários do comércio, em especial os gerentes e atendentes.
O pontapé inicial da ‘Escola do Varejo’ foi dado com o evento ‘PARE’, comandado por profissionais e professores da Convarejo, instituição de ensino e consultoria de Barra Mansa.
Para o presidente da CDL Barra Mansa, Leonardo dos Santos, o evento marca o início de uma nova fase para o comércio da região. “A qualificação é uma grande demanda de nosso segmento. E nessa palestra a gente pôde ver o quanto é importante buscar capacitação e reciclagem. O capital humano faz toda a diferença dentro de qualquer organização. Percebemos que o diferencial de cada negócio são as pessoas e não somente o produto, o preço ou o prazo. Por isso, é importante valorizar e investir em pessoas”, destacou.
Ainda de acordo com o presidente da CDL-BM, a palestra foi o primeiro passo para a realização de um sonho antigo da entidade, que é a construção da ‘Escola do Varejo’, com cursos permanentes para capacitar pessoas que trabalham no comércio e oferecer mais qualidade no atendimento nas lojas de Barra Mansa. “Com isso, ganha todo mundo! Ganha o profissional, que estará melhor preparado para fazer mais vendas, o que, consequentemente, irá refletir em seu salário; ganha o empresário, que terá uma pessoa comprometida e produzindo mais; e ganha o consumidor, que vai contar com um vendedor mais preparado para atender”, acrescentou.

ARTIGOS RELACIONADOS

Coluna Social

Coluna Social

Coluna Social

LEIA MAIS

Lazer

Mudo e com a mão no bolso

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp