Casa Editorias CSN Trabalhadores da CSN Porto Real vão receber abono no dia 9 de...

Trabalhadores da CSN Porto Real vão receber abono no dia 9 de abril

0
134

Mais uma vez a Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas do Estado do Rio saiu na frente e já negociou o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT2024/25) dos metalúrgicos da CSN Porto Real – antiga GalvaSud. A votação foi ontem, quinta, 28, por voto eletrônico, e quase 90% dos trabalhadores aprovaram a proposta da empresa, que consiste em reajustes de 3,4% e 2,4%, conforme faixa salarial. Eles conquistaram também um aumento no cartão-alimentação, que subiu para R$ 1.030, e um crédito extra de R$ 900 como compensação pelo banco de horas extras. Tudo a partir de 1º de maio – que é a data-base da categoria.

A novidade ficou por conta de um abono, equivalente a 1,75 do salário, a ser pago no dia 9 de abril – aniversário da CSN, data em que, no passado, a empresa liberava um extra salarial, conhecido pelo apelido de ‘girafa’ (antes da privatização) e PLR (depois da privatização).

Outro benefício que também foi reajustado de comum acordo entre a CSN e a Federação dos Metalúrgicos foi o auxílio-creche, pago às trabalhadoras que têm filhos pequeno. A partir de maio, ele será de R$ 698. As demais cláusulas foram mantidas. Vale ressaltar que os reajustes salariais seguem padrões de salário: quem ganha até R$ 5 mil, por exemplo, vai receber 3,4% de aumento, e para quem recebe acima deste valor, o reajuste será de 2,4%.

Ao que tudo indica, a mesma proposta aprovada na CSN Porto Real também deverá ser apresentada pela CSN de Volta Redonda ao Sindicato dos Metalúrgicos, ao G5. Só não se sabe quando isso vai acontecer. “Em Volta Redonda, ainda não há previsão para o andamento das negociações, com um sindicato dividido por uma guerra interna. Com isso, será difícil que os metalúrgicos da cidade do aço recebam o abono no aniversário da CSN”, comentou uma fonte da empresa. “A esperança para os metalúrgicos é de que o G5 acelere as negociações”, pontuou.

Quem trabalha nas unidades do grupo CSN fora de Volta Redonda, como os técnicos da CSN Mineração, em Casa de Pedra, e os metalúrgicos da CSN Paraná, em Araucária, também teriam aceitado a proposta da CSN. Detalhe: o Sindicato dos Metalúrgicos – que não tem base legal em Porto Real – ainda não havia se manifestado sobre a atuação (totalmente legal) da Federação e a votação na GalvaSud.

Veja a proposta aprovada na CSN Porto Real:

REAJUSTE COLETIVO: A partir de maio/2024

– 3,4% para salários até R$ 5.000,00, incluindo supervisores e técnicos; e

– 2,4% para salários superiores a R$ 5.000,00.

CARTÃO-ALIMENTAÇÃO: R$ 1.030 a partir de maio/2024.

CARTÃO-ALIMENTAÇÃO EXTRA PELA RENOVAÇÃO DO BANCO DE HORAS: R$ 900,00 sem a participação do empregado em 5%, para quem registra ponto mais supervisores e coordenadores

AUXÍLIO-CRECHE: R$ 698,00 a partir de maio/2024

ABONO 2023: 1,75 salários (público operacional)

Manutenção dos benefícios atuais.

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp