Tiro certo

Enquanto a desconfiança reina sobre a nova administração do Hospital São João Batista, a do popular Hospital do Retiro continua surpreendendo. Na terça, 3, a unidade recebeu, no Rio de Janeiro, a ‘Menção Honrosa Ciclo 2019’, entregue pelo Núcleo de Qualidade e Excelência em Gestão do Rio de Janeiro e o Programa Qualidade Rio, uma iniciativa do governo do Estado.
“A premiação mostra que avançamos em qualidade de gestão e demonstra melhoria na qualidade da prestação de serviços do hospital, que mudou de patamar”, disse o ex-prefeito Paulo Baltazar, que assumiu a direção médica da unidade em janeiro deste ano. “O prefeito Samuca solicitou que melhorássemos a qualidade e o acolhimento e estamos avançando nesses pontos”, completou.
Em nome do Hospital do Retiro, Baltazar estava acompanhado pelo diretor técnico, Hugo Barcelos, e pelo diretor administrativo, Caio Mello, além de alguns coordenadores da gestão do hospital.  Aproveitou para comentar algumas novidades desde que o HR passou a ser administrado pela Mahatma Gandhi, como o fim da fila de espera nas cirurgias; aumento do atendimento; investimento em formação continuada da equipe; melhorias estruturais, como da enfermaria. “Fizemos metas, planejamento estratégico e, por isso, tivemos uma boa avaliação e vamos continuar”, contou.
De acordo com Baltazar, 2020 será de muitas novidades, como a abertura de 75 leitos no anexo do UniFOA, que funciona na unidade, pois o Hospital Municipal Doutor Munir Rafful é reconhecido pelo Ministério da Educação como universitário. “A obra estava parada desde 2010 e será licitada pelo governo municipal e entregue no próximo ano. Temos cerca de 120 leitos atualmente e ganharemos mais 75, o que melhorará ainda mais o atendimento”, prevê Baltazar.

Deixe uma resposta