quarta-feira, julho 17, 2024

Broncas d’aQui

Cadê o peão?
A fotografia estaria sendo usada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda
em releases onde destaca que os operários da UPV teriam aprovado por unanimidade a
pauta de reivindicações que o órgão vai entregar à direção da CSN para dar início às
negociações do acordo coletivo de 2023. Como na praça não há ninguém, a bronca do leitor faz sentido: toda unanimidade é burra.

Disque-tralha
Jogar tralhas nas ruas já virou moda em Volta Redonda. E a leitora, que não se
identificou, pede que a prefeitura retorne com o serviço que existia até bem pouco de
recolher móveis, plantas e afins em via pública. Seria, diz ela, o ‘disque-tralha’

Ó medo
Apesar da propaganda dizer que Volta Redonda é a cidade mais iluminada do mundo (ironia, é claro), os moradores continuam reclamando da falta de iluminação e da troca de lâmpadas – de mercúrio por LED. “Vários bairros estão sem iluminação e o departamento de iluminação pública ignora os pedidos”, escreveu um internauta, que não se
identificou, ao enviar quatro fotos de bairros às escuras e um vídeo feito na 60, na Rua 311. Nele, ele comenta: “É isso aí, taxa de iluminação caríssima: R$ 50 por pessoa para isso aí ó: sem iluminação”, comparou.

Sem ônibus (I)
Leitor assíduo do aQui, José Antônio encaminhou uma bronca sem foto. Nem
precisava. O que ele passou é fácil de imaginar. Veja o que escreveu: “Hoje, sábado –
01/04/2023 – fiquei no ponto de ônibus na Vila Mury, aguardando condução para a
Vila Sta.Cecília das 05:45 até às 06:30, e não passou nenhum ônibus. Em consequência,
perdi o horário no meu trabalho, e tb o dia de serviço. As pessoas tb trabalham aos
sábados, e dependem de transporte público para tal. Da mesma forma, dependem e
merecem respeito, já que é um serviço pago pela população!!!”, desabafou.

Sem ônibus (II)
Alexandre Cruz também escreveu uma bronca a respeito: “Transporte Público
em toda Região Leste de Barra Mansa para Volta Redonda é problema de
calamidade pública. Mesmo todos nós tendo direito a Transporte Público, a grande
verdade é que as empresas que atuam na região leste não conseguem fazer o
serviço e já passou da hora de novas licitações e nenhuma fiscalização resolve o
problema, pois as empresas não demonstram mais capacidade de atender a região.
Hoje fomos no bairro Vila Elmira ouvir os moradores e lá também o problema
só aumenta. Esperamos que as autoridades Municipais e Estaduais deem
andamento a novas licitações e resolvam de uma vez essa humilhante situação”.
NOTA DA REDAÇÃO: Veja matéria sobre o assunto nas páginas 10 e 11
dessa edição.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

Broncas & Palmas

Broncas & Palmas

Broncas & Palmas

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp