Tem que vacinar

Em virtude de um surto de sarampo em São Paulo e por conta do Rio de Janeiro ser um potencial corredor da doença devido à proximidade, a secretaria de Estado de Saúde está em alerta contra a doença. A ação, que é preventiva e recomendada pelo Ministério da Saúde, tem por finalidade reforçar a necessidade da prevenção com a vacina, disponível nos postos municipais, como os de Volta Redonda e Barra Mansa. A recomendação é que crianças a partir de 1 ano e adultos até 49 anos que não se vacinaram procurem logo os postos municipais.
Este ano, o Rio de Janeiro já registrou 13 casos da enfermidade, todos em Paraty. No ano passado, segundo dados oficiais, o estado alcançou 95% de cobertura vacinal para o público-alvo e foram notificados 20 casos de sarampo.
“São Paulo está registrando a ocorrência da doença e os estado têm grande circulação de pessoas, por isso a importância da prevenção. A ação faz parte da recomendação do Ministério da Saúde e estamos colocando em prática. A indicação é fazer a administração da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) para crianças a partir de 1 ano de idade e os adultos até 49 anos que não estão em dia com a vacina. Para aqueles que têm dúvida se receberam ou não o dose, a indicação é pela imunização”, explica Alexandre Chieppe, médico da secretaria de Estado Saúde.
Sem alarde – A secretaria de Saúde da cidade do aço informa que as doses da vacina contra o Sarampo estão sendo administradas normalmente nas unidades. Tem mais: garante que o município ainda não registrou nenhum caso de sarampo e nem recebeu nenhuma notificação da doença. “Não temos casos de doenças na cidade, por isso não há motivos para pânico. É importante o cidadão levar sua caderneta de vacinação à unidade de saúde do seu bairro e verificar sempre se há necessidade de atualização”, disse o prefeito Samuca Silva.

Deixe uma resposta